Autor: Edivaldo Bitencourt

Saiu a famosa lista, que atrasou em decorrência da morte do ministro Teori Zavascki. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, cita 320 políticos, sendo 211 sem foro privilegiado, e põe a política brasileira em temperatura máxima, no “inferno”. Com base nas delações de 77 executivos e ex-dirigentes da construtora Odebrecht e petroquímica Braskem, ele põe os principais caciques políticos, inclusive o presidente Michel Temer (PMDB), na berlinda.

Leia mais

A superlotação nos hospitais e postos de saúde é aquele tipo de problema que só piora, apesar da gente achar que não é possível ficar pior. No entanto, apesar da calamidade no setor, o prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), planeja fechar hospital. No cargo há dois anos, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) parou obras importantes para tirar o crédito do antecessor e ainda pagou R$ 28,8 milhões para empresa do interior de São Paulo, contratada sem licitação. As mortes na rede pública de saúde estão se transformando rotina e tragédia diária na vida de centenas de famílias, que sofrem…

Leia mais

Com o objetivo de implantar um projeto de poder para fortalecer o PSDB, o governador Reinado Azambuja, esqueceu os princípios republicanos. A liberação de recursos vem sendo feita após o prefeito apresentar a carteira de filiação. É o que revela reportagem desta segunda-feira do Correio do Estado. Dos 39 municípios que tiveram aumento no índice para definir o repasse do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviço), 23 são administrados pelo PSDB.

Leia mais

Empresário pagou propina para o procurador jurídico da Câmara Municipal, André Scaff, e acabou levando contratos milionários da Agehab (Agência Estadual de Habitação), sob o comando na época do atual deputado federal Carlos Marun (PMDB), sem participar de licitação. Ele negou o pagamento da vantagem indevida, mas admitiu que foi convidado após “visitar” o órgão estadual.

Leia mais

O Brasil produz cenas grotescas, que, na maioria das vezes, a gente fica até com vergonha de comentar. Esta história do poder de Eduardo Cunha (PMDB), preso desde outubro do ano passado, é uma delas. Mesmo na cadeia e sob as barbas do famoso juiz Sérgio Moro, ele tem força para derrubar e nomear ministros, indicar o líder do Governo no Congresso Nacional e abrir guerra no PMDB, partido do presidente Michel Temer.

Leia mais

Empresários pagaram R$ 3,1 milhões em propinas para o advogado e procurador da Câmara Municipal, André Luiz Scaff, para terem contratos na Prefeitura de Campo Grande, nas gestões de Nelsinho Trad e Gilmar Olarte, e no Governo do Estado, na época sob o comando de André Puccinelli (PMDB). As informações constam da denúncia apresentada no dia 6 deste mês à Justiça pelo MPE (Ministério Público Estadual).

Leia mais

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), aproveitou a mobilização dos administrativos da educação para mudar o Estatuto dos Servidores Públicos do Município e legalizar a nomeação da namorada do sobrinho. Com a manobra, ele conseguiu regularizar a situação da advogada Vanessa Joseph Mouniergi Chamoun, 24 anos, nomeada no dia 8 para assumir a Corregedoria-Geral do Município. Ela é namorada de Fábio Trad Filho, filho do ex-deputado federal Fábio Trad e sobrinho do chefe do Executivo.

Leia mais