Autor: Edivaldo Bitencourt (page 1 of 442)

Com ameaça de nova onda da covid-19, Marquinhos cancela carnaval pelo 2º ano consecutivo

Prefeito anunciou o cancelamento do carnaval de rua em 2022 na Capital (Foto: Divulgação)

Com uma nova onda da pandemia da covid-19 ganhando força na Europa e o ressurgimento de casos em Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou, nesta sexta-feira (26), a suspensão do Carnaval de rua em 2022. Pelo 2º ano consecutivo, a Capital não realizará a tradicional folia do rei Momo.

Ler mais

Jornais ignoram denúncias de corrupção, mas ficam “chocados” com dança de vereador

Vereador causou perplexidade em alguns jornais ao dançar no plenário da Câmara. O que faz mais mal à sociedade, a dança ou a corupção? (Foto: Reprodução)

Os sites, jornais e outros meios de comunicação de Campo Grande ficaram “chocados” com a dancinha do vereador Tiago Vargas (PSD) no plenário da Câmara Municipal. No entanto, a maioria absoluta dos meios de comunicação ignora as denúncias de corrupção feitas pelo parlamentar, inclusive quando ele repercutiu a manutenção do bloqueio de R$ 277,5 milhões da família do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pelo Superior Tribunal de Justiça.

Ler mais

Corregedora de Justiça cobra agilidade de TJ nas sindicâncias contra juiz por venda de sentença

Ministra determinou que Lós envie procedimento contra juiz Aldo Ferreira, que começou há três anos, e explique demora no encaminhamento (Foto: Arquivo/Deivid Correia/TopaMídiaNews)

A corregedora nacional de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura, “puxou a orelha” de dois desembargadores pela demora na conclusão de dois procedimentos administrativos por venda de sentença contra o juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior. Além de determinar mais agilidade no julgamento do magistrado, acusado de transformar a 5ª Vara de Família e Sucessões de Campo Grande em “balcão de negócios”, ela cobrou explicações da demora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Ler mais

André diz que Reinaldo seguiu exemplo, mas MPE insiste na condenação por adesivar ônibus

Puccinelli diz que atual governador também colocou adesivos com slogan do Estado porque não há irregularidade na medida (Foto; Arquivo)

O ex-governador André Puccinelli (MDB) e a ex-secretária estadual de Educação, Maria Nilene Badeca da Costa, insistiram na absolvição na ação de improbidade, porque Reinaldo Azambuja (PSDB) seguiu o exemplo do emedebista e também adesivou ônibus escolares doados pelo Governo federal. No entanto, o Ministério Público Estadual voltou a defender a condenação de ambos a ressarcir os cofres estaduais pelo gasto com a adesivagem dos 300 veículos.

Ler mais

Mandetta desiste de disputar presidência e MDB diz que oficializa Simone em dezembro

MDB diz que oficializar pré-candidatura de Simone à presidência no início de dezembro (Foto: : Pedro França/Agência Senado)

Após despencar nas pesquisas e réu por improbidade administrativa no escândalo Gisa, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), desistiu de disputar a presidência da República em 2022. Por outro lado, o MDB decidiu oficializar, no início de dezembro, a candidatura a presidente da senadora Simone Tebet.

Ler mais

TRF nega pedido do MPF e mantém senador livre de ação por superfaturamento em aterro

Senador Nelsinho Trad teve ação de improbidade por suspeita de direcionamento e superfaturamento na construção do aterro sanitário arquivada pelo TRF3 (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou três embargos de declaração do Ministério Público Federal contra o arquivamento de ação por improbidade administrativa decorrente da construção do aterro sanitário Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande. Com a decisão, por unanimidade, os desembargadores o senador Nelsinho Trad (PSD), o ex-secretário municipal de Infraestrutura, João Antônio De Marco, e outros, livres da denúncia de superfaturamento e direcionamento na obra.

Ler mais

Mandetta fica atrás até de Cabo Daciolo em pesquisa e União Brasil já cogita trocá-lo por Moro

União Brasil deve retirar candidatura de Mandetta para apoiar Sergio Moro nas eleições de 2022 (Foto: Arquivo)

Nova pesquisa do PoderData mostra o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM) atrás até do Cabo Daciolo (Brasil 35), polêmico candidato a presidente da República em 2018. Com o democrata patinando nas pesquisas, a União Brasil, que será criado com a fusão do DEM com o PSL, já cogita trocá-lo pela candidatura do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (Podemos).

Ler mais

Réus admitem calote de R$ 48,8 milhões em 50 mil clientes e vão a julgamento em março por golpe

Máquinas de mineração de bitcoins no Paraguai que a Minerworld alega ter (Foto: Reprodução)

Réus por dar golpe em 50 mil pessoas prometendo lucro de 100% vão a julgamento na 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, de Campo Grande. Para contestar o valor da ação de R$ 300 milhões, estipulado pelo Ministério Público Estadual, a Minerword admite que deu calote de R$ 48,864 milhões nos clientes.

Ler mais

Primeira-dama descarta ser vice de Riedel e diz que PSD terá candidato ao Governo

Primeira-dama contestou balão de ensaio do PSDB de que poderá ser vice de tucano em 2022 (Foto: Divulgação)

A primeira-dama de Campo Grande, Tatiana Trad, descartou, em comunicado divulgado nas redes sociais, que cogita ser candidata a vice-governadora na chapa do secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel (PSDB). “Vou continuar caminhando ao lado do meu esposo e o PSD terá candidato ao Governo do Estado”, afirmou, reforçando as especulações de que Marquinhos Trad vai renunciar ao mandato de prefeito para disputar o cargo de governador em 2022.

Ler mais

Justiça absolve empresário e contador pela sonegação de R$ 5,1 milhões da Bigolin

Bigolin se livrou de ação na Justiça federal por sonegação de impostos que cobrava R$ 5,1 milhões referente a maio de 2011 (Foto: Arquivo)

Em sentença da 5ª Vara Federal de Campo Grande, publicada nesta quarta-feira (24), o empresário Roberto Bigolin e o contador Avelino Alves foram absolvidos pela sonegação de R$ 5,1 milhões em tributos federais da Bigolin. Esta é a primeira boa notícia do grupo, que teve a falência decretada pela Justiça estadual pela segunda vez em agosto deste ano. Os bens móveis e imóveis vão a leilão no início de 2022 para quitar os débitos de mais de R$ 116 milhões com os credores.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑