Categoria: Campo Grande (page 1 of 99)

Com respaldo do TJ, prefeitura constrói última estação no corredor de ônibus da Brilhante

Obra foi reiniciada mais de um ano e meio depois de ser desfeita (Foto: O Jacaré)

Com aval do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, a Prefeitura de Campo Grande iniciou, nesta semana, a construção da última estação de embarque e desembarque de passageiros do corredor do transporte coletivo da Rua Brilhante. A obra ficou suspensa por mais de ano após o posto de combustível ingressar com pedido de tutela de urgência para suspender a construção do ponto de ônibus.

Ler mais

Entidades afirmam que exame toxicológico é “inconcebível, absurdo e criminaliza” professor

Presidente da Fetems, Jaime Teixeira, cutuca e diz que vereador deveria ser o primeiro a fazer exame toxicológico para detectar drogas ilícitas (Foto: Arquivo)

Entidades dos trabalhadores em educação reagiram ao projeto de lei do vereador Tiago Vargas (PSD), que obriga a realização de exame toxicológico para detectar drogas ilícitas anual nos professores da rede municipal de ensino. A proposta foi classificada como “absurda”, “inconcebível” e que “criminaliza” os docentes. “É perda de tempo e dinheiro ter um vereador fazendo projeto desse tipo”, criticou Jaime Teixeira, presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul).

Ler mais

Na onda bolsonarista: vereador quer exigir exame toxicológico anual de professores

Bolsonarista, Tiago diz que eleitores cobraram projeto para realizar teste toxicológico em professores (Foto: Divulgação)

A ofensiva dos aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra os professores chegou a Campo Grande. O vereador Tiago Vargas (PSC) apresentou polêmico projeto de lei para exigir exame toxicológico anual dos cerca de 5 mil professores da rede municipal de ensino. Parlamentares bolsonaristas já apresentaram propostas com o mesmo objetivo em outros estados e na Câmara dos Deputados.

Ler mais

Relator nega censura e mantém vídeo de vereador com críticas a Reinaldo

Governador Reinaldo Azambuja tenta tirar vídeo de rede social, mas já são três meses no ar. (Foto: Chico Ribeiro)

O desembargador Marcelo Câmara Rasslan votou contra o pedido do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para tirar do ar vídeo do vereador Tiago Vargas (PSD). Ao criticar blitz no período da manhã, o parlamentar chamou o tucano de “corrupto, bandido e canalha”. Rasslan é relator do agravo de instrumento em que o governador tenta remover a gravação das redes sociais.

Ler mais

Resende chama bolsonaristas de “fascistas e nazistas” e tumulto encerra audiência pública

Grupo protestou contra passaporte da vacina e enfrentou a fúria de secretário estadual de Saúde: “nazistas e fascistas não passarão” (Foto: Reprodução)

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, enfrentou, na tarde desta segunda-feira (27), os bolsonaristas, que protestavam contra a criação do passaporte da vacina em Campo Grande. Durante debate na Câmara Municipal, o tucano se exaltou e chamou os protestantes de “fascistas e nazistas”. O grupo reagiu e o tumulto levou ao encerramento da audiência pública na Câmara dos Vereadores.

Ler mais

Juiz acaba com privilégio e manda condomínios, supermercados e hotéis pagarem taxa de esgoto

Comper ganhou na Justiça e não pagava taxa de esgoto desde 2002, enquanto o resto da população se sacrifica para pagar a tarifa incluída na conta de água (Foto: Arquivo)

Em sentença publicada nesta segunda-feira (27), o juiz Ariovaldo Nantes Corrêa, da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, acaba com privilégio de quase 20 anos e determina o pagamento da tarifa de esgoto por hotéis, condomínios de alto padrão e supermercados da Rede Comper. Eles eram isentos do pagamento da taxa, que representa 70% da conta de água, e acabavam recebendo gratuitamente pelo serviço pago por aproximadamente 230 mil imóveis na Capital.

Ler mais

MPE ganha “aval” do STJ para incluir multa e ampliar bloqueio de acusados de corrupção

MPE pediu bloqueio de R$ 140 milhões em processso por corrupção na obra do Aquário, mas valor caiu para R$ 10,7 milhões. (Foto: Arquivo)

O MPE (Ministério Público Estadual) agora conta com mais uma “arma” para ampliar bloqueios de valores de denunciados por corrupção em Mato Grosso do Sul. A Primeira Seção do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu que “é possível a inclusão do valor de eventual multa civil na medida de indisponibilidade de bens decretada na ação de improbidade administrativa”.

Ler mais

Vai melar? PGR opina pela anulação da reeleição de Carlão como presidente da Câmara

Ronilço Guerreiro, 3º secretário, e Carlão, presidente, foram reeleito sem amparo da Constituição, segundo MPF (Foto: Arquivo)

O procurador-geral da República, Augusto Aras, opinou pela procedência parcial da ação do Partido Verde para anular a reeleição do vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), como presidente da Câmara Municipal de Campo Grande. A recondução dos membros da mesa diretora para o mesmo mandato é inconstitucional e ilegal.

Ler mais

Nelsinho é condenado por desapropriar e pagar por 19 lotes que não eram de ex-vereador

Senador Nelsinho Trad deverá ressarcir, junto com casal de professores, valor pago pela prefeitura por terreno desapropriado em 2010 (Foto: Arquivo)

O juiz Ariovaldo Nantes Corrêa, da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, condenou o senador Nelsinho Trad (PSD) e o ex-vereador João Samper Del Horno e anulou o decreto de desapropriação de 19 lotes no Jardim Noroeste. O dono do antigo Colégio Latino Americano recebeu a indenização, apesar de não ser o real proprietário dos terrenos.

Ler mais

Consórcio pede recálculo imediato para incluir ISS e elevar tarifa de ônibus a R$ 5,23

Além da superlotação, usuário ainda pode pagar caro pelo transporte coletivo (Foto: Arquivo/Richelieu de Carlo Pereira)

O Consórcio Guaicurus insiste na Justiça para que obrigue a Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Delegados) a promover recálculo imediato na tarifa do transporte coletivo de Campo Grande. As empresas de ônibus querem a inclusão do ISS (Imposto Sobre Serviços), que voltou a ser cobrado no ano passado, e lutam para elevar o valor atual de R$ 4,20 para R$ 5,23.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑