Tag: 1ª câmara cível do tjms (page 1 of 2)

Com voto de ex-presidente, TJ cancela bloqueio de R$ 101 mi de senador por corrupção no lixo

Desembargador Divoncir Schreiner Maran votou pela liberação total dos bens e contas bancárias de Nelsinho, mas manteve o sequestro da fazenda de R$ 29,2 milhões (Foto: Arquivo)

Pelo placar de 2 a 1, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu, nesta terça-feira (15), o bloqueio de R$ 101,576 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD). O voto decisivo para pôr fim ao sequestro decretado há dois anos foi do ex-presidente da corte, desembargador Divoncir Schreiner Maran. Com base em investigação da Polícia Federal, o Ministério Público Estadual acusa o ex-prefeito da Capital de ter recebido R$ 50,788 milhões em propinas da Solurb.

Ler mais

STJ nega agravo e mantém empresa acusada de comprar vereadores réu na Coffee Break

Ministra Assusete Magalhães negou, junto com o voto de quatro ministros, agravo da Mil Tec (Foto: Arquivo)

A 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negou agravo interno e manteve a Mil Tec Tecnologia da Informação como réu na ação de improbidade administrativa na Operação Coffee Break. A empresa fundada por João Roberto Baird, o Bill Gates Pantaneiro, é acusada de ter pago propina a vereadores para cassarem o mandato de Alcides Bernal (Progressistas) na madrugada do dia 13 de março de 2014.

Ler mais

Em meio a escândalos do lixo, TJ pode suspender bloqueio de Nelsinho e ex-secretário

1ª Câmara Cível do TJMS conclui amanhã julgamento de recurso e pode liberar totalmente bens de senador em ação de improbidade na coleta do lixo (Foto: Arquivo)

Em meio aos escândalos de corrupção envolvendo o contrato bilionário da coleta do lixo, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul deve suspender, nesta terça-feira, o bloqueio de R$ 101,5 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD), do ex-secretário municipal de Meio Ambiente, Marcos Antônio de Moura Cristaldo, e da Financial Construtora, detentora de 50% da Solurb. Os acusados estão com bens e contas bancárias sequestradas há quase dois anos, desde 26 de junho de 2019.

Ler mais

Pasmo com enxurrada de ações contra senador, Lós quer liberar R$ 101 mi e bloquear só fazenda

Desembargador João Maria Lós em vídeo divulgado em 2020, quando presidia o Tribunal Regional Eleitoral.

A 1ª Câmara Cível do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) deu mais um passo hoje para desbloquear R$ 101,5 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD), da Financial Construtora e do ex-secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Marcos Cristaldo. No mês de março, o relator Geraldo de Almeida Santiago havia proferido voto para que o bloqueio fosse reduzido, excluindo multa civil de R$ 50,7 milhões.

Ler mais

Turma do TJMS nega recurso e mantém demissão de policial famoso por criticar corruptos

Tiago Vargas (PSD) pretende recorrer para recuperar o cargo de agente da Polícia Civil (Foto: Divulgação)

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou, por unanimidade, o agravo interno e manteve a demissão de Tiago Henrique Vargas do cargo de policial civil. Famoso por criticar políticos corruptos e o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ele foi demitido após queixa do ex-vereador Dr. Lívio (PSDB). No ano passado, o ex-policial foi eleito vereador mais votado de Campo Grande.

Ler mais

TJ condena editor de O Jacaré a pagar R$ 10 mil por ofensa à honra de Nelsinho

TJ aceitou recurso de Nelsinho, que se diz cotado para ser ministro de Jair Bolsonaro, e condenou editor de O Jacaré por dano moral (Foto: Arquivo)

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) condenou o jornalista Edivaldo Bitencourt, editor de O Jacaré, a pagar indenização de R$ 10 mil por ofensa à honra do senador Nelsinho Trad (PSD).

Ler mais

TJ livra André, Baird, Lorenzetto e Cance de pagar R$ 25 milhões por contratos com a Mil Tec

André, Lorenzetto e Baird se livram de ação de improbidade pelos contratos de informática no TJMS (Foto: Arquivo)

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul acatou recursos da defesa e rejeitou a ação por improbidade administrativa em decorrência de indícios de superfaturamento, direcionamento e outras irregularidades no contrato com a Mil Tec Tecnologia, sucessora da Itel Informática. Com a decisão, os desembargadores livraram o ex-governador André Puccinelli (MDB), o poderosíssimo empresário João Roberto Baird, o Bill Gates Panteiro, o ex-secretário estadual de Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto, e o adjunto do fisco, André Luiz Cance.

Ler mais

Empossado vereador, Tiago apela à Justiça para suspender demissão da Polícia Civil

Vargas assumiu o primeiro mandato de vereador na Câmara da Capital (Foto: Divulgação)

O vereador Tiago Vargas (PSD) manteve o apelo ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul para suspender a demissão da Polícia Civil em julho do ano passado. Famoso por criticar políticos corruptos e o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ele se tornou alvo de 10 sindicâncias, chegou a ser transferido para o interior e demitido há cerca de seis meses.

Ler mais

Após apenso secreto da Omertà, TJ mantém bloqueio de R$ 101,5 milhões de Nelsinho

Turma nega, por unamidade, primeiro julgamento feito após revelação de suposta compra de sentença por senador (Foto: Arquivo)

No primeiro julgamento após a revelação do apenso secreto da Operação Omertà, de que houve suposta proposta de compra de sentença, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul manteve o bloqueio de R$ 101,576 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD). Ele é acusado de ter recebido propina e comprado fazenda de 8,7 mil hectares para beneficiar a Solurb na licitação da coleta do lixo, realizada em 2012.

Ler mais

Desembargador cita dignidade e suspende bloqueio de R$ 190 mi em esquema de propina da JBS

Desembargador acatou pedido de Antônio Celso Cortez, que alegou demência para não ser julgado em ação na área criminal (Foto: Arquivo)

Por temer danos irreparáveis e pela “dignidade da pessoa humana”, o desembargador Geraldo de Almeida Santiago, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, suspendeu o bloqueio de R$ 190,333 milhões do ex-governador André Puccinelli (MDB), empresários e empresas. A decisão acatou pedido do empresário Antônio Celso Cortez, dono da PSG Tecnologia Aplicada, que, para escapar da ação na Operação Lama Asfáltica, alegou demência em maio do ano passado.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑