Autor: O JACARÉ

Após sumiço de mil vacas, disputa é resolvida com multa e decisão judicial

A Justiça determinou que um fazendeiro apresente, em 10 dias, mil cabeças de gado ou terá de pagar multa de R$ 15 mil por dia. A decisão diz respeito a um contrato de arrendamento, onde o fazendeiro fez parceria com um empresário e deveria ter entregue fêmeas, como parte do acordo.

Ler mais

Sambou: Colunista perde cargo após ser flagrado no Rio durante expediente

Divulgação

Acabou-se o que era Dácio

Durou pouco a gestão de glamour e luxo do colunista social Dácio Côrrea no Centro Cultural Multiuso João Renato Pereira Guedes “Picolé”. Após ser flagrado no Rio de Janeiro quando deveria estar trabalhando, o servidor/colunista pediu seu afastamento.

Sua nomeação foi divulgada no dia 20 de fevereiro. Com o Diário Oficial em mãos, Dácio resolveu dar uma esticadinha no Rio de Janeiro, aproveitar o carnaval, que ninguém é de ferro. Não contava ser flagrado no aeroporto. Quando questionado pelo jornalista Celso Bejarano, do Midiamax, se estava em Campo Grande, não titubeou: “Claro, querido”, mesmo seu celular estando em roaming em terras cariocas.

Ler mais

EXCLUSIVO – Diárias, horas extras e denúncia na TV: os bastidores da queda na Agepen

Diárias e devoluções de dinheiro motivaram queda de diretor da Agepen

 

Pagamento de horas extras, devolução de dinheiro e ameaças a servidores motivaram a operação do Gaeco que investigou a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) no mês de janeiro. Os fatos culminaram na demissão do diretor-presidente do órgão, o juiz aposentado Ailton Stropa.

A investigação teve início após denúncia anônima enviada para a DECO (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) em 20 de junho de 2016, que citava o pagamento de hora extra aos servidores da Agepen. Eles teriam realizado o curso, mas os diretores estavam cobrando a devolução do dinheiro para “cobrir as despesas” do evento. No e-mail, o denunciante diz que tem medo de devolver o valor e ter de explicar a razão do pagamento, já que deveria devolver em dinheiro vivo a um dos diretores. O valor cobrado era de R$ 522 de cada aluno. Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑