Tag: fábio trad (page 1 of 8)

Apenas Trutis não votou projeto que limita em 17% ICMS sobre combustíveis e energia

Deputado chegou a justificar porque não apoia a proposta, mas repercussão negativa fez reagir com ataques à publicação do resultado da votação na Câmara dos Deputados (Foto: Arquivo/Agência Câmara)

Somente o deputado federal Loester Trutis (PL) não votou o projeto que reduz a 17% a alíquota do ICMS sobre combustíveis, telecomunicações, energia e transporte público. Na primeira votação na Câmara, a bancada federal sul-mato-grossense havia se dividido ao meio, mas desta vez a proposta contou com a aprovação de sete dos oito deputados federais, conforme o site da Câmara dos Deputados.

Ler mais

Fábio, Dr. Ovando, Trutis e Vander assinam PEC que cobra mensalidade em universidades

Dos quatro que assinaram, Fábio diz que foi para PEC tramitar e Vander diz que assinou por engano (Foto: Arquivo)

Quatro deputados federais de Mato Grosso do Sul – Fábio Trad (PSD), Dr. Luiz Ovando (PP), Loester Trutis (PL) e Vander Loubet (PT) – assinaram a PEC 206/2019, que prevê a cobrança de mensalidade em universidades públicas. Apesar de terem endossado a apresentação da Proposta de Emenda à Constituição, Trad e Loubet afirmaram que defendem a permanência da gratuidade do ensino superior.

Ler mais

Tereza, Trutis, Beto e Ovando não votam projeto que reduz ICMS sobre combustíveis e energia

Candidata a senadora, ex-ministra não votou o projeto que reduz para 17% ICMS sobre os combustíveis e energia. Proposta poderia reduzir gasolina em até R$ 0,75 (Foto: Arquivo)

Quatro deputados federais de Mato Grosso do Sul – Tereza Cristina (PP) e Dr. Luiz Ovando, do PP, Beto Pereira (PSDB) e Loester Trutis (PL) – não participaram da votação do projeto que reduz o ICMS sobre combustíveis, comunicações e energia. A proposta os considera como produtos essenciais e limita a alíquota em 17%, o que poderia reduzir o preço da energia elétrica, que chega a pagar até 25%, e da gasolina, com 30%.

Ler mais

Aliados de Bolsonaro exaltam “liberdade” com perdão, Simone e Fábio acusam “golpe”

Presidente concedeu perdão a deputado e o livrou da condenação de oito anos e nove meses imposta pelo STF (Foto: Arquivo)

Os aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL) ficaram eufóricos e classificaram como vitória da “liberdade de expressão” a graça concedida ao deputado federal Daniel Silveira (PTB), do Rio de Janeiro, condenado a oito anos e nove meses pelo Supremo Tribunal Federal por atentado contra a democracia. A presidenciável Simone Tebet (MDB) e o deputado federal Fábio Trad (PSD) acusaram “golpe” a democracia.

Ler mais

Lançado pelo PSD, Marquinhos afina discurso para se contrapor a André, Rose e Reidel

Marquinhos critica estratégia do PSDB de pregar dificuldades por oito anos e só realizar boas ações no último ano de governo e visando as eleições (Foto: Divulgação)

Oficializado como pré-candidato a governador de Mato Grosso do Sul em encontro estadual do PSD, Marquinhos Trad (PSD) começou a afinar o discurso para se contrapor aos principais adversários, como o ex-governador André Puccinelli (MDB), a deputada federal Rose Modesto (União Brasil) e ao secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel (PSDB). Ele vai enfatizar o fato de ser ficha limpa, ter experiência e não apresentar boas ações apenas em ano eleitoral.

Ler mais

Beto Pereira e Fábio Trad são os únicos a aprovar legalização do jogo do bicho e bingos

Beto Pereira foi o único parlamentar do PSDB a votar projeto que legaliza jogo do bicho, bingos e cassinos no Brasil (Foto: Agência Câmara dos Deputados)

Apenas dois deputados federais de Mato Grosso do Sul, Beto Pereira (PSDB) e Fábio Trad (PSD), votaram a favor do projeto de lei que legaliza o jogo do bicho e permite a retomada dos bingos e cassinos no Brasil. A proposta foi aprovada por 246 a 202 votos na sessão desta quarta-feira (23) da Câmara dos Deputados. Seis parlamentares sul-mato-grossenses foram contra o projeto.

Ler mais

Bia, Ovando e Trutis votam a favor de “pacote veneno”; quatro deputados foram contra

Médico, defensor da cloroquina e contra vacinação de crianças contra covid-19, Dr. Luiz Ovando votou a favor do projeto chamado de “pacote veneno” (Foto: Arquivo)

Três deputados federais de Mato Grosso do Sul – Bia Cavassa (PSDB), Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, ambos do PSL – votaram a favor do Projeto de Lei 6.299, de 2002, que flexibiliza os critérios de controle e legaliza a produção de agrotóxicos genéricos no Brasil. Quatro parlamentares foram contra o “pacote veneno”, como passou a ser chamado pelos ambientalistas e pela oposição.

Ler mais

Mudança pode sepultar mais 15 ações e livrar de vereador a juiz de devolver dinheiro público

Dr. Jamal pode se beneficiar de afrouxamento nas regras de combate ao desvio do dinheiro público (Foto: Arquivo)

As mudanças na Lei de Improbidade Administrativa, aprovada por seis deputados federais e um senador de Mato Grosso do Sul e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), podem levar a extinção de mais 15 denúncias. O afrouxamento das regras de combate à corrupção deve livrar de vereador, ex-secretário municipal, policiais militares e juiz de ressarcirem os cofres públicos do dinheiro desviado.

Ler mais

Gasto de deputados em 10 meses já supera total de 2021; Trutis é o campeão no uso da cota

Os maiores gastadores foram Trutis, Dagoberto e Beto Pereira: parlamentares antecipam o fim da crise e elevam gasto com o dinheiro do povo (Foto: Arquivo)

O gasto dos deputados federais de Mato Grosso do Sul já supera em 12% o total da cota parlamentar utilizado no ano passado. De janeiro a outubro deste ano, os oito parlamentares gastaram R$ 2,619 milhões, enquanto em todo o ano de 2020, o montante ficou em R$ 2,326 milhões. Eleito com o discurso de fazer a diferença e combater a velha política, Loester Trutis (PSL) é o campeão absoluto em gastos.

Ler mais

Dagoberto, Vander e Beto derrubam veto e ressuscitam fundo eleitoral de R$ 5,7 bi

Fábio, Dr. Luiz Ovando, Loester e Rose votaram pela manutenção do veto e pelo fundo de R$ 2,1 bilhões nas eleições de 2022 (Foto: Arquivo)

Três dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul – Beto Pereira (PSDB), Dagoberto Nogueira (PDT) e Vander Loubet (PT) – ajudaram a derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro (PL) e voltaram a ressuscitar o Fundo Especial Eleitoral de R$ 5,7 bilhões para as eleições de 2022. Quatro deputados estaduais votaram pela manutenção do veto, o que significava o fundo de R$ 2,1 bilhões.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑