MS

Ensaísta cita ministra alemã para criticar elite brasileira que é contra ajudar os mais pobres

No artigo “7 a 1: Angela Merkel e sua lição para a elite brasileira”, o economista e ensaísta Albertino Ribeiro recorre ao exemplo da primeira-ministra alemã para criticar a elite brasileira de ser contra ajudar os mais pobres. Ele também critica o ministro da Economia, Paulo Guedes, e a direita brasileira, que não gostam destinar parte do orçamento para o social.

“Contrapondo-se ao pensamento que domina o cérebro reptiliano da elite brasileira, a estadista serve de exemplo, pois, mesmo sendo de direita – do partido da União Democrata-Cristã – , a primeira ministra, que é também cientista, nunca foi contra as políticas sociais do Estado alemão que, diga-se de passagem, é bem generosa e representa 25,1% do PIB”, pontua.

Veja mais:

Economista vê uma luz no fim do túnel com o “capitalismo evoluído da Magazine Luíza”

Economista detona “Véio da Havan” por considerar filantropia a geração de empregos

Ensaísta questiona: não seria melhor Inteligência Artificial no lugar de André Mendonça no STF

Mesmo sendo a favor do novo valor do Bolsa Família, que será de R$ 400 e mudará para Auxílio Brasil, ele critica o ministro da Economia. “É asqueroso ver a demagogia da pessoa que, sabidamente odeia os pobres, fingindo ir contra suas convicções ideológicas (austeridade fiscal e ausência do Estado), apresentando-se como defensor do combate à pobreza. Suas palavras vazias, não conseguiram disfarçar que a finalidade do auxílio é meramente eleitoreira”, frisou.

E para concluir, Ribeiro cita uma frase do Papa Francisco, de que cuidar dos pobres é o centro do Evangelho e não coisa de comunista.

Confira o artigo:

“7 a 1: Angela Merkel e sua lição para a elite brasileira

Albertino Ribeiro

Na última sexta-feira, a primeira ministra alemã, Angela Merkel, foi homenageada em reunião na cúpula Europeia. Homenagem justa para uma líder que se despede do comando da Alemanha depois de 16 anos, deixando o país europeu em lugar de destaque, sendo a maior economia da Europa e a 4ª maior do planeta.

Contrapondo-se ao pensamento que domina o cérebro reptiliano da elite brasileira, a estadista serve de exemplo, pois, mesmo sendo de direita – do partido da União Democrata-Cristã – , a primeira ministra, que é também cientista, nunca foi contra as políticas sociais do Estado alemão que, diga-se de passagem, é bem generosa e representa 25,1% do PIB.

Como se não bastasse o investimento social dentro de suas fronteiras, no advento da crise dos refugiados, a cientista fervorosa também foi a primeira líder europeia a aceitar a imigração dos refugiados, mostrando que ter gesto humano não é ser comunista, mas é uma atitude cristã; algo diametralmente oposto ao pensamento daqueles que ocupam as cadeiras de Brasília cujas ações se assemelham mais a Mefistófeles.

Recentemente, assistimos ao pronunciamento que o ministro Paulo Guedes fez para defender o valor de R$ 400 do novo Bolsa Família (Auxílio Brasil). Não tenho nada contra o valor; entendo que nesse momento em que as pessoas estão catando comida no lixo para sobreviver, toda ajuda é bem-vinda.

Entretanto, é asqueroso ver a demagogia da pessoa que, sabidamente odeia os pobres, fingindo ir contra suas convicções ideológicas (austeridade fiscal e ausência do Estado), apresentando-se como defensor do combate à pobreza. Suas palavras vazias, não conseguiram disfarçar que a finalidade do auxílio é meramente eleitoreira.

Já passou a hora de a direita brasileira ser mais pragmática e deixar de ser mesquinha. Incluir o pobre na equação é fundamental para a sobrevivência do capitalismo. Foi dessa forma que a direita alemã sempre agiu, dando o exemplo a ser seguido.

“Cuidar dos pobres, estar com eles, não é ser comunista, este é o centro do evangelho: seremos julgados por isso”. “

(*) Albertino Ribeiro é economista, ensaísta e analista de informações socioeconômicas do IBGE
Compartilhar
Publicado por
Especial para O Jacaré

Posts recentes

  • MS

Escândalo do lixo: ação por peculato contra Nelsinho e ex-deputada vai à Justiça estadual

Senador vai ser julgado por uma das varas criminais de Campo Grande no escândalo do… Ler mais

01/12/2021
  • MS

Escândalo: Governo gastou meio milhão em máscaras que não serviram para médicos, diz CGU

Hospital Regional Rosa Pedrossian é referência para tratamento da covid em MS. (Foto: Arquivo) O… Ler mais

01/12/2021
  • MS

Empresa fundada em janeiro investe R$ 550 milhões e fica com 32% da Águas Guariroba

IFIN Participações declarou ter capital social de R$ 1 mil e vai ter direito aos… Ler mais

01/12/2021
  • MS

Turma do retrocesso: quatro deputados e Nelsinho aprovam “Orçamento Secreto”

Beto Pereira, Trutis e Dr. Luiz Ovando aprovaram o projeto do "Orçamento Secreto", que libera… Ler mais

30/11/2021
  • MS

TJ anula liminar e manda pagar aposentadoria de R$ 25,3 mil a assessor de Paulo Corrêa

Rodrigo Machado, ao lado de Paulo Corrêa e do governador de MS, vai voltar a… Ler mais

30/11/2021
  • MS

Lula lidera com 37,26% em MS, contra 30,79% de Bolsonaro; Simone fica em 8ª na espontânea

Lula assumiu a liderança da pesquisa no Estado, ao lado do presidente francês, Emmanuel Macron… Ler mais

30/11/2021

This website uses cookies.