Rodrigo Pacheco fica na frente de Simone em nova pesquisa da XP (Foto: Arquivo)

Pesquisa do Ipespe/XP mostra o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 3%, e a senadora Simone Tebet (MDB) com 1%, atrás dos principais concorrentes a ser o representante da 3ª via. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera os dois cenários, com 41% e 42%, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) varia entre 25% e 28%.

Considerada a pesquisa do mercado financeiro, a sondagem da Ipespe testou dois cenários, mas não fez simulações de segundo turno com os sul-mato-grossenses. No último levantamento, o instituto tinha ignorado Simone, que voltou a ter o nome cogitado para ser lançado como candidata a presidente da República pelo MDB.

Veja mais:

XP/Ipespe ignora Simone e mostra Mandetta com 4%; ex-ministro vence Bolsonaro no 2º turno

Mandetta fica em 4º lugar e bate Datena e candidatos a presidente do PSDB em 2022, diz XP/Ipespe

Mandetta tem 1% e perderia no 2º turno para Lula por 60% a 12%, diz pesquisa do DEM

No primeiro cenário, conforme a Ipes, Lula tem 42%, contra 28% de Bolsonaro, 11% do ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), 4% do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), 3% de Mandetta, e 2% do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD).

Neste cenário, Bolsonaro segue favorito para disputar o segundo turno com Lula nas eleições de 2022. Mandetta poderia ser o candidato a vice-presidente na chapa de Ciro, como representante do agronegócio.

No segundo cenário, Lula tem 41%, contra 25% de Bolsonaro. O pelotão de um dígito tem Ciro Gomes com 9%, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (Podemos), com 8%, e três empatados com 3%, Mandetta, o apresentador da Band, José Luiz Datena (PSD), e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

Pacheco ficaria com 2%, na frente de Simone, com 1%. A pesquisa Ipespe mostra que, por enquanto, o destaque da senadora na CPI da Covid do Senado não se converteu em votos ou simpatia junto ao eleitorado.

O Ipespe não incluiu Simone nem Mandetta nas simulações de segundo turno. Lula venceria Bolsonaro (50% a 32%), Moro (52% a 34%), Ciro (49% a 29%), Doria (51% a 27%) e Leite (50% a 28%).

Bolsonaro perderia para os oponentes da terceira via, como Ciro (34% a 44%), Doria (35% a 40%) e Leite (34% a 37%).

O levantamento ouviu 1.000 eleitores entre os dias 25 e 28 de outubro deste ano em todos os estados. A margem de erro é de 3,2% para mais ou menos.