O ex-governador André Puccinelli (MDB) e o ex-prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), estão empatados tecnicamente em primeiro lugar na disputa do Governo do Estado, de acordo com levantamento do Novo Ibrape. O ex-secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel (PSDB), superou, pela primeira vez, a deputada federal Rose Modesto (União Brasil). Esta é a primeira sondagem divulgada pelo instituto, que “escondeu” os resultados das pesquisas registradas em abril e maio.

De acordo com a pesquisa, divulgada nesta quinta-feira (23) pelo Campo Grande News, André tem 22,1%, contra 21,5% de Marquinhos. Riedel tem 13,7%, empatado tecnicamente, mas na frente de Rose, com 12%. Como a margem de erro do instituto é de 1,8%, o emedebista está empatado com o ex-prefeito, enquanto o candidato de Reinaldo Azambuja (PSDB) com a deputada.

Veja mais:

Tereza amplia vantagem em 1º e juiz Odilon e Mandetta empatam em 2º lugar, segundo IBP

Marquinhos lidera, André cai; Rose e Riedel sobem e embolam disputa pelo 2º lugar, diz IBP

Marquinhos lidera na Capital e André no interior; conheça os detalhes da pesquisa em MS

O deputado estadual Capitão Contar (PRTB) está com 6,6%, seguido pela advogada Giselle Marques (PT) com 2,1%. A professora Luhhara Arguelho (PSOL) não pontuou. Conforme o levantamento, 9,9% não votariam em ninguém  e 12,1% estão indecisos.

O Novo Ibrape ouviu 3 mil eleitores entre os dias 14 e 19 deste mês em 28 municípios. A margem de erro é de 1,8%. Os números do registro na Justiça Eleitoral são MS-06447/2022 e BR-0851/2022.

Contrariando a regra adotada no jornalismo, o Campo Grande News destacou a taxa de rejeição dos candidatos. Puccinelli é o mais rejeitado, com 26,4%, seguido por Marquinhos com 11,7%, por Contar com 9,3%, Rose com 5,9%, Riedel com 4,9%, Giselle com 4,3% e Luhhara com 1,3%.

O instituto Novo Ibrape registrou três pesquisas neste na Justiça Eleitoral, mas não divulgou os números de abril e maio. O Campo Grande News até destacou que o candidato tucano subiu, mas não deu detalhes de quanto foi a evolução.

Conforme o registro feito no Tribunal Regional Eleitoral, a pesquisa deveria ser divulgada na segunda-feira (20), mas o levantamento só veio a público nesta quinta-feira.

Instituto registrou mas não divulgou os levantamentos em abril e maio deste ano (Foto: Reprodução)

Os números de André e Marquinhos coincidem com a pesquisa do IBP, divulgada pelo O Jacaré nesta quarta-feira. O ex-prefeito lidera com 20,3%, seguido por André com 19,5%, Rose com 16,4%, Riedel com 16,1%, Contar com 6,2%, Giselle com 1,30% e Luhhara com 0,20%.