Simone deve ser anunciada oficialmente como nome da terceira via (Foto: Divulgação)

Definida como candidata do centro democrático, formado pelo PSDB, MDB e Cidadania, a senadora Simone Tebet (MDB) passou de 1% para 2%, segundo pesquisa do Ipespe, divulgada nesta sexta-feira (20) pela XP Investimento. Preterido pela emedebista, o ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), passou de 3% para 4%. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera o levantamento com 44%.

Realizada entre os dias 16 e 18 deste mês, a pesquisa foi realizada por telefone com 1 mil eleitores e tem margem de erro de 3,2%. O número do registro no Tribunal Superior Eleitoral é de BR-08011/2022.

Veja mais:

PSDB, MDB e Cidadania decidem rifar Doria e lançar Simone como candidata a presidente

Com Doria quase fora do páreo, Aécio diz que Simone não é adequada para liderar 3ª via

Simone diz que será candidata se for “escolhida” por pesquisa mesmo sem aval de Doria

No cenário estimulado, Lula segue com 44%, enquanto presidente Jair Bolsonaro (PL) continua com 32%. O ex-ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes (PDT), tem 8%, seguido por Doria, com 4%, pelo deputado federal André Janones (Avante) e Simone com 2%, Felipe D’Ávila (Novo) e Eymael (DC) não pontuaram. Nulos e brancos seriam de 6%, contra 2% dos indecisos.

Nas variações, apenas Simone e Doria que variaram dentro da margem de erro. O tucano passou de 3% para 4%, enquanto a senadora subiu de 1% para 2%. Na prática, permanece o cenário de empate técnico na lanterna.

Na espontânea, Lula lidera com 39%, seguido por Bolsonaro com 29%, Ciro com 3%, Doria com 2%, Janones e Simone possuem 1%. Nulos e brancos somam 9%, enquanto os indecisos somam 16%.

No detalhemento da pesquisa, Simone tem 2% entre os eleitores do sexo masculino e feminino. Lula tem 47% contra 26% de Bolsonaro entre as mulheres. Já entre os homens, o petista fica com 40% contra 39% do presidente.

A emedebista obtém 1% entre os eleitores jovens de 16 a 34 anos e obtém 2% entre o grupo de 35 a 54 anos. Entre os eleitores mais velhos, com mais de 55 anos, ela fica com 4%, conforme o Ipespe.

Considerando-se a escolaridade do eleitor, Simone fica com 1% aqueles com nível fundamental e médio. Doria fica com 4% no primeiro grupo e 3% no segundo. Já entre os brasileiros com nível superior, a emedebista atinge 5% e supera o tucano, que fica com 3%.

Já nas regiões Norte e Centro-Oeste, Simone ficou com 2%, enquanto Lula fica com 42% contra 37% de Bolsonaro. A emedebista não pontua no Nordeste, onde o petista lidera com 58%, contra 20% do atual presidente. No Sudeste, maior colégio eleitoral do País, Simone obtém 3%, enquanto Lula fica com 39% contra 34% de Bolsonaro. Na região Sul, ela fica com 1%, contra 44% de Bolsonaro e 31% de Lula.

Bolsonaro está entre 32 e 33 na pesquisa do Ipespe (Foto: Divulgação)

Exame

Pesquisa do Instituto Ideia, divulgada pela revista Exame, mostra cenário semelhante. Realizada com 1.500 eleitores entre os dias 14 e 19 deste mês, registrada com o número BR-01734/2022, a pesquisa mostra Lula com 41%, contra 32% de Bolsonaro, 9% de Ciro, 2% de Doria, 1% de Simone, Janones, Felipe D’Ávila e Sofia Manzano (PCB), 0,4% de Eymael, 0,3% de Vera Lúcia (PSTU), 0,2% de Pablo Maede, 0,1% de Leonardo Péricles (UP) e 0,1% de Luciano Bivar (União Brasil). Nulos e brancos somam 4%, enquanto indecisos seriam 8%.

Na simulação com o ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) no lugar de Doria, o tucano fica com 3%, enquanto Lula fica com 40% e Bolsonaro 33%. Simone segue com 1%.

O ex-presidente Lula casou com a socióloga Janja nesta semana (Foto: Divulgação)