Simone Tebet brilhou na CPI da Covid, mas ainda não conseguiu converter desempenho em votos (Foto: Arquivo)

A senadora Simone Tebet (MDB) continua sem empolgar o eleitorado brasileiro como candidata a presidente da República. Em duas novas pesquisas, divulgadas nesta quinta-feira (13) e hoje (14), a emedebista oscila entre 0% e 2%, conforme o cenário. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera oscilando entre 41% e 44%, enquanto Jair Bolsonaro (PL) obtém de 24% a 25%.

Os levantamentos do Ipespe e do Exame/Ideia mostram que nenhum candidato da terceira via conseguiu se destacar e continuam longe de ameaçar um segundo turno entre o petista e o atual presidente. O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) é o mais competitivo, mas não tira votos dos primeiros colocados e só acabou desidratando a candidatura do ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT).

Veja mais:

MDB estuda relançar programa de Michel Temer para campanha de Simone Tebet

Candidatura de Simone é para valer e vai superar obstáculos, diz presidente nacional do MDB

Nelsinho é campeão com gasto de R$ 470 mil; Simone amplia em 65% e Soraya reduz em 41%

Na pesquisa do Ipespe, realizada entre os dias 10 e 12 deste mês com mil eleitores, no primeiro cenário, Lula tem 44%, contra 24% de Bolsonaro, 9% de Moro, 7% de Ciro, 2% do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e 1% de Simone, do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), e do empresário Luiz Felipe D’Ávila (Novo). A opção de voto em branco, nulo ou nenhum foi escolhida por 6%, enquanto 7% não sabem.

No segundo cenário, sem a candidatura de Moro, Lula tem 44%, Bolsonaro 25%, Ciro 9%, Doria 3%, Simone 2% , Pacheco 1%, Alessandro Vieira (Cidadania) 1% e D’Ávila 1%. Ainda 11% votariam em branco ou nulo, enquanto os indecisos somam 5%.

A margem de erro da pesquisa, registrado no TSE com o número 09080/2022, é de 3,2%. A sondagem foi feita apenas por telefone.

A sondagem do Instituto Ideia, divulgada pela revista Exame, é ainda pior para Simone Tebet, porque ela não pontuou, ficando com 0%. Nesta pesquisa, Lula tem 41%, Bolsonaro fica com 24%, Moro com 11%, Ciro com 7%, Doria com 4% e Pacheco com 1%.

Além da emedebista, não pontuaram o ex-deputado federal Aldo Rebelo (sem partido), André Janones (Avante), Alessandro Vieira, Felipe D’Ávila e Leonadro Péricles. Os indecisos somam 4%, enquanto nulos e brancos ficaram em 7%. A pesquisa foi registrada com o número TSE-03460/2022.

Novas pesquisas devem ser divulgadas nos próximos dias e não devem mudar o cenário para Simone. Para manter a candidatura a presidente da República, a senadora sul-mato-grossense vai precisar se esforçar muito para superar 2%.

Caciques do MDB confidenciaram que a parlamentar tem até março para atingir dois dígitos e manter a candidatura a presidente. Os caciques estariam divididos entre apoiar a reeleição de Bolsonaro ou embarcar na candidatura de Lula.