A deputada Mara Caseiro, líder de Reinaldo Azambuja no legislativo, durante sessão da última quinta-feira (Foto: ALMS/Divulgação)

Líder do Governo na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) lamentou, em nota oficial, o acidente causado pelo genro e assessor da Secretaria Estadual de Governo e Gestão Estratégica, Nivaldo Tiago Filho de Souza. “Todos nós estamos com os corações dilacerados”, garantiu a tucana, rogando misericórdia a Deus para que “a Justiça prevaleça”.

Conforme relatos feitos à Polícia Civil, sem habilitação para pilotar barco e após ingerir bebida alcoólica, Nivaldo dirigia a lancha em alta velocidade e na contramão quando atropelou a embarcação no Rio Miranda, na região do Touro Morto, e causou a morte de Carlos Américo Duarte, o Carlão, 59, e causou ferimentos no filho, Caê Duarte, 33, e no piloto Rozivaldo Barbosa de Lima.

Veja mais:

Sem habilitação, assessor do Governo causa acidente de barco, mata um e fere dois em rio

Genro de deputada chegou escoltado em delegacia: “só quero justiça”, diz filho de pescador

Após o acidente, ele teria jogado latas de cerveja no rio e fugiu do local sem prestar socorro, junto com a mulher, Maiara e os filhos. Na nota, Mara negou que o genro tenha fugido do local. “Para buscar ajuda, meu genro, minha filha e meus netos, saíram do local e procuraram as autoridades competentes”, garantiu.

“Ao mesmo tempo, como meu neto mais novo chorava muito, reclamando de dores abdominais devido à batida, eles em estado de choque buscaram ajuda hospitalar no município de Miranda”, contou Mara. No entanto, na versão dos pescadores, testemunhas acionaram e a Polícia Rodoviária Federal parou o assessor do Governo estadual, que estava em uma caminhonete Hilux e o conduziu à delegacia da Polícia Civil em Miranda.

“Não tenho como amenizar a dor da família que perdeu seu ente querido. Esse poder apenas nosso bom Deus possui. Mas externo aqui meu mais profundo pesar a todos os amigos e familiares do sr. Carlos. Sei que com certeza estão sofrendo muito! Todos nós estamos com os corações dilacerados!”, lamentou a parlamentar.

“Sobre o ocorrido, cabe às autoridades competentes a investigação e os demais encaminhamentos. Que a Justiça prevaleça e que Deus tenha misericórdia de todos nós!”, concluiu a deputada.

O governador Reinaldo Azambuja não se manifestou sobre a tragédia nem se manterá o assessor com o salário de R$ 15,8 mil por mês.

Confira a nota na íntegra:

“Nota Oficial

No último sábado (01), eu, deputada estadual Mara Caseiro, estava trabalhando no município de Rio Brilhante, realizando visitas e conversando com produtores rurais de assentamentos da região, quando recebi a notícia de uma tragédia envolvendo minha família. Parei imediatamente minhas atividades e retornei à Campo Grande.

Foi então que tomei conhecimento do ocorrido com meu genro Thiago, minha filha Maiara e meus três netos, Luiz Henrique, de 14 anos, Ana Gabriela de 11 anos e João Vitor de 10 anos. Um passeio de sábado em família no Rio Miranda, onde todos estavam felizes, fazendo o que mais amam, que é estarem juntos em uma pescaria, terminou em um acidente envolvendo a lancha em que estavam e um barco com três pessoas. Infelizmente, uma dessas pessoas, o sr. Carlos faleceu.

Sei que nada pode reparar a perda de um ente querido. Nada!!! O momento de alegria para todos que estavam ali naquele dia de feriado, transformou-se em tristeza e desespero. Para buscar ajuda, meu genro, minha filha e meus netos, saíram do local e procuraram as autoridades competentes. Ao mesmo tempo, como meu neto mais novo chorava muito, reclamando de dores abdominais devido à batida, eles em estado de choque buscaram ajuda hospitalar no município de Miranda.

Ciente de toda a situação, apesar do pânico e da angústia que me consumiam no momento, meu instinto imediato foi estar ao lado da minha filha e dos meus netos. Não tenho como amenizar a dor da família que perdeu seu ente querido. Esse poder apenas nosso bom Deus possui. Mas externo aqui meu mais profundo pesar a todos os amigos e familiares do sr. Carlos. Sei que com certeza estão sofrendo muito! Todos nós estamos com os corações dilacerados!

Sobre o ocorrido, cabe às autoridades competentes a investigação e os demais encaminhamentos. Que a Justiça prevaleça e que Deus tenha misericórdia de todos nós!

Mara Caseiro Deputada Estadual”