Quem está em débito com a Energisa pode tentar negociar a pendência até o dia 13. A possibilidade é aberta pela campanha Nome Limpo, promovida pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) e que vai negociar débitos também de outras empresas até o dia 11 de dezembro.

A expectativa da organização da campanha, que está na 15ª edição é de acertar R$ 2 milhões em débitos de 10 mil pessoas inadimplentes. Além da Energisa, também abriram a possibilidade de negociação a UCDB, as lojas Analu, a Pax Real, a faculdade Insted, a Toque de Seda Enxovais e a MS Distribuição.

Confira o calendário de negociações e veja como participar:

9 a 13 de novembro | Energisa – atendimento por ordem de chegada, das 8 horas às 18 horas. 

16 a 20 de novembro | Pax Real e UCDB – atendimento mediante agendamento pelo telefone (67) 3312-5063 ou 99846-3135 (WhatsApp). 

23 a 27 de novembro | Insted e lojas Analu – atendimento mediante agendamento pelo telefone (67) 3312-5063 ou 99846-3135 (WhatsApp). 

30 de novembro a 4 de dezembro | Toque de seda enxovais e MS distribuições – atendimento mediante agendamento pelo telefone (67) 3312-5063 ou 99846-3135 (WhatsApp). 

7 a 11 de dezembro | UCDB – atendimento mediante agendamento pelo telefone (67) 3312-5063 ou 99846-3135 (WhatsApp). 

Veja mais:

Só mudança no Código do Consumidor livra endividados no fim do auxílio emergencial

Veja o que você precisa saber sobre seguros de vida

Plano de saúde pode ter “tarifaço” para compensar perdas de operadoras com a pandemia

Petrobras anuncia reajuste do diesel e da gasolina a partir de amanhã

As distribuidoras receberam comunicado da Petrobras de que o reajuste passa a valer já nesta quinta-feira, dia 12. Nas refinarias, a alta da gasolina vai chegar a 6% e do diesel a 5%, segundo nota publicada no UOL. A justificativa para o reajuste é a valorização do preço do petróleo Brent no mercado internacional, que foi afetado pelas expectativas relativas à vacina contra a covid-19. A projeção da Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis) é de que o aumento no diesel chegará a R$ 0,0855 o litro e o da gasolina vai atingir R$ 0,0947 por litro.

Apesar da crise trazida pela pandemia, 54% dos brasileiros querem presentear no Natal

Essa é a conclusão da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), que realizou uma pesquisa entre os dias 14 e 20 de outubro nas 27 capitais brasileiras. A expectativa gerada pela pesquisa é de que os setores de comércio e serviço faturem R$ 38,8 bilhões. O montante é bem menor que os R$ 60 bilhões movimentados no ano passado. Os produtos mais citados para presentear no Natal de 2020 são roupas, 57% da preferência, brinquedos (38%), perfumes e cosméticos (31%) e calçados (31%). Já o gasto médio por presente deve girar em torno de R$ 108,78, conforme a federação.

Quem não vai presentear citou como motivo principal o desemprego. Essa é a realidade de 24% das pessoas ouvidas. Há também quem ainda não decidiu se vai presentear, situação revelada por 23% dos ouvidos e outros 22% não querem comprar presentes para oferecer a outras pessoas.

Décimo terceiro salário vai injetar R$ 215 bilhões na economia

O décimo terceiro salário vai injetar R$ 215 bilhões na economia brasileira, conforme previsão do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). O montante corresponde a 2,7% do PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de toda a riqueza produzida pelo País. No cálculo do Dieese entraram aposentados, beneficiários da União, estados e municípios, além de trabalhadores formais.

A média de pagamento deste ano deve chegar R$ 2.458 e deve chegar a 80 bilhões de pessoas. A previsão considera a pandemia, mas há possibilidade de números inferiores, conforme a projeção do Dieese.