Tag: vca produções

Juiz bloqueia contas e manda ex-deputada vender ações para pagar dívida de Nelsinho

Antonieta e senador foram casados por comunhão parcial de bens: juiz manda sequestrar 50% do dinheiro depositado nas contas de ex-deputada (Foto: Arquivo)

A Justiça bloqueou as contas da ex-deputada Antonieta Amorim (MDB) e ainda determinou que ela venda metade das ações na agropecuária para pagar a dívida milionária de Nelsinho Trad (PSD) com a VCA Produções. Além disso, o juiz mandou penhorar os veículos em nome do senador para quitar a dívida de R$ 3,4 milhões com a VCA Produções, decorrente da campanha a governador em 2014.

Ler mais

Juiz penhora herança, mas nega bloqueio de 30% no salário de Nelsinho para pagar produtora

Nelsinho teve herança sequestrada por juiz para garantir pagamento de dívida de campanha em 2014 (Foto: Arquivo)

A Justiça determinou a penhora na herança de Nelsinho Trad (PSD) para garantir o pagamento da dívida milionária com a VCA Produções, que cobra R$ 3,4 milhões referente a campanha eleitoral de 2014. Graças ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que decidiu uniformizar as decisões no Estado, o juiz Cássio Roberto dos Santos, da 2ª Vara de Execução de Título Extrajudicial, negou o pedido para bloquear 30% do salário de senador da República.

Ler mais

Para receber R$ 3,4 mi, produtora pede sequestro de herança e 50% de ex-mulher de Nelsinho

Senador Nelsinho Trad (PSD) pode ser obrigado a repassar herança do pai para pagar dívida de campanha (Foto: Arquivo)

A VCA Produções pediu o sequestro da herança do senador Nelsinho Trad (PSD). Além disso, a empresa pediu o bloqueio de metade do dinheiro depositado nas contas e da participação da ex-mulher dele, a ex-deputada Antonieta Amorim (MDB). Os novos pedidos fazem parte do esforço para receber pelo serviço prestado na campanha a governador do peessedista em 2014, quando ele ficou em terceiro lugar e contraiu a dívida milionária.

Ler mais

Nelsinho deve destinar 30% de valor pago por plano de saúde para quitar dívida de campanha

Nelsinho obtém vitória parcial na Justiça ao só destinar 30% de plano de saúde para pagar dívida milionária (Foto: Agência Senado)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul mandou o senador Nelsinho Trad (PSD) destinar 30% do valor pago pelo plano de saúde para quitar dívida da campanha a governador em 2014. Inicialmente, o juiz Wilson Leite Corrêa, da 5ª Vara Cível, havia determinado a liberação integral do repasse mensal para quitar a dívida de R$ 2,817 milhões com a VCA Produções.

Ler mais

Nelsinho é condenado a pagar R$ 223 mil por calote a construtor de residencial

Com bens bloqueados pela Justiça, senador Nelsinho Trad enfrenta ações de cobrança. (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

Nem só de processos por enriquecimento ilícito, dano ao erário e violação de princípios administrativos é feita a vida do senador Nelsinho Trad (PSD) no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Depois da cobrança de uma produtora, agora o parlamentar foi condenado a pagar R$ 223.453,81 em ação movida por construtor de imóveis.


Ler mais

Juiz nega apreensão de CNH de senador, mas libera R$ 13 mil bloqueado para pagar R$ 2,8 mi

Senador Nelsinho Trad (PSD-MS) escapou de bloqueio de cartões e CNH, porque juiz considerou atentado contra a dignidade humana (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado(

O juiz Wilson Leite Corrêa, da 5ª Vara Cível de Campo Grande, negou o pedido para bloquear os cartões de crédito e da carteira de motorista e apreender o passaporte do senador Nelsinho Trad (PSD), por considera-las medidas humilhantes. Por outro lado, ele determinou o levantamento de R$ 13 mil bloqueados para pagar a dívida de R$ 2,817 milhões com a VCA Produções.

Ler mais

Nelsinho não quita dívida e produtora pede 30% do salário de senador e suspensão de CNH

Além de perder o Governo em 2014, Nelsinho ainda pode ter salário bloqueado para pagar dívida de campanha, que soma R$ 2,8 milhões (Foto: Arquivo)

Nelsinho Trad (PSD) não quitou a dívida de campanha a governador em 2014 e a VCA Produções pediu o bloqueio de 30% do salário de senador para quitar o débito de R$ 2,817 milhões. Além de retenção do pagamento feito pelo Senado, a empresa pediu, conforme pedido protocolado na segunda-feira (8), a suspensão do passaporte e da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Ler mais

Sem condições de pagar dívida, Nelsinho tem nome inscrito no SPC e Serasa

Novo senador de Mato Grosso do Sul, Nelsinho não paga dívida de R$ 2,5 milhões e tem nome inscrito em órgãos de proteção ao crédito (Foto: Arquivo)

Com contas bancárias e bens bloqueados em decorrência de ações por suspeita de fraude e improbidade administrativa, o senador eleito Nelsinho Trad (PTB) não conseguiu cumprir ordem judicial para pagar dívida de R$ 2,5 milhões e teve o nome inscrito em órgãos de proteção ao crédito. O ex-prefeito da Capital foi inscrito no Serasa e no SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Ler mais

Com bens bloqueados, Nelsinho tem 72 horas para quitar dívida milionária de campanha

Apesar de ações na Justiça, Nelsinho aposta em ser alternativa para o Senado em 2018 (Foto: Arquivo/Reprodução)

O ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), tem 72 horas para quitar a dívida de R$ 1,893 milhão com a VCA Produções,que realizou os programas de TV e rádio na disputa do Governo em 2014. A determinação é do juiz Zidiel Infantino Coutinho, da 5ª Vara Cível de Campo Grande, que ainda determinou o pagamento de 10% de honorários advocatícios, ou seja, mais R$ 189,3 mil. Ler mais

Em campanha para o Senado, Nelsinho dá calote e produtora cobra R$ 1,8 milhão

Ex-prefeito está sendo alvo de ação por causa de dívida milionária (Foto: Campo Grande News)

O ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, já está em campanha para disputar uma das duas vagas de senador em 2018, mas ainda não quitou todos os débitos referentes a última campanha. A VCA Produções, que foi responsável pelo programa de TV e rádio na disputa do Governo há dois anos, recorreu à Justiça para cobrar dívida milionária do presidente regional do PTB. Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑