Tag: tce-ms (page 1 of 3)

Justiça manda TCE informar lista de comissionados para MPE analisar nepotismo cruzado

TCE deverá informar à Justiça a relação de todos os ocupantes de cargos comissionados (Foto: Arquivo)

A Justiça determinou que o Tribunal de Contas do Estado forneça a lista completa dos servidores comissionados para o Ministério Público Estadual confirmar denúncia da existência de nepotismo. O despacho ocorreu em ação popular que denunciou a contratação de 13 parentes, entre ex-mulheres de conselheiros, esposas de desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e filhos de secretários estaduais.

Ler mais

Investigado pela PF, conselheiro do TCE tenta retomar pousada e caso vai parar na polícia

Uma das atrações de hotel rural em Bonito que conselheiro Waldir Neves tenta reassumir em Bonito (Foto: Arquivo)

Investigado pela Polícia Federal na Operação Mineração de Ouro, o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Waldir Neves Barbosa, tenta retomar a pousada Araras Hotel Rural, em Bonito, que está arrendada até 2035. Além de ação judicial, o caso se transformou caso de polícia, porque o integrante da corte fiscal está sendo acusado de causar transtornos no hotel para forçar a quebra do contrato.

Ler mais

Juiz aceita duas ações contra Waldir Neves para anular decisões que blindaram Solurb

Waldir Neves vai responder ações por ter impedido investigação de denúncias contra a Solurb, que acabaram confirmadas pela PF (Foto: Arquivo)

A Justiça aceitou duas ações populares contra o conselheiro Waldir Neves Barbosa que pedem a anulação de decisões do Tribunal de Contas do Estado usadas para blindar os acusados de integrar a “Máfia do Lixo”. Ao arquivar as denúncias de suspeita de fraudes na licitação da coleta do lixo em 2012, a corte fiscal acabou sendo usada pelos envolvidos para sepultar as denúncias na Justiça.

Ler mais

Empresa de limpeza era “cabide de empregos” de conselheiros para driblar concurso público

Waldir Neves indicou mulher que trabalhou na campanha e Marisa Serrano contratou motorista por meio de empresa de limpeza, segundo denúncia do MPE (Foto: Arquivo)

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado usaram a Limpamesmo Conservação e Limpeza como “cabide de empregos” para contratar apadrinhados e driblar o concurso público. Conforme a denúncia do Ministério Público Estadual, a empresa de limpeza foi usada para contratar desde motorista até cabos eleitorais para áreas administrativas da corte fiscal.

Ler mais

MPE aponta desvio de R$ 19,3 milhões no TCE em contrato com empresa de limpeza “sem sede”

TCE é alvo de mais um escândalo: denúncia do MPE aponta desvio de R$ 19,3 milhões em contrato com empresa de limpeza (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual concluiu que houve desvio de R$ 19,378 milhões no Tribunal de Contas do Estado por meio de contrato com empresa de limpeza, que não tinha sede e cuja proprietária não foi localizada. O novo escândalo consta da ação de improbidade administrativa protocolada contra os últimos três ex-presidentes – Cícero de Souza, Waldir Neves e José Ancelmo dos Santos (morto de covid-19 em junho deste ano).

Ler mais

MPE pede compartilhamento de provas no STJ para investigar conselheiros do TCE

Além da investigação criminal conduzida pela PF, conselheiros são investigados por improbidade pelo MPE (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual pediu o compartilhamento das provas coletadas na Operação Mineração de Ouro, deflagrada pela Polícia Federal no dia 8 do mês passado. A promotoria abriu inquérito para apurar eventuais crimes de improbidade administrativa cometidos pelo ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, Waldir Neves, e pelos conselheiros Osmar Domingues Jeronymo e Ronaldo Chadid.

Ler mais

Oficial da PM vira réu por improbidade e sofre bloqueio de R$ 200 mil por propina

O tenente-coronel Admilson Cristaldo Barbosa, da Polícia Militar, virou réu por improbidade administrativa e teve R$ 200 mil bloqueados pela suposta propina paga no período em que foi assessor militar da presidência do Tribunal de Contas do Estado. Por este crime, ele já foi condenado por corrupção passiva a quatro anos e quatro meses pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Ler mais

Advogado quer suspender “penduricalhos” e cortar salário milionário de conselheiros do TCE

Conselheiros do TCE receberam supersalário em 2020: seis dos sete ganharam mais de R$ 1 milhão (Foto: Arquivo)

O advogado Ênio Martins Murad prepara ofensiva na Justiça para anular o pagamento de verbas indenizatórias e outros penduricalhos aos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Impulsionado pela Operação Mineração de Ouro, deflagrada pela Polícia Federal contra três dos sete integrantes da corte fiscal, ele acabar com o pagamento de salários milionários.

Ler mais

Mineração de Ouro: Waldir diz que dissipará qualquer suspeita e não envergonhará os amigos

Waldir Neve diz que há irregularidades, mas que poderiam ser corrigidas diretamente na Receita, sem ampla cobertura na mídia (Foto: Arquivo)

O ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Waldir Neves, divulgou nota, na tarde desta sexta-feira (18), para combater as suspeitas levantadas na Operação Mineração de Ouro, deflagrada pela Polícia Federal no último dia 8 deste mês. “Acredito no Poder Judiciário e esclarecerei todos os atos reputados como pendentes de esclarecimentos, não apenas porque a autoridade policial deseja, mas por que todo e qualquer homem público (na minha condição e história) tem o dever de dissipar dúvidas seja perante as autoridades constituídas”, ressaltou.

Ler mais

Turma anula acórdão do TJMS e ressuscita escândalo contra outro conselheiro do TCE

Monteiro é acusado de conceder redução de 80% no ICMS e isenção total no Fundersul para cerealista de Dourados quando era secretário estadual de Fazenda na gestão de Reinaldo (Foto: ArquivO)

A 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça anulou acórdão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e ressuscitou escândalo envolvendo outro conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Márcio Campos Monteiro. Ele foi denunciado por improbidade administrativa por conceder, quando era secretário estadual de Fazenda na gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), redução de 80% no pagamento de ICMS e isenção total no Fundersul para a Gama Comércio Importação e Exportação de Cereais, de Gilmar Toniolli.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑