Bigolin se livrou de ação na Justiça federal por sonegação de impostos que cobrava R$ 5,1 milhões referente a maio de 2011 (Foto: Arquivo)

Em sentença da 5ª Vara Federal de Campo Grande, publicada nesta quarta-feira (24), o empresário Roberto Bigolin e o contador Avelino Alves foram absolvidos pela sonegação de R$ 5,1 milhões em tributos federais da Bigolin. Esta é a primeira boa notícia do grupo, que teve a falência decretada pela Justiça estadual pela segunda vez em agosto deste ano. Os bens móveis e imóveis vão a leilão no início de 2022 para quitar os débitos de mais de R$ 116 milhões com os credores.

Ler mais