Tag: simone tebet (page 1 of 7)

Mandetta patina e Simone tem 0,7% para presidente; instituto testa potencial de senadora

Na primeira pesquisa nacional, Simone ficou com menos de 1% no cenário mais provável (Foto: Arquivo)

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas mostra que o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM) continua patinando nas pesquisas ao oscilar entre 1,8% e 2,8%. Simone Tebet (MDB) aparece com apenas 0,7% e fica em penúltimo lugar ao ser incluída no primeiro levantamento nacional. Encomendada pelo PSL, a pesquisa analisou o potencial eleitoral da senadora de Mato Grosso do Sul.

Ler mais

Dois presidenciáveis de MS: Simone pode ser anunciada em agosto e Mandetta em setembro

Simone admite que pode ser pré-candidata do MDB a presidente da República (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul pode ter dos pré-candidatos a presidente da República. O MDB se prepara para anunciar o programa de governo e a candidatura da senadora Simone Tebet no final de agosto. Já o DEM bateu o martelo que o candidato ideal é o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e deve anuncia-lo oficialmente em setembro. As informações são do jornal Folha de São Paulo desta segunda-feira (19).

Ler mais

MPE insiste na devolução de R$ 10 mi de Simone, Nelsinho e outros notáveis por salário ilegal

Senadores Simone e Nelsinho estão na lista de cobrança do Ministério Público. (Foto: Marcos Oliveira-Agência Senado)

Recheada de “notáveis”, a 7ª legislatura da Assembleia Legislativa custou mais caro do que deveria aos sul-mato-grossenses. A suspeita de improbidade administrativa foi levada à Justiça em 2016, e, agora, na reta final do processo, o MPE (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) insiste que 28 ex-deputados paguem indenização de R$ 10,6 milhões  pelo recebimento de salário acima do permitido por lei.

Ler mais

Rose, Bia, Ovando, Beto Pereira e Nelsinho aprovam fundo de R$ 5,7 bi para eleições de 2022

Beto Pereira, Bia Cavassa, Rose Modesto e Dr. Luiz Ovando aprovam triplicar o gasto com campanha eleitoral, apesar da mais grave crise enfrentada pelo Brasil (Foto: Campo Grande News)

Em meio a mais grave crise econômica da história brasileira, com falta de dinheiro para reajustar salários e fazer investimentos para minimizar os efeitos da pandemia da covid-19, o Congresso Nacional aprovou o aumento de 185% no Fundo Eleitoral. Com aval dos deputados federais Beto Pereira, Bia Cavassa e Rose Modesto, do PSDB, e Dr. Luiz Ovando (PSL) e do senador Nelsinho Trad (PSD), o dinheiro a ser torrado nas eleições passou de R$ 2,034 bilhões, no ano passado, para R$ 5,7 bilhões.

Ler mais

Sem cargo oficial, Simone Tebet brilha na CPI da Covid e ganha destaque na mídia nacional

Simone ganha destaque nacional ostensiva ao se manifestar, mesmo não fazendo parte da CPI da Covid (Foto: Arquivo)

Em desgraça política após a derrota acachapante na disputa pela presidência do Senado, a senadora Simone Tebet (MDB) ensaia dar a volta por cima como líder da “bancada feminina”. Apesar de não fazer parte como integrante, a emedebista vem brilhando na CPI da Covid e ganhou destaque nacional ao ser citada frequentemente pelos sites, jornais, emissoras de rádio e TV em nível nacional.

Ler mais

“Caiu por terra discurso de que não havia corrupção no Governo Bolsonaro”, diz Simone

Senadora ganhou destaque nacional ao arrancar de deputado o nome de Ricardo Barros durante depoimento na CPI da Covid do Senado (Foto: Divulgação)

A senadora Simone Tebet (MDB) afirmou, em entrevista deste domingo ao jornal O Globo, de que caiu por terra o discurso de Jair Bolsonaro (sem partido) de que não havia corrupção no seu Governo. A sul-mato-grossense ganhou destaque nacional no fim de semana ao conseguir arrancar, do deputado Luís Miranda (DEM), do Distrito Federal, o parlamentar citado pelo presidente que estaria envolvido na polêmica importação da Covaxin, que teria custado 1.000% a mais.

Ler mais

Com reeleição em risco e sem vaga no Governo, Simone cogita disputar sucessão de Bolsonaro

Senadora diz que cresce movimento a favor do seu nome para disputar a presidência da República em 2022 (Foto: Arquivo)

Com poucas chances de reeleição e sem vaga para disputar o cargo de governadora de Mato Grosso do Sul, a senadora Simone Tebet (MDB) colocou o nome para disputar a sucessão do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Ela sonha em ser a candidata da 3ª via, posição disputada pelos presidenciáveis do PDT, DEM, PSDB, Novo, Cidadania e MDB.

Ler mais

MDB de MS integra rebelião contra aliança com Lula e defende apoio ao candidato da 3ª via

Alinhado historicamente ao PSDB de José Serra, MDB de MS é contra aliança com Lula em 2022, segundo Simone (Foto: Arquivo)

Os integrantes do MDB de Mato Grosso do Sul fazem parte da rebelião na sigla contra a aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2022. Caciques regionais defendem o apoio ao candidato a presidente da 3ª via, que pode ser o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ou o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM).

Ler mais

Vinicius e nome do PT devem acirrar disputa pela sucessão de Reinaldo em 2022

Vinicius Siqueira trocou o PSL pelo PROS e pode disputar o Governo em 2022 (Foto: Arquivo)

Mais dois nomes devem surgir na disputa do Governo do Estado em 2022. Candidato a prefeito da Capital no ano passado, o ex-vereador Vinicius Siqueira deixou o PSL e pode disputar a sucessão de Reinaldo Azambuja (PSDB) pelo PROS. Já o PT ensaia uma rebelião interna contra acordo defendido pelo ex-governador Zeca do PT e não quebrar a tradição de lançar candidato próprio, iniciada desde a volta do voto direto para governador em 1982.

Ler mais

Julgamento de deputados estaduais por ganhar mais que deputado federal será em junho

Paulo Corrêa e Zé Teixeira podem ser obrigados a devolver R$ 1 milhão, valor corrigido, pago a mais há 13 anos (Foto: Arquivo)

O julgamento de 29 deputados estaduais e ex-integrantes da Assembleia Legislativa por receber salário superior ao valor pago ao deputado federal vai ocorrer no dia 15 de junho deste ano. Eles podem ser obrigados a devolver R$ 11,071 milhões aos cofres públicos pelo pagamento indevido na 7ª legislatura, entre 2003 e 2007 – o valor atualizado é de R$ 24 milhões.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑