Tag: sérgio moro (page 1 of 2)

Mandetta desiste de disputar presidência e MDB diz que oficializa Simone em dezembro

MDB diz que oficializar pré-candidatura de Simone à presidência no início de dezembro (Foto: : Pedro França/Agência Senado)

Após despencar nas pesquisas e réu por improbidade administrativa no escândalo Gisa, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), desistiu de disputar a presidência da República em 2022. Por outro lado, o MDB decidiu oficializar, no início de dezembro, a candidatura a presidente da senadora Simone Tebet.

Ler mais

Decisões nacionais vão definir palanques e força dos candidatos na disputa pelo Governo

Zeca do PT voltou após Lula retornar ao cenário e pode desistir do Governo em favor de aliança do ex-presidente (Foto: Divulgação)

As decisões nacionais devem definir os candidatos e a força de cada um na disputa do Governo de Mato Grosso do Sul em 2022. A mais importante será o partido do presidente Jair Bolsonaro, que suspendeu a filiação ao PL após a repercussão negativa de ingressar na legenda comandada por um condenado no Mensalão. Também terão impacto no Estado o resultado das prévias do PSDB, a filiação do ex-juiz Sergio Moro ao Podemos e o lançamento de candidatura própria do PSD à presidência da República.

Ler mais

Datena deixa PSL e União Brasil só fica com Mandetta para lançar a presidente ou indicar a vice

Ex-ministro da Saúde passou a ser o único presidenciável no novo partido, que terá tempo de TV e dinheiro de sobra, mas ainda patina nas pesquisas (Foto: Arquivo)

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), passou a ser o único nome para ser lançado a presidente da República pelo União Brasil, novo partido a ser criado com a fusão do Democratas com o PSL. O apresentador do programa policial Brasil Urgente, da Band, José Luiz Datena, trocou o PSL pelo PSD. O médico campo-grandense também pode ser indicado como candidato a vice-presidente.

Ler mais

Sob pressão do “gabinete do ódio” e do DEM, Tereza Cristina entra no paredão de Bolsonaro

A ministra da Agricultura,Tereza Cristina, o presidente Jair Bolsonaro, e o ministro da Economia, Paulo Guedes: qual ministro sai primeiro? (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul corre risco de perder o último representante na Esplanada dos Ministérios. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Dias, entrou na mira do “gabinete do ódio”, como é chamado o grupo de ataques virtuais liderado pelo vereador Carlos Bolsonaro. Além disso, ela é pressionada pelo DEM para deixar o Governo para ficar atrelada às notícias negativas sobre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Ler mais

Ação sobre propina de US$ 1 milhão a Delcídio vai à Justiça Eleitoral, decide sucessor de Moro

Ex-senador obtém vitória estratégia com envio de ação sobre propina de Pasadena para a Justiça Eleitoral (Foto: Arquivo)

O juiz Luiz Antônio Bonat, da 13ª Vara Federal de Curitiba, enviou para a Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul a denúncia sobre o suposto pagamento de propina de US$ 1 milhão ao ex-senador Delcídio do Amaral (PTB). O magistrado acatou pedido do presidente regional do PTB, que apontou crimes comuns conexos com eleitorais, como caixa dois e falsidade na prestação de contas.

Ler mais

Após “falha” da PF, Trutis propõe R$ 220 mil por pistas de mandante da facada em Bolsonaro

Trutis e o assessor Ciro Fidelis oferecem R$ 100 mil, mas sem dizer de onde vão tirar o dinheiro (Foto: Reprodução)

Mesmo sob o comando do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, com fama de implacável, a Polícia Federal não tem pistas se houve mandante da tentativa de assassinato do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Inconformado com o enigma, o deputado Loester Trutis (PSL) decidiu copiar os Estados Unidos e está propondo R$ 220 mil por pistas que levem ao mandante do atentado, ocorrido em 6 de setembro do ano passado.

Ler mais

Juiz absolve amigo de Lula e devolve pistola apreendida após PF errar de casa na Lava Jato

Bumlai é absolvido da denúncia por posse ilegal de arma de fogo: juiz diz que houve mera infração administrativa (Foto: Arquivo)

A Justiça absolveu o pecuarista José Carlos Bumlai, 75 anos, e o filho, o empresário Fernando de Barros Bumlai, por porte ilegal de arma. O juiz Olivar Augusto Roberti Coneglian, da 2ª Vara Criminal de Campo Grande, determinou a devolução da pistola 380 e do carregador com 20 munições, que foram apreendidos pela Polícia Federal ao errar de casa para cumprir um dos mandados da Operação Lava Jato em 24 de novembro de 2015.

Ler mais

Amigo de Lula, pecuarista de MS foi preso em operação feita a pedido de Moro, diz revista

Bumlai foi preso na Operação Passe Livre, feita para atender pedido de Moro, que desejava em novembro e a tempo da denúncia ser recebida antes do recesso (Foto: Veja)

O pecuarista sul-mato-grossense José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi preso em operação deflagrada pela força-tarefa da Lava Jato para atender pedido feito por Sérgio Moro. Conforme reportagem do fim de semana da revista Veja e do The Intercept Brasil, o ministro da Justiça e Segurança Público cobrou prisão de impacto e definiu os prazos para que a denúncia fosse recebida antes do recesso do Judiciário em 2015.

Ler mais

Ataque a ministros do STF marca ato de apoio a Moro; movimento pro Bolsonaro perde fôlego

Foto do dia é do repórter fotográfico do Correio do Estado, Álvaro Rezende: defensor de Bolsonaro joga tomate, que custa R$ 7 o quilo, em ministros do STF

A manifestação em defesa do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, foi marcada por ataques aos ministros do Supremo Tribunal Federal neste domingo (30). Com a participação de 2 mil pessoas, segundo a organização, o evento mostra que os atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) perdem fôlego em Campo Grande. Mais otimista que os organizadores, a Polícia Militar estimou 3,5 mil participantes.

Ler mais

Moro cai em “cilada” ao responder pergunta de Nelsinho na CCJ sobre troca de procuradores

Ministro Sergio Moro falou por nove horas na CCJ, mas pergunta feita pelo senador Nelsinho Trad ganhou destaque nacional nesta quinta-feira (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, foi desmentido pela divulgação de novas conversas no Telegram ao responder uma pergunta feita pelo senador Nelsinho Trad (PSD). Em depoimento de nove horas na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, na quarta-feira (18), ele garantiu que não interferiu na troca de procuradores da Lava Jato.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑