Rejeição de Mandetta é alta entre os evangélicos por ter defendido o fechamento das igrejas no início da pandemia (Foto: Arquivo)

A rejeição do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), é alta entre os religiosos, principalmente, evangélicos, segundo a jornalista Thaís Oyama, colunista do Uol. Os evangélicos responsabilizam o democrata pelo fechamento das igrejas durante o auge da pandemia, antes da atividade ser considerada serviço essencial pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Ler mais