Tag: protesto em cartório

Sete meses e após erro virar escândalo, Energisa desfaz troca que penalizou aposentado

Energisa refez erro após caso virar um escândalo (Foto: Arquivo)

Sete meses após a troca do medidor, a Energisa resolveu o problema do aposentado de 65 anos, que estava pagando a conta do vizinho desde junho do ano passado. Nem a ação na Justiça resolveu o problema. A concessionária só se sensibilizou após o caso virar um escândalo e acabou levando horas desfazer a troca.

Ler mais

Energisa põe cliente no Serasa após 4 protestos em cartório e eleva a conta em R$ 540

Concessionária também está negativando nome de consumidores com conta em atraso no Serasa (Foto: O Jacaré)

Um consumidor de Nova Andradina teve o nome protestado em cartório quatro vezes pela Energisa apenas no ano passado e vai ser obrigado a desembolsar R$ 540 apenas em custas para recuperar o crédito na praça. Além disso, a concessionária de energia incluiu o nome do cliente no Serasa, sujando de vez o seu nome no comércio.

Ler mais

Resolução da Aneel não prevê protesto em cartório e limita a 2% multa por atraso na conta de luz

Resolução da Aneel não dá respaldo para concessionária de energia protestar nome de devedor em cartório (Foto: Arquivo)

A Resolução 1.000, da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), não prevê o protesto em cartório das contas de luz em atraso. O órgão regulador estabelece apenas a cobrança de juros e multa de até 2% e a suspensão no fornecimento da energia elétrica no caso de atraso no pagamento por parte do consumidor.

Ler mais

Além do corte da luz, Energisa usa protesto para obrigar cliente a pagar e eleva conta em 50%

Além do corte e multa, energética também passa a protestar cliente com até cinco dias de atraso no pagamento de conta de luz e eleva valor do débito em 50% (Foto: Arquivo)

O corte de luz não é mais a única arma usada pela concessionária de energia para obrigar o cliente a pagar a conta. A Energisa passou a usar o protesto em cartório como nova ameaça para obrigar o cliente a quitar a fatura em dia. Uma consumidora teve o nome negativado cinco dias após o vencimento e o valor da dívida teve aumento de 50%, porque as custas processuais são por conta do cliente.

Ler mais

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑