Tag: promotor fábio ianni goldfinger (page 1 of 2)

Apesar de nova lei, MPE quer manter ação contra Giroto e Amorim pelo desvio de R$ 5,7 mi

Giroto aposta em lei sancionada por Bolsonaro para se livrar de ações por improbidade administrativa em decorrência dos supostos desvios apontados pela Operação Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

Apesar das mudanças na Lei de Improbidade Administrativa, o Ministério Público Estadual quer manter a ação pelo desvio de R$ 5,770 milhões contra o ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, o empresário João Amorim, e os ex-presidente da Agesul, Maria Wilma Casanova Rosa e Wilson Cabral Tavares. Eles podem ser condenados a pagar R$ 63,4 milhões aos cofres públicos, incluindo a multa de dez vezes o valor do dano ao erário.

Ler mais

MPE pede a condenação de Nelsinho e mais 17 por desvio de R$ 9,4 milhões no tapa-buracos

Promotor pede a condenação do senador Nelsinho Trad, ao lado de Rodrigo Pacheco (presidente do Senado), por improbidade administrativa e a devolver R$ 131 milhões aos cofres públicos (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

O Ministério Público Estadual deu parecer pela condenação do senador Nelsinho Trad (PSD), duas empresas e mais 14 pessoas, inclusive os ex-secretários municipais de Infraestrutura, João Antônio De Marco e Semy Ferraz, pelo desvio de R$ 9,438 milhões na Operação Tapa-Buracos. Só nesta ação de improbidade administrativa, referente a Enerpav G.S., o grupo pode ser condenado a pagar R$ 131 milhões ao município de Campo Grande.

Ler mais

Mulher de promotor que absolveu filho de Reinado tem cargo comissionado com salário de R$ 16 mil

Promotor Fábio Ianni Goldfinger não se manifestou sobre se havia suspeição entre conduzir processo contra filho do governador e a esposa ocupar cargo com salário de R$ 16 mil (Foto: Arquivo)

Esposa do promotor Fábio Ianni Goldfinger, Ana Paula Rezende de Oliveira Goldfinger ocupa cargo comissionado na administração de Reinaldo Azambuja (PSDB) desde maio de 2019 e ganha salário de R$ 16.039, conforme o Portal da Transparência. Funcionária de carreira da Secretaria Estadual de Saúde, ela teve aumento de 269% no subsídio ao assumir o cargo de coordenadora de Vigilância Epidemiológica.

Ler mais

Promotor negou ajuda de colegas e não viu lógica em filho de Reinaldo roubar a própria propina

Promotor Fábio Ianni Goldfinger dispensou ajuda de dois promotores que tinham assinado a denúncia contra o filho de Reinaldo junto com Marcos Alex (Foto: Arquivo)

Substituto de Marcos Alex Vera de Oliveira, conhecido como “xerife do MPE”, o promotor Fábio Ianni Goldfinger dispensou a ajuda de dois colegas na ação por roubo contra o advogado Rodrigo Souza e Silva. No parecer em que pediu a absolvição por falta de provas, ele destacou que não via “lógica” o filho de Reinaldo Azambuja (PSDB) encomendar o roubo da própria propina.

Ler mais

Juíza alega falta de provas e absolve filho de governador do roubo da propina de Polaco

Filho de Reinaldo teve uma importante vitória na Justiça ao ser absolvido da acusação de que mandou roubar a propina de Polaco (Foto; Arquivo)

A juíza May Melke Amaral Penteado Siravegna, da 4ª Vara Criminal de Campo Grande, apontou falta de provas e absolveu o advogado Rodrigo Souza e Silva da acusação de ser o mandante do roubo. O filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi acusado pelo Ministério Público Estadual de ter contratado um grupo para roubar a propina de R$ 300 mil destinada ao corretor de gado José Ricardo Guitti Guímaro, o Polaco, no dia 27 de novembro de 2017.

Ler mais

Promotor ratifica denúncia do MPF contra Giroto e João Amorim na Aviões de Lama

Promotor denuncia Giroto por ocultação de R$ 1,9 milhão na comrpa de avião (Foto: Arquivo)

O promotor Fábio Ianni Goldfinger ratificou a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, e o poderosíssimo empresário João Amorim por corrupção passiva, ocultação de R$ 1,9 milhão na compra de uma aeronave e organização criminosa. Eles foram denunciados na Operação Aviões de Lama e a ação penal foi transferida à Justiça estadual pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região quando a 3ª Vara Federal de Campo Grande estava concluindo o julgamento.

Ler mais

MPE isenta promotor, mas não diz quem “ajudou” engenheiro a ficar livre de devolver R$ 5 mi

MPE diz que promotor não tem atribuição de recorrer contra decisões em segunda instância, mas não revelou o nome do procurador de Justiça que falhou e acabou ajudando engenheiro a ficar livre de condenação na Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual informou, em nota, que o promotor Fábio Ianni Goldfinger não foi o responsável pela falha que acabou livrando o engenheiro João Afif Jorge de devolver R$ 5,494 milhões aos cofres públicos. No entanto, o órgão não informou o nome do procurador de Justiça que “falhou” ao não questionar o acordão da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que anulou a sentença de ação de improbidade administrativa.

Ler mais

Substituto de “xerife” não recorre para manter condenação de engenheiro a devolver R$ 5,4 mi

Promotor Fábio Ianni Goldfinger não recorreu contra acórdão que anulou condenação de engenheiro que investiu R$ 1,8 milhão na compra de duas fazendas (Foto: Arquivo)

O promotor Fábio Ianni Goldfinger não recorreu contra o acórdão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que se baseou em “erros” para anular a condenação do engenheiro João Afif Jorge. Com a decisão da 1ª Câmara Cível, aprovada pelo placar de 4 a 1, ele vai enfrentar novo julgamento e ficará, por enquanto, livre de devolver R$ 5,494 milhões aos cofres públicos.

Ler mais

André diz que Reinaldo seguiu exemplo, mas MPE insiste na condenação por adesivar ônibus

Puccinelli diz que atual governador também colocou adesivos com slogan do Estado porque não há irregularidade na medida (Foto; Arquivo)

O ex-governador André Puccinelli (MDB) e a ex-secretária estadual de Educação, Maria Nilene Badeca da Costa, insistiram na absolvição na ação de improbidade, porque Reinaldo Azambuja (PSDB) seguiu o exemplo do emedebista e também adesivou ônibus escolares doados pelo Governo federal. No entanto, o Ministério Público Estadual voltou a defender a condenação de ambos a ressarcir os cofres estaduais pelo gasto com a adesivagem dos 300 veículos.

Ler mais

Operação Clean: empresa lucrava até 1.893% na venda de produtos de limpeza para escolas

A Max Limp – Produtos de Limpeza lucrava até 1.893% na venda de produtos para a Secretaria Estadual de Educação, conforme investigação realizada pelo Ministério Público Estadual. Alvo da Operação Clean, deflagrada na segunda-feira (19) com apoio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e do GECOC (Grupo Especial de Combate à Corrupção), a empresa é suspeita de superfaturamento médio de 175%.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑