Tag: peculato (page 1 of 2)

PF apura negócios milionários de Osmar Jeronymo com sócio de Beira-mar e preso por tráfico

Indicado ao TCE por André Puccinelli e salário base de R$ 39 mil, Osmar Jeronymo é um dos principais alvos da Operação Mineração de Ouro (Foto: Arquivo)

Ex-secretário estadual de Governo e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Osmar Domingues Jeronymo, é investigado pela Polícia Federal por usar envolvidos com o tráfico internacional de drogas para lavar dinheiro supostamente proveniente de corrupção. De acordo com despacho do ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça, em transação imobiliária com o braço direito do narcotraficante Fernandinho Beira-mar, ele teria ganho 81,06% em quatro meses.

Ler mais

Advogado perde R$ 7,7 milhões ao não explorar mina comprada de sobrinho de conselheiro

Operação Mineração de Ouro cumpriu 20 mandados de busca e apreensão nesta terça (Foto: Divulgação)

Um dos principais alvos da Operação Mineração de Ouro, deflagrada nesta terça-feira (8) pela Polícia Federal, é advogado Félix Jayme Nunes da Cunha. Conforme a PF, assessor do conselheiro Osmar Domingues Jeronymo, ele pagou R$ 7,7 milhões em uma mineradora de cobre em Bela Vista, mas acabou perdendo o investimento ao deixar vencer o alvará sem explorar a atividade.

Ler mais

Investigada pelo MPE recebeu R$ 4,2 milhões e dona é advogada de ex-secretário de Administração

Operação Clean cumpriu mandados de busca e apreensão em escritório de empresa que tem entre os sócios, advogada de Carlos Alberto de Assis (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

Alvo da Operação Clean, a Max Limp – Produtos para Limpeza recebeu R$ 4,282 milhões do Governo do Estado entre 2015 e 2019, de acordo com o Portal da Transparência. Uma das sócias da empresa, Magali Aparecida da Silva Brandão, aparece como advogada do ex-secretário estadual de Administração e Desburocratização e atual presidente da Agepan (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos), Carlos Alberto de Assis.

Ler mais

Ex-vereadores e presidente da Câmara são condenados por peculato a mais de 48 anos

Operação prendeu ex-vereadores em maio de 2019 (Foto: Arquivo)

Sentença da juíza Camila de Melo Mattioli Pereira, da Vara Única de Água Clara, condenou dois ex-presidentes e o atual presidente da Câmara Municipal da cidade, empresário e duas mulheres por desvio de dinheiro e lavagem de capitais a mais de 48 anos de prisão. A magistrada determinou a perda do cargo de vereador do atual dirigente, Saylon Cristiano de Moraes (PDT).

Ler mais

Juiz inocenta escrivão que deu “jeitinho” para driblar falta de dinheiro e consertar viaturas da Polícia Civil

Viatura consertada graças ao esforço de Medina acabou sendo destinada para atender Depac na Capital (Foto: Arquivo)

A Justiça inocentou o escrivão Bernardino Medina da denúncia de peculato. Durante o processo e o julgamento ficou provado que o funcionário público não desviou o dinheiro destinado ao abastecimento dos veículos da Polícia Civil, mas recorreu ao “jeitinho brasileiro” para garantir o conserto e manutenção das viaturas destinadas ao atendimento das ocorrências policiais.

Ler mais

Desembargador linha dura vai julgar recurso de ex-assessor de Odilon contra pena de 41 anos

Antecessor de Sérgio Moro, Fausto de Sanctis foi pioneiro em colocar poderosos e bilionários atrás das grades (Foto: Arquivo)

O desembargador Fausto de Sanctis, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, será o relator do recurso de Jedeão de Oliveira, condenado a 41 ano, três meses e oito dias de prisão por peculato. Além de primo, ele foi chefe de gabinete por 21 anos do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira.

Ler mais

Mandetta pagou empresa aérea de amigo citada na delação da JBS com verba da Câmara

Deputado usou a cota parlamentar para pagar frete aéreo para empresa que teria lhe sido gentil e feito voos de graça na campanha (Foto: Arquivo)

O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) usou verba da Câmara dos Deputados para pagar 11 fretes de empresa área de amigo e citada na delação premiada da JBS. A revelação contra o futuro ministro da Saúde, confirmado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), consta de reportagem de Lúcio de Castro, da agência de jornalismo investigativo SportLight (clique aqui). Ler mais

Juiz da 5ª Vara assume inquérito por peculato contra Mandetta, cotado para ministro de Bolsonaro

Mandetta conclui o mandato de deputado federal, mas pode manter o foro privilegiado se for nomeado ministro da Saúde por Bolsonaro (Foto: Arquivo)

A 5ª Vara Federal de Campo Grande vai conduzir a investigação criminal contra o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), acusado de peculato e fraudes na implantação do Gisa (Gestão de Informação em Saúde). Cotado para ser ministro da Saúde na gestão do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), ele ainda responde por duas ações por improbidade em decorrência do mesmo escândalo e pode ser condenado a devolver R$ 32,6 milhões aos cofres públicos. Ler mais

Após Picarelli perder reeleição, esposa vai a julgamento em novembro por peculato

Deputado perdeu a eleição ao tentar o 9º mandato consecutivo no legislativo estadual. Ré por peculato no escândalo dos convênios, esposa vai a julgamento em novembro (Foto: Arquivo)

A situação não está fácil para a família Picarelli. No domingo, Maurício Picarelli (PSDB) perdeu a eleição e a oportunidade de conquistar o 9º mandato consecutivo como deputado estadual. Em novembro, a esposa, a ex-vereadora Magali Marlon Picarelli, a nora e ex-nora vão a julgamento por peculato. Ler mais

Patrimônio de ex-presidente do Detran, réu por corrupção e peculato, cresce 212% em 8 anos

 

Gerson Claro conseguiu triplicar o patrimônio em oito anos, de R$ 802 mil para R$ 2,5 milhões (Foto: Arquivo)

O patrimônio do candidato a deputado estadual Gerson Claro Dino (PP) teve aumento de 212% em oito anos, conforme declarações feitas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Réu por peculato, organização criminosa e corrupção, ele pediu demissão do cargo de diretor-presidente do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) após ser preso na Operação Antivírus e ser proibido de frequentar o órgão pelo Tribunal de Justiça em agosto do ano passado. Ler mais

« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑