Richelieu de Carlo
Paulo Henrique, o Bambu, foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão, mas ganha salário de R$ 12,5 mil do governador Reinaldo (Foto: Arquivo)

Condenado a dez anos e seis meses de prisão em regime fechado por corrupção, o ex-vereador Paulo Henrique Amos Ferreira, o Bambu, do Patriota, ganha salário de R$ 12,5 mil e é o coordenador regional do Governo do Estado em Dourados. Ele foi nomeado para o cargo pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Cassado por causa do “mensalinho” em 2011, o político é assessor da Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica) desde março de 2019.

Ler mais