Corte fiscal contratou de capataz de fazenda a advogado com bons salários para atuar como administrador de redes e analistas de informática (Foto: Arquivo

A empresa Dataeasy Consultoria e Informática Ltda, que recebeu R$ 80,743 milhões do Tribunal de Contas do Estado entre 2018 e 2020, está no centro das investigações da Operação Mineração de Ouro, deflagrada nesta terça-feira (8) pela Polícia Federal. Ela é acusada de contratar parentes de conselheiros e políticos e até de abrigar funcionários fantasmas, conforme despacho do ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça.

Ler mais