Tag: operação mineração de ouro (page 1 of 2)

Investigado pela PF, conselheiro do TCE tenta retomar pousada e caso vai parar na polícia

Uma das atrações de hotel rural em Bonito que conselheiro Waldir Neves tenta reassumir em Bonito (Foto: Arquivo)

Investigado pela Polícia Federal na Operação Mineração de Ouro, o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Waldir Neves Barbosa, tenta retomar a pousada Araras Hotel Rural, em Bonito, que está arrendada até 2035. Além de ação judicial, o caso se transformou caso de polícia, porque o integrante da corte fiscal está sendo acusado de causar transtornos no hotel para forçar a quebra do contrato.

Ler mais

MPE aponta desvio de R$ 19,3 milhões no TCE em contrato com empresa de limpeza “sem sede”

TCE é alvo de mais um escândalo: denúncia do MPE aponta desvio de R$ 19,3 milhões em contrato com empresa de limpeza (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual concluiu que houve desvio de R$ 19,378 milhões no Tribunal de Contas do Estado por meio de contrato com empresa de limpeza, que não tinha sede e cuja proprietária não foi localizada. O novo escândalo consta da ação de improbidade administrativa protocolada contra os últimos três ex-presidentes – Cícero de Souza, Waldir Neves e José Ancelmo dos Santos (morto de covid-19 em junho deste ano).

Ler mais

Advogado quer suspender “penduricalhos” e cortar salário milionário de conselheiros do TCE

Conselheiros do TCE receberam supersalário em 2020: seis dos sete ganharam mais de R$ 1 milhão (Foto: Arquivo)

O advogado Ênio Martins Murad prepara ofensiva na Justiça para anular o pagamento de verbas indenizatórias e outros penduricalhos aos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Impulsionado pela Operação Mineração de Ouro, deflagrada pela Polícia Federal contra três dos sete integrantes da corte fiscal, ele acabar com o pagamento de salários milionários.

Ler mais

Mineração de Ouro: Waldir diz que dissipará qualquer suspeita e não envergonhará os amigos

Waldir Neve diz que há irregularidades, mas que poderiam ser corrigidas diretamente na Receita, sem ampla cobertura na mídia (Foto: Arquivo)

O ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Waldir Neves, divulgou nota, na tarde desta sexta-feira (18), para combater as suspeitas levantadas na Operação Mineração de Ouro, deflagrada pela Polícia Federal no último dia 8 deste mês. “Acredito no Poder Judiciário e esclarecerei todos os atos reputados como pendentes de esclarecimentos, não apenas porque a autoridade policial deseja, mas por que todo e qualquer homem público (na minha condição e história) tem o dever de dissipar dúvidas seja perante as autoridades constituídas”, ressaltou.

Ler mais

PF investiga se Waldir Neves tinha terras no Maranhão e vendeu fazenda de R$ 17 milhões

Ex-presidente do TCE é investigado por propriedades rurais no Maranhão (Foto: Arquivo)

A Polícia Federal investiga a existência de terras do conselheiro Waldir Neves Barbosa, ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, no Maranhão, a 2.500 quilômetros de Mato Grosso do Sul. Alvo da Operação Mineração de Ouro, deflagrada com aval do Superior Tribunal de Justiça na última terça-feira (8), ele também pode ter vendido uma fazenda por R$ 17 milhões no Pará.

Ler mais

Conselheiro do TCE teve R$ 2,9 mi atípicos em 2019 e 4 empresas “faliram” após transferência

Policiais Federais permaneceram no TCE até às 10h40 de quarta-feira, dia seguinte à Operação Mineração de Ouro (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

A quebra do sigilo bancário encontrou depósitos atípicos de aproximadamente R$ 3 milhões apenas em 2019 ao ex-secretário estadual de Governo e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Osmar Domingues Jeronymo. Das 14 empresas responsáveis pelo repasses, oito tinham menos de um ano de funcionamento e quatro encerraram as atividades após realizar a transferência do dinheiro, de acordo com a Polícia Federal.

Ler mais

Fórum dos Servidores: PF no TCE deixa sensação de que em MS está “REINANDO” a corrupção

Publi O Jacaré

Em nota, o Fórum dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul repudia a corrupção no Tribunal de Contas do Estado, que “teria como função específica fiscalizar a aplicação do dinheiro do povo, principalmente pelos gestores públicos”. Para a entidade, composto por vários sindicatos, a Operação Mineração de Ouro, deflagrada pela Polícia Federal no dia 8 deste mês, deixa a sensação no imaginário popular “de que em MS está ‘REINANDO’ a corrupção”.

Ler mais

Após entrar no TCE, Waldir recebeu três fazendas avaliadas em R$ 6,3 mi de agropecuária

Ex-presidente do TCE diz que recebeu fazendas como pagamento de créditos de empresa que deixou a sociedade em 2009 (Foto: Arquivo)

O ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Waldir Neves Barbosa, recebeu três propriedades rurais, avaliadas em R$ 6,3 milhões, da Agropecuária Água Viva. No entanto, ele alega que deixou a empresa em julho de 2009, quando foi nomeado para integrar a corte fiscal pelo governador André Puccinelli (MDB). A Polícia Federal suspeita que o ex-deputado mantém vínculo com a agropecuária.

Ler mais

Entidades apontam “vícios” no TCE e pedem afastamento dos três conselheiros investigados

Associações de auditores querem o afastamento de Osmar Jeronymo, Ronaldo Chadid e Waldir Neves e abertura de procedimento administrativo contra conselheiros investigados pela PF (Foto: Arquivo)

Entidades dos auditores cobraram o afastamento dos três conselheiros do Tribunal de Contas do Estado – Osmar Domingues Jeronymo, Ronaldo Chadid e Waldir Neves Barbosa – investigados na Operação Mineração de Ouro, deflagrada ontem (8) pela Polícia Federal. Em nota, elas voltaram a alertar para três vícios cometidos pela corte fiscal, que dificulta o combate à corrupção e a transparência.

Ler mais

PF apura negócios milionários de Osmar Jeronymo com sócio de Beira-mar e preso por tráfico

Indicado ao TCE por André Puccinelli e salário base de R$ 39 mil, Osmar Jeronymo é um dos principais alvos da Operação Mineração de Ouro (Foto: Arquivo)

Ex-secretário estadual de Governo e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Osmar Domingues Jeronymo, é investigado pela Polícia Federal por usar envolvidos com o tráfico internacional de drogas para lavar dinheiro supostamente proveniente de corrupção. De acordo com despacho do ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça, em transação imobiliária com o braço direito do narcotraficante Fernandinho Beira-mar, ele teria ganho 81,06% em quatro meses.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑