Operação de combate à pornografia infantil prendeu quatro ontem na Capital (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

Policial militar licenciado, o advogado e professor universitário de 35 anos, preso na “Operação Deep Caught III”, tinha aproximadamente 100 gigas em imagens e vídeos de pornografia envolvendo crianças e adolescentes. Ele teve prisão preventiva decretada nesta sexta-feira (30) pela juíza Eliane de Freitas Lima Vicente, durante a audiência de custódia.

Ler mais