Tag: operação again

Médico tenta anular julgamento e tirar da Justiça Federal ação por desvio de R$ 3,4 mi no HR

Réus tentam tirar da Justiça Federal e suspender julgamento sobre desvio milionáriono HR (Foto: Arquivo)

Depois das anulações da Lama Asfáltica, o cardiologista Mércule Pedro Paulista Cavalcante quer suspender o julgamento e tirar da 3ª Vara Federal a ação penal pelo suposto desvio de R$ 3,494 milhões do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian. Por enquanto, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou o pedido de liminar em habeas corpus e manteve a audiência de instrução e julgamento, que deverá ser concluída em 17 de agosto com o interrogatório dos réus.

Ler mais

Alvo de ação por desvio no HU não substitui bloqueio de veículos velhos por supercarro de luxo

Empresário quer trocar uma BMW de R$ 222 mil por outra de R$ 672,7 mil, mas precisa de aval da Justiça porque bens estão bloqueados por desvios no setor do coração (Foto: Arquivo)

Alvo da Operação Again, que apurou desvios no setor do coração do Hospital Universitário de Campo Grande, um empresário não conseguiu substituir o bloqueio de dois veículos de luxo por um supercarro de luxo avaliado em R$ 672,7 mil. Em despacho publicado nesta segunda-feira (21), o juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, negou a liberação dos automóveis para a aquisição de uma BMW X5.

Ler mais

Julgamento de cardiologista pelo desvio de R$ 3,4 mi de hospital começa em maio de 2022

Cardiologista Mércule Paulista será interrogado em junho durante julgamento sobre o desvio de R$ 3,4 milhões no HR (Foto: Arquivo)

O julgamento do cardiologista Mércule Paulista Cavalcante pelo desvio de R$ 3,494 milhões do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian vai começar no dia 10 de maio de 2022. Em despacho publicado nesta segunda-feira (29), o juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, negou pedidos dos réus para rejeitar a denúncia feita em decorrência da Operação Again, deflagrada pela Polícia Federal para apurar desvios feitos pela “Máfia do Coração”.

Ler mais

Juiz bloqueia R$ 5,4 milhões de médico e empresários por desvios em hospitais da Capital

Sem dinheiro para consertar até elevadores e com número recorde de mortes, HR teria sido alvo de desvios e fraude em licitações (Foto: Arquivo)

O juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, ampliou para R$ 5,484 milhões o total bloqueado do cardiologista Mércule Pedro Paulista Cavalcante e empresários. Eles são acusados de desviar recursos no setor do coração dos hospitais Universitário e Regional e foram alvos da Operação Again, no início do ano passado.

Ler mais

MPF denuncia cardiologista pela 2ª vez e aponta desvio de R$ 3,4 milhões no HR

Cardiologista tinha salário de R$ 27 mil quando foi alvo de operação da PF no ano passado (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Federal apresentou a segunda denúncia contra o cardiologista Mércule Pedro Paulista e mais quatro empresários. Eles são acusados pelo desvio de R$ 3,494 milhões no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian. Além de serem obrigados a devolver o valor corrigido, que já chega a R$ 4,5 milhões, eles podem ser condenados até a 12 anos por peculato.

Ler mais

Após operações da PF e Gaeco, cirurgião e ex-interventor na Santa Casa podem assumir HR

Cirurgião Márcio Eduardo foi condecorado pela Câmara no ano passado: nomeação de um negro na equipe pode ser uma bola dentro do governador (Foto: Arquivo)

Após o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian ser alvo de duas operações de combate à corrupção, Justiniano Vavas vai deixar o comando da unidade. O médico cirurgião Márcio Eduardo de Souza Pereira, funcionário de carreira, e o auditor Edson da Matta, que foi interventor por oito anos na Santa Casa, devem ser nomeados para cargos de direção na unidade estadual, o segundo maior de Mato Grosso do Sul. Ler mais

“Máfia do Coração”: cardiologista e empresário voltam a usar tornozeleira eletrônica

Após ficar livre do monitoramento eletrônico por três meses, cardiologista Mércule Cavalcante volta a usar tornozeleira (Foto: Arquivo)

A Justiça Federal determinou que o médico Mércule Pedro Paulista Cavalcante e o empresário Pablo Augusto de Souza e Figueiredo, acusados de integrar a “Máfia do Coração”, voltem a usar tornozeleira eletrônica. Eles foram alvo da Operação Again, deflagrada pela Polícia Federal no início deste ano contra fraude em licitações, superfaturamento e outras irregularidades nos setores de cardiologia de três hospitais públicos. Ler mais

Acusado de integrar “máfia do coração”, médico fica livre de tornozeleira

Médico foi alvo da Operação Again, que apontou semelhanças nas ações das máfias do coração e do câncer para desviar recursos públicos (Foto: Arquivo)

O cardiologista Mércule Pedro Paulista Cavalcante e o empresário Pablo Augusto de Souza e Figueiredo, acusados de integrar a “máfia do coração”, ficaram livres do monitoramento eletrônico por meio de tornozeleira. Investigados por desviar recursos públicos na Operação Again, da Polícia Federal, eles continuam proibidos de retornar às atividades profissionais por tempo indeterminado. Ler mais

Fraudes no setor do coração do HU deram prejuízos de R$ 950,3 mil, conclui MPF

Mércule teve os bens bloqueados em novo pedido do MPF, mas valor foi reduzido de R$ 3,1 milhões para R$ 950,3 mil (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Federal concluiu que a suposta “máfia do coração” causou prejuízos de R$ 950,3 mil ao Hospital Universitário de Campo Grande. O órgão ainda não concluiu a análise sobre outros dois hospitais, o Regional da Capital e o HU de Dourados, onde o montante pode chegar a R$ 2,214 milhões. Ler mais

Com Sangue Frio impune há 5 anos, PF investiga “máfia” pelo desvio de R$ 3,2 milhões no HU e HR

Policiais federais cumprem mandado de busca no HU (Foto: Midiamax)

Até o momento, nenhum acusado de desviar R$ 27 milhões só do Hospital do Câncer foi condenado pela Justiça. A impunidade pode ser uma das principais causas que levou outra “máfia” a atuar, de novo, nos hospitais Universitário e Regional de Mato Grosso do Sul. Nova operação da Polícia Federal apura o desvio de R$ 3,2 milhões dos dois hospitais públicos de Campo Grande. Ler mais

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑