Maristela Bruneto
Mário durante protesto em Paris: ele apostou tudo em um sonho que deu certo (Foto: Arquivo Pessoal)

Em setembro de 2000, o filósofo e jornalista Mario Doraci Pinheiro pediu demissão do emprego de assessor de imprensa da OAB (Ordem dos Advogados) em Campo Grande, vendeu o que podia e embarcou num sonho. Depois de enviar vários projetos sem resposta, ele havia recebido um “sim” da prestigiosa universidade da capital francesa Paris 9, para fazer Mestrado na área de Sociologia da Comunicação.

Ler mais