Tag: nelsinho trad (page 2 of 23)

Nelsinho não segue exemplo do irmão e é campeão em gastos; Simone amplia uso de cota

Enquanto o irmão gastou apenas R$ 16 mil no primeiro semestre, Nelsinho Trad usou R$ 213 mil em sete meses da cota parlamentar e da verba com Correios (Foto: Arquivo)

Nelsinho Trad (PSD) não seguiu o bom exemplo do irmão e é o campeão em gastos entre os três senadores de Mato Grosso do Sul no primeiro semestre deste ano, conforme o Portal da Transparência do Senado. Com a pretensão de ser candidata a presidente da República em 2022, Simone Tebet (MDB) elevou a utilização da cota parlamentar. Soraya Thronicke (PSL) reduziu drasticamente o gasto em 2021.

Ler mais

Delcídio não paga dívida a mando da Justiça e juiz penhora fazenda de 2,3 mil hectares

Ex-senador teve fazenda em nome da mãe penhorada para quitar dívida de arrendamento feito em 1999 (Foto: Divulgação)

O ex-senador Delcídio do Amaral (PTB) não cumpriu a determinação da Justiça para pagar em três dias a dívida de R$ 2,5 milhões com um casal de pecuarista. Em despacho publicado no dia 13 deste mês, o juiz Cássio Roberto dos Santos, da 1ª Vara de Execuções de Títulos Extrajudiciais de Campo Grande, determinou a penhora de fazenda de 2.336 hectares para garantir o pagamento do débito.

Ler mais

Deputados apelam a Bolsonaro, mas não escapam da fúria do eleitor pelo fundão de R$ 5,7 bi

Dr. Luiz Ovando elogiou Bolsonaro por ter defendido os aliados que votaram a favor do fundão mesmo sendo contra (Foto: Arquivo)

Os cinco parlamentares de Mato Grosso do Sul estão enfrentando a fúria dos eleitores por terem aprovado o aumento de 185% no Fundo Eleitoral, que deve passar de R$ 2,034 bilhões para R$ 5,7 bilhões em 2022. Eles estão apelando ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que culpou o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL), pela manobra, e saiu em defesa dos deputados e senadores fieis, que aprovaram o novo fundão em plena crise causada pela pandemia.

Ler mais

MPE insiste na devolução de R$ 10 mi de Simone, Nelsinho e outros notáveis por salário ilegal

Senadores Simone e Nelsinho estão na lista de cobrança do Ministério Público. (Foto: Marcos Oliveira-Agência Senado)

Recheada de “notáveis”, a 7ª legislatura da Assembleia Legislativa custou mais caro do que deveria aos sul-mato-grossenses. A suspeita de improbidade administrativa foi levada à Justiça em 2016, e, agora, na reta final do processo, o MPE (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) insiste que 28 ex-deputados paguem indenização de R$ 10,6 milhões  pelo recebimento de salário acima do permitido por lei.

Ler mais

Rose, Bia, Ovando, Beto Pereira e Nelsinho aprovam fundo de R$ 5,7 bi para eleições de 2022

Beto Pereira, Bia Cavassa, Rose Modesto e Dr. Luiz Ovando aprovam triplicar o gasto com campanha eleitoral, apesar da mais grave crise enfrentada pelo Brasil (Foto: Campo Grande News)

Em meio a mais grave crise econômica da história brasileira, com falta de dinheiro para reajustar salários e fazer investimentos para minimizar os efeitos da pandemia da covid-19, o Congresso Nacional aprovou o aumento de 185% no Fundo Eleitoral. Com aval dos deputados federais Beto Pereira, Bia Cavassa e Rose Modesto, do PSDB, e Dr. Luiz Ovando (PSL) e do senador Nelsinho Trad (PSD), o dinheiro a ser torrado nas eleições passou de R$ 2,034 bilhões, no ano passado, para R$ 5,7 bilhões.

Ler mais

Juiz bloqueia contas e manda ex-deputada vender ações para pagar dívida de Nelsinho

Antonieta e senador foram casados por comunhão parcial de bens: juiz manda sequestrar 50% do dinheiro depositado nas contas de ex-deputada (Foto: Arquivo)

A Justiça bloqueou as contas da ex-deputada Antonieta Amorim (MDB) e ainda determinou que ela venda metade das ações na agropecuária para pagar a dívida milionária de Nelsinho Trad (PSD) com a VCA Produções. Além disso, o juiz mandou penhorar os veículos em nome do senador para quitar a dívida de R$ 3,4 milhões com a VCA Produções, decorrente da campanha a governador em 2014.

Ler mais

Reinaldo é vaiado pela 2ª vez em evento com Jair Bolsonaro, desta vez em Ponta Porã

Governador de MS foi vaiado ao discursar em evento com Bolsonaro na fronteira (Foto: Reprodução)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi vaiado ao discursar durante evento com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Ponta Porã, a 323 quilômetros da Capital. Esta é a segunda vez que o tucano, denunciado no Superior Tribunal de Justiça por receber R$ 67,791 milhões em propinas da JBS, é hostilizado ao participar de evento com o presidente.

Ler mais

Simone Tebet é a única de MS a assinar pedido para prorrogar CPI da Covid no Senado

Randolfe Rodrigues publicou a lista dos 34 senadores, inclusive Simone, que assinaram requerimento para prorrogar a CPI da Covid no Senado (Foto: Arquivo)

A senadora Simone Tebet (MDB) é a única integrante da bancada de Mato Grosso do Sul que assinou o requerimento para prorrogar a CPI da Covid no Senado. Em meio ao escândalo do superfaturamento na compra da vacina Covaxin, da Índia, o vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede), do Amapá, anunciou que já conta com 34 assinaturas, número suficiente para estender os trabalhos do final de julho para até o dia 27 de outubro deste ano.

Ler mais

Campeão em ações de improbidade no Senado, Nelsinho culpa Bernal e defende mudança

De acordo com levantamento de jornal, Nelsinho é o senador com mais ações de improbidade. Dos 81 senadores, 37 possuem ações na Justiça (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PSD), é campeão em ações de improbidade administrativa entre os 81 senadores, conforme levantamento divulgado nesta segunda-feira (21) pelo jornal O Estado de São Paulo. Com 17 processos por suspeita de irregularidades na Justiça, ele culpou o sucessor, Alcides Bernal (Progressistas), e defendeu as mudanças aprovadas na LIA (Lei de Improbidade Administrativa) pela Câmara dos Deputados.

Ler mais

Nelsinho e Soraya aprovam venda da Eletrobras; Simone vota contra por prever conta mais cara

Dos três senadores de MS, dois foram aprovaram MP com os “jabutis”, que deixam conta de luz mais cara (Foto: Arquivio/Midiamax)

Os senadores Nelsinho Trad (PSD) e Soraya Thronicke (PSL) votaram a favor da medida provisória que autoriza a venda da Eletrobras, a maior empresa da América Latina. Por causa dos “jabutis” incluídos na proposta, que devem encarecer a conta de luz para o consumidor, a senadora Simone Tebet (MDB) votou contra a proposta. No entanto, em votação apertada, o Senado aprovou a MP por 42 votos a favor e 37 contra.

Ler mais
« Older posts Newer posts »

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑