Tag: ministro Rogério Schietti Cruz

Com covid, Jamil Name é entubado no RN e defesa pede prisão domiciliar ao STJ

Família suspeita que empresário contraiu covid-19 durante a perícia para avaliar sanidade mental (Foto: Arquivo)

Em estado grave em decorrência das complicações causadas pela covid-19, o empresário Jamil Name, 82 anos, foi transferido para hospital particular de Mossoró (RN) e entubado. Em decorrência do agravamento da situação do chefe do dono do jogo do bicho em Campo Grande, os advogados ingressaram com pedido de prisão domiciliar no STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Ler mais

STJ também vê necessidade de “maioria absoluta” e nega HC para trancar ação contra Jamilson

Jamilson ainda tem três pedidos contra ação penal para serem julgados no TJMS (Foto: Arquivo)

O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça, também vê necessidade de “maioria absoluta” para sustar ação criminal contra parlamentar e negou habeas corpus a Jamilson Lopes Name (sem partido). Em despacho a ser publicado nesta segunda-feira (26), o magistrado mantém o processo contra o deputado estadual, réu na Operação Omertà por organização criminosa armada, lavagem de dinheiro e exploração do jogo do bicho.

Ler mais

Presidente do STJ nega habeas corpus no plantão e mantém prisão de Jamil Name

Humberto Martins negou novo pedido de habeas corpus de Jamil Name (Foto: Arquivo)

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins, negou novo pedido de habeas corpus feita pela defesa de Jamil Name, 81 anos, preso desde 27 de setembro de 2019. O poderoso empresário é acusado de comandar a maior e mais estruturada organização criminosa na história de Mato Grosso do Sul. Réu em nove ações criminais, ele vai continuar preso no Presídio Federal de Mossoró (RN).

Ler mais

Ministro do STJ mantém Jamil Name por mais três anos no Presídio Federal de Mossoró

Rogério Schietti, do STJ, não vê ilegalidade em decisão de juiz e desembargador, que mantém empresário em presídio federal (Foto: Arquivo)

O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça, manteve o empresário Jamil Name, 81 anos, por mais três anos no Presídio Federal de Mossoró (RN), a 3,2 mil quilômetros da Capital. Ele negou pedido de habeas corpus para suspender a decisão do juiz Mário José Esbalqueiro Júnior, da 1ª Vara de Execução Penal de Campo Grande, que prorrogou a estadia do octogenário no Rio Grande do Norte até outubro de 2023.

Ler mais

Fahd Jamil alega sete doenças, mas STJ nega pedido de prisão domiciliar pela 2ª vez

Fahd Jamil, ao lado do afilhado, Jamil Name Filho e do compadre Jamil Name: ele continua foragido e luta por habeas corpus (Foto: Arquivo)

Foragido desde 18 de junho deste ano, o empresário Fahd Jamil, 79 anos, acusado de chefiar grupo de extermínio em Ponta Porã, alegou sete doenças e seis cirurgias no habeas corpus protocolado no Superior Tribunal de Justiça. No entanto, pela 2ª vez, a corte negou o pedido de prisão domiciliar para o rei da fronteira, conforme despacho do ministro Rogério Schietti Cruz, publicado nesta segunda-feira (10).

Ler mais

Pela 6ª vez, STJ nega habeas corpus e mantém Jamil Name atrás das grades

Empresário Jamil Name tem 6º pedido de liberdade negado pelo STJ (Foto: Arquivo)

Pela 6ª vez, o Superior Tribunal de Justiça negou habeas corpus e manteve a prisão preventiva do empresário Jamil Name, 80 anos, acusado de chefiar grupo de extermínio em Campo Grande. Em despacho publicado nesta segunda-feira (4), o ministro Rogério Schietti Cruz, do STJ, rejeitou a prisão domiciliar ao octogenário em decorrência da pandemia da Covid-19.

Ler mais

Ministro do STJ cita “maior matança de MS” para manter Jamil Name isolado em Mossoró

Empresário vai continuar preso no presídio federal de Mossoró, determina ministro do STJ (Foto: Arquivo)

O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça, citou a “maior matança da história de MS” para manter o empresário Jamil Name, 80 anos, isolado na Penitenciária Federal de Mossoró (RN). Ao analisar o conflito de competência, ele decidiu que vale a decisão do juiz Mário José Esbalqueiro Júnior, da 1ª Vara de Execução Penal de Campo Grande.

Ler mais

STJ revoga prisão e ex-diretor da UCE surge após 23 anos para dizer pagou contas com fortuna

Ginásio do SESC foi sede da UCE, leiloada por R$ 700 mil, sendo que R$ 589 mil sumiram nas mãos de ex-presidente (Foto: Arquivo)

Acusado de sumir com uma fortuna da UCE (União Campo-Grandense dos Estudantes), Martin Areco Neto, 51 anos, reapareceu após 23 anos graças à revogação da prisão preventiva pelo Superior Tribunal de Justiça. No primeiro depoimento à Justiça sobre o rumoroso caso no dia 12 de dezembro do ano passado, ele negou o furto de R$ 589,2 mil em 1996 – valor atualizado seria de R$ 2,297 milhões.

Ler mais

Ministro do STJ nega habeas corpus a octogenário acusado de chefiar grupo de extermínio

Ministro do STJ negou pedido de habeas corpus protocolado pelo empresário Jamil Name (Foto: Arquivo)

O Superior Tribunal de Justiça negou pedido de habeas corpus ao empresário Jamil Name, 80 anos, preso acusado de chefiar grupo de extermínio. Ele está preso há 12 dias no Centro de Triagem Anísio Lima, em Campo Grande, por determinação do juiz Marcelo Ivo de Oliveira, da 7ª Vara Criminal.

Ler mais

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑