Tag: ministro felix fischer (page 1 of 4)

Ministro estende licença até janeiro e ação contra Reinaldo continua com Isabel Gallotti

Reinaldo poderá ter denúncia por corrupção pautada na Corte Especial do STJ pela substituta de Fischer (Foto; Arquivo)

O ministro Felix Fischer, relator da Operação Vostok no Superior Tribunal de Justiça, prorrogou a licença médica até o dia 22 de janeiro de 2022 e a Ação Penal 980 vai continuar nas mãos da relatora interina, a ministra Isabel Gallotti. Ela vai decidir quando pauta o julgamento do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), acusado por três crimes e de receber R$ 67,791 milhões em propina da JBS.

Ler mais

Ministros negam agravo do MPF e mantém apenas denúncia contra Reinaldo no STJ

Apenas o governador Reinaldo Azambuja será julgado pelo STJ pela suposta propina de R$ 67,7 milhões da JBS (Foto: Divulgação)

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça negou, por unanimidade, agravo do Ministério Público Federal e manteve o desmembramento da denúncia do pagamento de propina de R$ 67,791 milhões pela JBS a Reinaldo Azambuja (PSDB). Depois de seis adiamentos, os ministros julgaram o pedido nesta quarta-feira (18). A ministra Isabel Gallotti substituiu o relator, ministro Felix Fischer, que está de licença médica até o final de outubro.

Ler mais

Com nova relatora, STJ marca data e acelera para definir futuro de Reinaldo Azambuja

Governador de MS pode ter futuro definido em breve pelo STJ e ter o futuro complicado nas eleições de 2022 (Foto: Divulgação)

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça marcou para o dia 18 deste mês a retomada do julgamento da Ação Penal 980, na qual Reinaldo Azambuja (PSDB) é acusado por três crimes e de ter recebido R$ 67,791 milhões em propinas da JBS. Com a definição da relatora substituta, ministra Maria Isabel Gallotti, a corte acelera para definir o futuro do governador de Mato Grosso do Sul.


Ler mais

Nomeada por Lula, Isabel Gallotti assume relatoria de denúncia contra Reinaldo no STJ

No STJ há 11 anos, ministra Isabel Gallotti assume o lugar de Fischer para dar andamento à denúncia contra tucano no STJ (Foto: Arquivo)

A ministra Maria Isabel Gallotti vai substituir Felix Fischer na Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça. Com a mudança, confirmada nesta quarta-feira (4), a Ação Penal 980, em que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) é acusado de receber R$ 67,791 milhões em propinas e por três crimes, volta a tramitar na corte. O relator da Operação Vostok prorrogou a licença médica, iniciada no dia 2 de junho, até o dia 29 de outubro deste ano.

Ler mais

Fischer renova licença médica e ação contra governador deve ganhar novo relator no STJ

O ministro Felix Fischer renovou a licença médica até o dia 29 de outubro deste ano e a Ação Penal 980, contra Reinaldo Azambuja (PSDB), deverá ganhar relator substituto no Superior Tribunal de Justiça. Desde de fevereiro deste ano, a Corte Especial tenta julgar pedido do Ministério Público Federal contra o desmembramento da denúncia e manter em Brasília o julgamento do governador, o filho, Rodrigo Souza e Silva, e outros réus pela suposta propina de R$ 67,791 milhões da JBS.

Ler mais

Fischer falta pela 6ª vez e STJ julga ação contra Reinaldo em agosto “se Deus quiser”

Julgamento de recurso do MPF contra o desmembramento da denúncia contra Rodrigo e Reinaldo vai ficar para agosto (Foto: Arquivo)

O ministro Felix Fischer, relator da Operação Vostok, não retornou da licença médica nesta quinta-feira (1º) e a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça só vai analisar em agosto o recurso do Ministério Público Federal contra o desmembramento da denúncia contra o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Esta é a 6ª vez que o órgão adia o julgamento do tucano por causa da ausência do magistrado.

Ler mais

Fischer pede licença após faltar pela 5ª vez e ação contra Reinaldo deve ficar para 2º semestre

Reinaldo ganha fôlego com problemas de saúde de relator de ação penal no STJ (Foto: Chico Ribeiro)

Ausência do ministro Felix Fischer pela 5ª vez adiou novamente a decisão da Corte Especial sobre a desmembramento da denúncia contra Reinaldo Azambuja (PSDB). Após cinco ausências misteriosas, o magistrado pediu licença médica neste mês e o julgamento da Ação Penal 980, em que o governador de Mato Grosso do Sul é acusado de receber R$ 67,791 milhões em propinas deve ficar para o segundo semestre deste ano.

Ler mais

“Sumiço misterioso” de relator adia pela 4ª vez julgamento de recurso contra desmembramento de ação contra Reinaldo

Ação contra governador de MS patina no STJ (Foto: Arquivo)

O “sumiço misterioso” do ministro Felix Fischer, relator da Operação Vostok, fez a Corte Especial do STJ (Superior Tribunal de Justiça) adiar pela 4ª vez o julgamento do recurso do Ministério Público Federal contra desmembrar a denúncia contra Reinaldo Azambuja (PSDB). A subprocurador-geral da República, Lindora Araújo, quer manter, pelo menos, a ação penal contra o núcleo da organização criminosa em Brasília.

Ler mais

Esforço concentrado do STJ pode definir futuro de políticos poderosos em MS no dia 19

STJ promete julgar pedido do MPF para manter na corte julgamento de Márcio Monteiro, Zé Teixeira e Reinaldo (Foto: Arquivo)

Os ministros do Superior Tribunal de Justiça vão fazer esforço concentrado para zerar a pauta da Corte Especial e podem decidir o futuro de políticos poderosos em Mato Grosso do Sul na sessão do dia 19 deste mês. Eles vão analisar recurso do Ministério Público Federal para manter na corte a denúncia contra os 24 denunciados por viabilizar o pagamento de R$ 67,791 milhões em propinas pela JBS ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Ler mais

Por 14 a 0, STJ nega HC contra indiciamento de Zé Teixeira pela PF por dois crimes na Vostok

Felix Fischer negou pedido de Zé Teixeira para suspender indiciamento por organização criminosa e lavagem de dinheiro (Foto: Arquivo)

Por unanimidade, pelo placar de 14 a zero, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça manteve o indiciamento pela Polícia Federal do deputado estadual Zé Teixeira (DEM) pelos crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro. O plenário negou habeas corpus do primeiro secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, denunciado por emitir R$ 1,692 milhão em notas frias no suposto esquema de pagamento de propina ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑