Tag: mensalão pantaneiro

Vice-presidente do STJ nega recurso e mantém investigação contra conselheiro do TCE

Jerson Domingos não conseguiu arquivar inquérito que apura propina milionária (Foto: Arquivo)

A vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura, negou, no último dia 10 deste mês, recurso extraordinário para suspender a investigação contra o ex-presidente da Assembleia Legislativa e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Jerson Domingos. Ele é alvo de inquérito para apurar o suposto pagamento de propina pelo legislativo estadual em 2010.

Ler mais

STJ inocenta desembargador e mantém ação contra André e dois conselheiros do TCE

Desembargador teve inquérito arquivado porque não foram encontrados indícios mínimos de irregularidades, segundo MPF e relator no STJ (Foto: Arquivo)

Quase nove anos após a Operação Uragano, a Corte Especial do STJ (Superior Tribunal de Justiça) arquivou o inquérito aberto contra o desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Por outro lado, os ministros consideraram a existência de indícios suficientes para manter a investigação contra o ex-governador André Puccinelli (MDB) e dois conselheiros do Tribunal de Contas do Estado.

Ler mais

Juiz manda advogados provarem mensalão a André, deputados e ex-chefe do MPE

Ação popular tenta evitar que denúncias feitas por Ary Rgo caiam no esquecimento após oito anos (Foto: Arquivo)

Quinze advogados deverão provar à Justiça que existiu o pagamento de R$ 300 mil a R$ 6 milhões por mês a políticos, desembargadores e a procurador de Justiça, conhecido como “Mensalão Pantaneiro”. O escândalo explodiu há oito anos na Operação Uragano, da Polícia Federal, e a apuração esbarra na resistência da Assembleia Legislativa em abrir os dados bancários. Ler mais

STJ mantém investigação contra conselheiro do TCE no “Mensalão Pantaneiro”

Jerson Domingos, atual conselheiro do TCE, pediu arquivamento de inquérito porque MPF não teria apontado qualquer ilícito em quatro anos e nove meses de investigação (Foto: Arquivo)

O Superior Tribunal de Justiça mantém a investigação contra o ex-presidente da Assembleia Legislativa e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Jerson Domingos, no escândalo conhecido como “Mensalão Pantaneiro”. Publicado nesta quarta-feira, despacho do ministro Raul Araújo ainda dá mais 90 dias para o Ministério Público Federal concluir o inquérito contra deputados estaduais, desembargadores do Tribunal de Justiça e o ex-governador André Puccinelli (MDB). Ler mais

Reviravolta ressuscita escândalo de 2010 e Justiça retoma ação contra “Mensalão Pantaneiro”

Em gravação feita pelo jornalista Eleandro Passaia, Rigo fez revelações que poderiam implodir a política regional, mas não fez nem cócegas (Foto: Arquivo)

Na onda para por fim ao forno que assa as “pizzas” dos escândalos em Mato Grosso do Sul, a Justiça retomou o julgamento da ação popular contra o “Mensalão Pantaneiro”, denunciado há oito anos. O caso ganho fôlego até no STJ (Superior Tribunal de Justiça), que reviu o arquivamento do pedido de um grupo de advogados e vai para julgar o recurso para quebrar o sigilo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Ler mais

Suspeito de cobrar “mensalão”, procurador tinha poupança em casa para não pagar tarifa bancária

Miguel Vieira da Silva só não foi reconduzido em 2010 porque ficou em quarto lugar e fora da lista tríplice, graças a manobra de promotores (Foto: Arquivo)

Suspeito de receber “mensalão” da Assembleia Legislativa e do ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi, o procurador de Justiça Miguel Vieira da Silva surpreendeu os colegas ao revelar que tinha “poupança particular em casa”. Esta foi a principal linha de defesa dele para tentar afastar a suspeita de que a movimentação financeira atípica em suas contas bancárias era oriunda de corrupção. Ler mais

Acusado de receber R$ 300 mil para proteger Artuzi, ex-chefe do MPE pode perder R$ 880 mil

Justiça determinou perícia e marcou audiência ouvir testemunhas de defesa (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

O escândalo do suposto “mensalão pantaneiro” ainda assombra o procurador de Justiça Miguel Vieira da Silva. Acusado de cobrar propina mensal de R$ 300 mil para não denunciar o ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi, o ex-chefe do MPE (Ministério Público Estadual) corre o risco de perder R$ 880,1 mil, o que inclui dois apartamentos, um em Campo Grande, e outro em Maceió (AL). Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑