Tag: loester trutis (page 1 of 5)

Filiação ao PP pode levar Bolsonaro ao palanque do PSDB e constranger discurso de aliados

Bolsonaro pode subir no palanque de Reinaldo, que pode disputar a Câmar ados Deputados, caso se filie ao PP e seja mantida a aliança de lançar Tereza Cristina ao Senado (Foto: Arquivo)

A filiação de Jair Bolsonaro (sem partido) ao Partido Progressistas pode criar uma situação inusitada em Mato Grosso do Sul nas eleições de 2022. Com a dança de cadeiras, a ministra da Agricultura e Pecuária, Tereza Cristina trocaria o DEM pelo PP para ser candidata ao senado em aliança com o PSDB, que lançará o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, para disputar o Governo e Reinaldo Azambuja para uma das oito vagas na Câmara dos Deputados.

Ler mais

Dagoberto lidera ranking de emendas com R$ 15,1 mi e supera deputados fiéis a Bolsonaro

Apesar de ser oposição, pedetista viabilizou o dobro de emendas em relação a Dr. Luiz Ovando e Trutis (Foto: Arquivo)

O campeão na liberação de emendas parlamentares em 2020 é Dagoberto Nogueira (PDT), que conseguiu garantir o pagamento de R$ 15,140 milhões no ano passado, conforme o Portal da Transparência da Câmara dos Deputados. Vander Loubet (PT) e Fábio Trad (PSD), que tem se destacado por críticas duras e contundentes ao presidente, também superaram os bolsonaristas mais fieis, como Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, ambos do PSL.

Ler mais

Campeão de gastos, Trutis usa R$ 63,6 mil da cota parlamentar para pagar irmão de assessor

Trutis e Ciro, assessor e irmão de Cid, que passou a receber da Câmara dos Deputados como prestador de serviço desde outubro do ano passado (Foto: Arquivo)

Campeão em gastos da cota parlamentar no primeiro semestre deste ano, o deputado federal Loester Trutis (PSL) destinou 27,45% dos R$ 231.833,98 utilizados neste ano para o irmão de Ciro Nogueira Fidelis, seu assessor no legislativo. De acordo com o Portal da Transparência da Câmara dos Deputados, Cid Nogueira Fidelis recebeu R$ 63.650 de janeiro a maio deste ano.

Ler mais

Bia, Beto, Ovando e Trutis aprovam MP da Eletrobras que inclui R$ 84 bi na conta de luz

Beto Pereira não tinha votado em maio e agora votou projeto com jabutis que podem deixar conta de luz mais cara (Foto: Arquivo)

Quatro dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul – Bia Cavassa e Beto Pereira, do PSDB, Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, do PSL – aprovaram a MP (Medida Provisória) da privatização da Eletrobras, inclusive com os “jabutis”. Especialistas estimam que a proposta repassa R$ 84 bilhões para o consumidor final, ou seja, vai acabar sendo calculado na tarifa de energia elétrica.

Ler mais

PF conclui que Loester Trutis cometeu quatro crimes e pede indiciamento ao Supremo

PF concluiu que deputado simulou atentado e não tinha registro de arma quando foi prestar depoimento (Foto: Arquivo)

A Polícia Federal concluiu que o deputado federal Loester Trutis (PSL) simulou o atentado a bala no dia 16 de fevereiro do ano passado e deve ser indiciado por quatro crimes. Além disso, ele ainda pode responder pelos crimes de posse ilegal de armas de uso permitido e uso restrito, que foram encontradas em sua residência na Operação Tracker, deflagrada em 12 de novembro de 2020.

Ler mais

Seis dos oito deputados de MS aprovam mudanças na Lei de Improbidade, festejada por Lira

Bia, Ovando, Fábio, Trutis, Rose e Vander aprovaram mudança na Lei de Improbidade, que dificulta a denúncia pelo MPE, já que passa a exigir a prova do dolo do acusado de ter cometido o crime (Foto: Arquivo)

Seis dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul aprovaram o projeto que muda a Lei de Improbidade Administrativa. A votação ocorreu nesta quarta-feira (16), sob pressão do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas), condenado duas vezes por improbidade em Alagoas. Apenas Dagoberto Nogueira (PDT) foi contra a nova legislação.

Ler mais

Quatro deputado de MS aprovam privatização da Eletrobras e conta de luz pode ficar mais cara

Medida terá impacto no dia a dia da população:: privatização deve deixar a conta de luz ainda mais cara (Foto: Arquivo/Midiamax)

Quatro dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul – Bia Cavassa e Rose Modesto, do PSDB, Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, do PSL – votaram a favor da privatização da Eletrobras. A Medida Provisória foi aprovada por 313 a 166 votos. Conforme entidades do setor e especialistas, a venda da estatal pode encarecer a conta de luz em até 20%. Governo e relator dizem que haverá redução.

Ler mais

Trutis apela, de novo, para STF trancar inquérito da PF sobre falso atentado

No recurso, Trutis cita que Ciro Fidelis ofereceu recompensa para descobrir autor de atentado contra Jair Bolsonaro (Foto: Arquivo)

O deputado federal Loester Trutis (PSL) apelou, de novo, para o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, conceder liminar e trancar o inquérito da Polícia Federal sobre o falso atentado. Inconformado com a decisão da 1ª Turma da corte, que negou habeas corpus, o parlamentar e o vendedor Ciro Nogueira Fidelis (PSL) ingressaram com recurso em HC para se livrar da investigação.

Ler mais

Congelamento de salário de servidor divide deputados na votação do auxílio emergencial

Beto Pereira votou a favor de PEC Emergencial apesar de item que prejudica servidores públicos (Foto: Arquivo)

A bancada federal de Mato Grosso do Sul ficou dividida sobre a votação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) Emergencial, que permite a volta do auxílio financeiro por causa da pandemia da covid-19. O ponto da discórdia foi a contrapartida: em troca do pagamento de R$ 44 bilhões, os servidores públicos não poderão ter reajuste por até 15 anos. Foram quatro votos a favor e quatro contra a PEC.

Ler mais

Bancada federal de MS perde protagonismo e cargos no Senado e na Câmara dos Deputados

Simone e Nelsinho não conseguiram a presidência de nenhuma comissão no Senado (Foto: Arquivo)

A bancada federal de Mato Grosso do Sul não repetiu a boa performance no primeiro biênio em Brasília ao perder o protagonismo, cargos importantes e espaços na Câmara dos Deputados e no Senado. Até no primeiro escalão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), os políticos sul-mato-grossenses perderam espaço com a ascensão o Centrão e dos militares.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑