Tag: justiça (page 1 of 7)

Uso de fake news contra principais candidatos marca início da campanha ao Governo em MS

Candidato a governador pelo PSD, Marquinhos teve que ir à Justiça até para tirar página fake do facebook do ar (Foto: Divulgação)

A proliferação de mentiras para desqualificar os principais candidatos – André Puccinelli (MDB), Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (União Brasil) – marca o início da campanha para o Governo de Mato Grosso do Sul, que promete ser uma das mais disputadas em quatro décadas. O ex-prefeito de Campo Grande conseguiu liminar na Justiça para remover fake news da rede mundial de computadores e até um perfil falso na rede social.

Ler mais

Energisa inverte medidor, conta sobe até 102% e idoso apela à Justiça para desfazer erro

Concessionária constatou o erro, mas não atende pedido de idoso deficiente para fazer a correção administrativamente (Foto: Arquivo)

Um erro da Energisa vem causando transtornos a um cliente idoso e deficiente em Campo Grande. Ao trocar o medidor de energia, a concessionária errou de apartamento e o consumidor passou a pagar pelo consumo do vizinho. A conta teve aumento de 102%. E o pior, apesar de reconhecer o erro, a empresa não faz a correção e o consumiro foi obrigado a ingressar com ação na Justiça.

Ler mais

Juiz mantém contrato do governo com empresa após suspeita de ‘cartas marcadas’ em licitação

*Por Richelieu Pereira

O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, assinou a dispensa de licitação para contratar a H2L Equipamentos e Sistemas LTDA. (Foto: Divulgação/Sejusp).

O juiz Ariovaldo Nantes Corrêa, da 1ª Vara de Direitos, Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos da Capital, negou liminar para suspender a contratação emergencial, ou seja, sem licitação, da H2L Equipamentos e Sistemas LTDA pelo Governo do Estado. O acordo foi fechado após o Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul apontar que houve direcionamento a favor da empresa em concorrência que acabou sendo suspensa. Segundo o MPE, as cláusulas e condições do certame foram feitas sob medida para beneficiar o grupo.

Ler mais

TJ livra ex-diretores de acusação pelo suposto desvio de R$ 7,4 milhões no Detran-MS

*Por Richelieu Pereira
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é operação-antivírus.jpg
Operação Antivírus levou agentes do Gaeco à sede do Detran-MS e resultou na queda de toda diretoria do órgão. (Foto: Arquivo)

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul decidiu, em sua maioria, extinguir a ação de improbidade administrativa pelo suposto desvio de R$ 7,4 milhões no Departamento Estadual de Trânsito contra o ex-diretor-adjunto do Detran, Donizete Aparecido da Silva, e o ex-diretor de Tecnologia do órgão, Gerson Tomi, na contratação emergencial da empresa Pirâmide Central Informática, em que teria havido “fraude” por ausência de licitação e serviço contratado que seria inútil, segundo investigações do Ministério Público Estadual na Operação Antivírus.

Ler mais

TJ manda Igreja Universal devolver R$ 19,8 mil a idoso que doou “tudo” em busca de milagres

Igreja do bispo Edir Macedo foi condenada a devolver doação de idoso que vendeu carro e doou tudo para instituição em busca de milagres (Foto: Arquivo)

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a devolver a doação de R$ 19,8 mil feita por um casal de idosos de Três Lagoas. Em busca de milagres, o homem doou o dinheiro obtido com a venda do único carro e a aposentadoria de dezembro de 2016. No entanto, ele acabou se arrependendo e obteve na Justiça o direito de ter o dinheiro de volta.

Ler mais

Coffee Break volta a ter “Dia D” no STJ com julgamentos de ex-governador e vereadores

A 2ª Turma do STJ já decidiu pela manutenção das denúncias contra o ex-deputado Paulo Siufi (MDB). (Foto: Reprodução/Divulgação)

A Operação Coffee Break volta a ter um novo “Dia D” nesta terça-feira (1º). A 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça pautou o julgamento dos recursos do ex-governador André Puccinelli (MDB), do presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB), dos vereadores Carlão (PSB) e Gilmar da Cruz (Republicanos) e dos ex-vereadores Jamal Salem (PR) e Airton Saraiva (DEM).

Ler mais

Pedofilia escandaliza a sociedade, mas não deixa ninguém atrás das grades

Infância ameaçada: Para espanto geral, a prisão pelo flagrante logo termina em liberdade nas audiências de custódia da Justiça. (Foto: Arquivo)

O enredo é conhecido. O dia começa com a notícia de que policiais estão nas ruas em busca de quem baixa na internet material com imagens de pornografia infantil. Detrás do anonimato, surgem advogado, técnico de informática, desempregado, militar aposentado, comerciante. Para espanto geral, a prisão pelo flagrante logo termina em liberdade nas audiências de custódia da Justiça.

Ler mais

Juiz nega liminar para suspender concursos para contratar 1,5 mil sem cumprir lei das cotas

Juiz Fórum Foto-Valdenir Rezende 16-10-2015

A Justiça negou, nesta quarta-feira (13), pedido de liminar para suspender os concursos da Secretaria Estadual de Educação, que deveriam contratar 1,5 mil professores e técnicos administrativos sem cumprir a política de cotas. Com a decisão, o Governo do Estado e a Funrio, fundação ligada à Universidade Federal do Rio de Janeiro, poderão aplicar, sem problemas, as provas na segunda fase do certame do magistério, que aprovou apenas 74 dos 14,3 mil inscritos.

Ler mais

Aquário do Pantanal vira herança maldita e demora agrava desperdício de dinheiro

Produtos estocados acabam com a ação do tempo: uma fortuna se deteriorando (Foto: Arquivo)

O Aquário do Pantanal se transformou na “herança maldita” e pode ser a segunda obra inacabada sem perspectiva de conclusão em Campo Grande. O mais grave, além do custo ter saltado de R$ 84 milhões para R$ 230 milhões, é que a demora na conclusão torna a obra em fonte permanente de desperdício de dinheiro público. Ler mais

Desmatamento em “fazenda da propina” causará dano irreparável ao Pantanal, alerta MPE

 

Desmatamento de 20.526 hectares na Fazenda Santa Mônica pode causar danos irreparáveis ao Pantanal, patrimônio natural da humanidade e um dos principais pólos turísticos de MS (Foto: Arquivo)

Na esperança de evitar uma das maiores tragédias na história do Pantanal, o Ministério Público Estadual reiterou o pedido, em regime de urgência, para a Justiça suspender o desmatamento de 20.526 hectares na Fazenda Santa Mônica. Em nova petição, encaminhada ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul no dia 20 de setembro deste ano, o procurador-geral de Justiça em exercício, Humberto de Matos Brittes, alertou que a devastação causará “dano de difícil reparação”. Ler mais

« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑