Ex-senador teria arrendado mil vacas, mas não vem pagando desde junho do ano passado (Foto: Arquivo)

O presidente regional do PTB, Delcídio do Amaral, é acusado de dar calote em mais um arrendamento. Desta vez, um casal de aposentados de Campo Grande cobra R$ 3,522 milhões na Justiça, que inclui o pagamento devido desde junho do ano passado e a devolução de mil vacas da raça nelore. A ação é contra o ex-senador, a esposa, Maika do Amaral, e a mãe, a produtora rural Rosely do Amaral Gomez.

Ler mais