Tag: juíza eucelia moreira cassal (page 1 of 3)

Licença médica de juíza adia interrogatório de Gerson Claro pelo desvio de R$ 7,4 mi

Gerson Claro negou as irregularidades e na época da operação destacou que novo contrato foi vantajoso para o Detran (Foto: Arquivo/Luciana Nassar/ALMS)

Licença médica da juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, cancelou a audiência para ouvir o deputado estadual Gerson Claro (PP), que estava marcada para o dia 29 do mês passado. Em despacho publicado nesta quarta-feira (4), a magistrada remarcou o interrogatório do ex-presidente do Detran/MS sobre o desvio de R$ 7,460 milhões para o dia  24 de junho deste ano.

Ler mais

Com ação da propina parada no STJ, MPE quer condenar vereador por xingar Reinaldo de corrupto

Tiago Vargas alegou que críticas foram feitas com base na denúncia contra o tucano e que tem direito por causa da imunidade parlamentar (Foto: Divulgação)

Com a ação penal da suposta propina de R$ 67,7 milhões parada no Superior Tribunal de Justiça, o Ministério Público Estadual pediu a condenação do vereador Tiago Vargas (PSD) por ter xingado o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) de “corrupto”, “canalha” e “bandido”. O promotor Marcelo Ely ressaltou que a imunidade parlamentar de um vereador é restrita ao município de Campo Grande e à Câmara Municipal.

Ler mais

Ex-deputado alega que tornozeleira o impede de fazer política, mas TJ nega HC

Defesa pontuou ainda que ex-comandante geral da PM tem problemas cardíacos e tornozeleira eletrônica causa estresse e depressão (Foto: Arquivo)

O ex-comandante geral da Polícia Militar e ex-deputado estadual José Ivan de Almeida alegou que a tornozeleira eletrônica o está impedindo de fazer política. Apesar de ter argumentado problemas de saúde, o pedido de suspensão do monitoramento eletrônico foi negado pelo desembargador Jonas Hass Silva Júnior, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O mérito do habeas corpus ainda será analisado pela 1ª Câmara Criminal da corte.

Ler mais

Vereador reafirma acusações contra Reinaldo e reforça defesa com filho de ex-presidente do TJ

Com ações na Justiça, Reinaldo tenta calar um dos poucos críticos da sua conduta como político (Foto: Arquivo)

O veador Tiago Henrique Vargas (PSD) reafirmou, durante o interrogatório na 3ª Vara Criminal, que chamou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) de “bandido”, “corrupto” e “canalha”. Por outro lado, o parlamentar reforçou a defesa com a contratação do advogado Fábio Castro Leandro, ex-procurador-geral do Município e filho do ex-presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paschoal de Carmello Leandro.

Ler mais

Deputado será interrogado em ação por corrupção e desvio de R$ 7,4 mi no Detran em abril

Deputado senta no banco dos réus no dia 29 de abril pelos crimes de organização criminosa, corrupção e desvio milionário no Detran (Foto: Arquivo)

A juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal, marcou o interrogatório para concluir o julgamento dos 18 acusados pelos crimes de corrupção, organização criminosa e desvio de R$ 7,460 milhões no Detran (Departamento Estadual de Trânsito). O deputado estadual Gerson Claro (Progressistas) vai ser interrogado no dia 29 de abril deste ano, a partir das 13h30. Ele foi preso na Operação Antivírus, deflagrada pelo Gaeco em 25 de agosto de 2017.

Ler mais

Ex-comandante da PM e sobrinho de Rei da Fronteira viram réus por agiotagem e extorsão

Coronel Ivan chegou a ser preso e foi liberado para ser monitorado eletronicamente pela Justiça (Foto: Arquivo)

O ex-deputado estadual e ex-comandante-geral da Polícia Militar, José Ivan de Almeida, conhecido como Coronel Ivan, e o arquiteto Patrick Samuel Georges Issa, sobrinho de Fahd Jamil, o Rei da Fronteira, viraram réus pelos crimes de agiotagem e extorsão. A denúncia foi aceita no sábado (5) pela juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande.

Ler mais

Vereador vai a julgamento em março por chamar governador de “corrupto” e “bandido”

Tiago alegou grave crise financeira para ter direito à Justiça gratuita, mas salário de vereador é de R$ 18,9 mil por mês (Foto: Arquivo)

O vereador Tiago Vargas (PSD) vai a julgamento no dia 11 de março deste ano por ter chamado o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) de “corrupto”, “canalha” e “bandido”. Ele pode ser condenado a pena superior a dois anos de reclusão. A juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, pontuou que a imunidade parlamentar não é absoluta e não pode ser usada para ofensa e difundir o ódio.

Ler mais

MPE denuncia ex-assessor de tucano por tráfico de drogas e pena pode chegar a 15 anos

Pai de duas crianças, de 5 anos e quatro meses, Ximenes pode ser condenado entre cinco e 15 anos de prisão (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual denunciou o ex-assessor da Câmara Municipal de Campo Grande e presidente da Associação dos Moradores do Bairro São Conrado, Robson José Ximenes, 31 anos, por tráfico de drogas. Ele e auxiliar administrativa da Funesp, José Torres Júnior, 32, foram presos em flagrante com 41,5 quilos de cocaína pelo Batalhão de Choque no dia 4 de janeiro deste ano.

Ler mais

Assessora do Governo estadual vira ré por cobrar propina para sumir com multas do Detran

MPE reuniu provas de que houve cobrança de R$ 1,8 mil a R$ 2,5 mil para sumir com multas gravíssimas do sistema do Detran (Foto: Arquivo)

A juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, aceitou denúncia por corrupção passiva e violação de sigilo funcional contra a assessora da Secretaria Estadual de Governo e Gestão Estratégica, Juliana Cardoso Moraes. Ela virou ré por cobrar propina de até R$ 2,5 mil para excluir multas do sistema do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Ler mais

Audiência termina sem acordo e vereador vira réu por chamar governador de “bandido”

Tiago e o governador durante audiência de conciliação na sexta-feira (Foto: Divulgação)

A audiência de conciliação entre Reinaldo Azambuja (PSDB) e o vereador Tiago Henrique Vargas (PSD) terminou sem acordo na sexta-feira (5). Com parecer favorável do Ministério Público Estadual, a juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, aceitou a queixa-crime e o vereador virou réu pelos crimes de injúria, difamação e calúnia por ter gravado vídeo chamando o governador de “bandido”, “corrupto” e “canalha”.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑