Tag: juiz waldir marques (page 1 of 2)

Turma nega HC e suspensão de ação contra Jamilson fica nas mãos de presidente do TJ

Deputado teve pedido para sustar ação criminal negado por unanimidade pela 2ª Câmara Criminal do TJMS (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Criminal negou, por unanimidade, a concessão de habeas corpus para suspender a ação penal contra Jamilson Lopes Name (sem partido). Com a conclusão do julgamento na terça-feira (27) pela turma, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Eduardo Contar, pode livrar o deputado da denúncia de integrar organização criminosa, lavagem de dinheiro e exploração do jogo do bicho.

Ler mais

TJ acata decisão da Assembleia e livra deputado Jamilson de tornozeleira eletrônica

Deputado ficou um mês com tornozeleira e nega integrar esquema criminoso (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul acatou, na tarde desta terça-feira (2), decisão da Assembleia Legislativa e determinou a retirada de tornozeleira eletrônica do deputado estadual Jamilson Lopes Name (sem partido). Réu por supostamente integrar organização criminosa armada e lavar dinheiro do jogo do bicho, ele estava sob monitoramento eletrônico há um mês.

Ler mais

TJ decide na terça se mantém tornozeleira em deputado réu na Operação Omertà

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul decide, na terça-feira (2), se mantém o monitoramento eletrônico do deputado estadual Jamilson Lopes Name (sem partido), réu por chefiar organização criminosa e lavagem de dinheiro do jogo do bicho. A defesa pede a revogação das cautelares sob a alegação de que elas causam prejuízo ao pleno exercício do mandato parlamentar.

Ler mais

TJ mantém júri e restabelece prisão preventiva de Jamil Name pela morte de universitário

Empresário e filho vão a júri popular pela execução de estudante (Foto: Arquivo)

Por unanimidade, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul manteve o júri popular de Jamil Name, 81 anos, e do filho, Jamil Name Filho, 43, pelo brutal assassinato do estudante universitário Matheus Coutinho Xavier. A turma também restabeleceu a prisão preventiva do empresário pelo homicídio. Esta é a primeira vez que o poderoso e influente empresário vai a julgamento popular por um homicídio.

Ler mais

Omertà: apoio de 18 deputados não livra Jamilson Name de usar tornozeleira eletrônica

Jamilson se tornou o primeiro deputado a frequentar a Assembleia com tornozeleira eletrônica (Foto: Arquivo)

O apoio de 18 deputados estaduais não livrou o deputado estadual Jamilson Name (sem partido), réu por organização criminosa armada e lavagem de dinheiro do jogo do bicho, de usar tornozeleira eletrônica. A decisão da Assembleia Legislativa só afastou uma medida cautelar definida pela Justiça, o recolhimento noturno, que comprometeria o exercício do mandato.

Ler mais

Jamil Name e filho devem falar pela 1ª vez sobre assassinato de universitário em 23 de junho

Juiz marca interrogatório de acusados de matar Matheus Coutinho aos 20 anos, em abril do ano passado (Foto: Arquivo)

Os empresários Jamil Name, 80 anos, e Jamil Name Filho, 42, vão falar pela primeira vez em juízo sobre o assassinato do universitário Matheus Coutinho Xavier, 20, no dia 23 de junho deste ano. O juiz Aluzio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, marcou o interrogatório dos réus para aproveitar a agenda disponível para videoconferência na Penitenciária Federal de Mossoró (RN), onde os acusados de chefiar o grupo de extermínio estão presos há sete meses.

Ler mais

TJ concede prisão domiciliar a devedores de pensão e juiz de Dourados solta 204 presos

Bombeiros e Defesa Civil montam tendas para atender doentes da Covid-19 em Dourados (Foto: O Progresso)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul concedeu prisão domiciliar a todos os devedores de pensão alimentícia por três meses. Em Dourados, a Justiça determinou a soltura de 204 presos dos regimes semiaberto e aberto até 18 de junho deste ano. Por outro lado, a Justiça negou pedido para liberar os presos com mais de 60 anos, gestantes e portadores de doenças crônicas.

Ler mais

Operação Omertà: TJ decide amanhã se apenas um juiz julgará ações contra Jamil Name

Advogado alega que ações devem ser centralizadas na 1ª Vara Criminal (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul deve decidir nesta terça-feira (28) se unifica todas as ações contra o empresário Jamil Name, 80 anos, preso há quatro meses acusado de chefiar grupo de extermínio. A defesa pede que todas as ações decorrentes da Operação Omertà sejam enviadas à 1ª Vara Criminal de Campo Grande, comandada pelo juiz Roberto Ferreira Filho.

Ler mais

Justiça nega atendimento particular após Jamil Name recusar médica de presídio

Empresário sofre de problemas cardíacos e diabete e pede que seja atendido por médico particular no Centro de Triagem (Foto: Arquivo/A Crítica)

O juiz Mário José Esbalqueiro Júnior, em substituição na 1ª Vara de Execução Penal, negou o pedido de Jami Name, 80 anos, para ser atendido por médico particular. Preso desde o dia 27 do mês passado na Operação Omertà, que apura a atuação de grupo de extermínio na Capital, o empresário se recusou a ser atendido pela equipe médica do Centro de Triagem Anísio Lima, na Capital.

Ler mais

TJ contraria Reinaldo e diz que há “provas suficientes” contra filho em roubo de propina

Acórdão contraria discurso tucano de que faltam provas do envolvimento do filho do governador com o roubo da propina de R$ 300 mil (Foto: Arquivo)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul considera que há “provas suficientes” do envolvimento do advogado Rodrigo Souza e Silva, 30 anos, com o roubo da propina de R$ 300 mil do corretor de gado José Guitti Guímaro, o Polaco. Acórdão da 2ª Câmara Criminal, publicado nesta quarta-feira (25) contraria totalmente discurso do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), de que faltam indícios contra o filho no escândalo.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑