Tag: juiz Marcelo Andrade Campos Silva

Escândalo sem fim: Governo elimina duas para pagar R$ 2 mi a mais em obra do Aquário

Justiça suspende parcialmente certame após manobra para favorecer empresa que apresentou o maior valor (Foto: Arquivo)

Iniciada há 10 anos e envolvida em várias denúncias de corrupção, a obra do Aquário do Pantanal pode estar envolvida em mais um escândalo. O Governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) desclassificou duas construtoras para contratar a empresa que apresentou o maior valor. Além de pagar quase R$ 2 milhões a mais pelo serviço de automação, a manobra visa contratar a Construtora Maksoud Rahe, que construiu a mansão cinematográfica de Edson Giroto e Reinaldo tentou contratar sem licitação em 2018.

Ler mais

Desembargador livra Solurb de devolver R$ 22,4 milhões recebidos a mais na gestão Olarte

Desembargador Vladimir Abreu da Silva suspendeu devolução de dinheiro pago a mais à Solurb (Foto: Arquivo)

O desembargador Vladimir Abreu da Silva, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, concedeu liminar, agora há pouco, e determinou a suspensão do desconto de R$ 22,403 milhões da Solurb. Com a decisão, a concessionária do lixo não será obrigada a devolver o valor pago a maior na gestão de Gilmar Olarte (sem partido), conforme constatou auditoria feita pela Prefeitura de Campo Grande.

Ler mais

Juiz nega liminar e prefeitura poderá descontar da Solurb R$ 22,4 mi pago a maior por Olarte

Concessionária não convenceu juiz do risco de ter o valor desconto pelo município (Foto: Arquivo)

O juiz Marcelo Andrade Campos Silva, da 1ª Vara de Fazenda Pública, negou pedido de liminar feito pela Solurb para não devolver R$ 22,4 milhões pagos a mais na gestão de Gilmar Olarte (sem partido). Com a decisão, a prefeitura poderá continuar descontando das parcelas até a devolução total do valor pago indevidamente, conforme auditoria realizada pelo município há seis anos.

Ler mais

Solurb participou de auditoria e nunca negou superfaturamento de R$ 22,4 milhões, diz prefeitura

Concessionária do lixo trava disputa judicial para não devolver valor milionário pago a mais na gestão de Olarte (Foto: Arquivo)

A Solurb participou da auditoria e nunca contestou, ao longo dos últimos cinco anso, a conclusão de que houve superfaturamento de R$ 22,404 milhões no pagamento pela coleta de lixo e varrição de ruas. A afirmação é feita pelo procurador-geral do Município, Alexandre Ávalo Santana, na contestação da ação em que a concessionária do lixo pede à Justiça para suspender a cobrança do valor pago a maior na gestão de Gilmar Olarte (sem partido).

Ler mais

Posto vai à Justiça para suspender estação de ônibus em corredor da Rua Brilhante

A implantação dos corredores do transporte coletivo, que começaram a ser construídos para dar maior agilidade nos ônibus, deve parar na Justiça. No fim de semana, um posto de combustível pediu liminar para suspender a construção da estação de embarque e desembarque de passageiros na Rua Brilhante, na Vila Bandeirantes.

Ler mais

Liminar garante inclusão de excluída em licitação ganha por empresa com o 7º maior valor

Contrato milionário para limpeza das unidades de saúde vem causando polêmica (Foto: Arquivo)

O juiz Marcelo Andrade Campos Silva, da 1ª Vara de Fazenda Pública, mandou a prefeitura incluir a Produserv Serviços Eireli na licitação para contratar empresa responsável pela limpeza, manutenção e higienização das unidades de saúde de Campo Grande. A Organização Morena apresentou o 7º maior no certame, mas acabou vencedora com a desclassificação dos seis concorrentes.

Ler mais

Contribuinte perde de novo, juiz dá vitória à Flexpark e parquímetro subirá 66% em 15 meses

O contribuinte campo-grandense sofreu nova derrota na Justiça. A Flexpark obteve nova decisão favorável em sentença e poderá reajustar o valor da hora do parquímetro pela segunda vez em menos de 15 meses, dos atuais R$ 2,40 para R$ 3,33. Desde julho do ano passado, a tarifa do estacionamento regulamento no Centro da Capital acumulará alta de 66%.

Ler mais

Sem reajuste extra, Guaicurus terá lucro de R$ 150 milhões com contrato de ônibus, diz perito

Porta de ônibus caiu na segunda-feira (23) perto da UFMS: veículos velhos causam risco de acidente na Capital (Foto: Arquivo/Correio do Estado)

Sem reajuste extra nem subsídio, o Consórcio Guaicurus terá lucro de R$ 150 milhões ao longo do contrato de 20 anos. O dado consta de laudo extrajudicial elaborado pelo engenheiro civil e professor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Daniel Anijar de Matos, elaborado a pedido do vereador Vinícius de Siqueira (DEM), para contestar o grupo, que alega prejuízo de R$ 76,9 milhões e recorreu à Justiça para elevar a tarifa dos atuais R$ 3,95 para R$ 4,46.

Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑