Tag: josé alberto miri berger

Autor de denúncia, curtume perde incentivo, demite 120 e acusa Governo de não cumprir decisão do TJ

Sem incentivo fiscal, empresa dispensou praticamente todos os funcionários em dezembro (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Autor da denúncia contra o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) no Fantástico, da TV Globo, o curtume Braz Peli voltou a perder o incentivo fiscal, apesar de decisão da Justiça determinando a manutenção do benefício. Punida pelo fisco estadual, a empresa decidiu fechar as portas e demitiu 120 trabalhadores no final do ano passado. Ler mais

STJ publica acórdão: denúncia do Fantástico contra Reinaldo foi arquivada com nove votos

Na propaganda eleitoral, governador destacou o arquivamento de ação por 11 a 0 (Foto: Reprodução)

O Superior Tribunal de Justiça arquivou, por nove votos a zero, o inquérito 1.198, aberto para apurar a denúncia feita pelo programa Fantástico, da TV Globo, contra Reinaldo Azambuja (PSDB). Acórdão publicado nesta sexta-feira diverge do número repetido a exaustão nas entrevistas e na propaganda eleitoral pelo governador, de que tinha sido absolvido por 11 ministros. Ler mais

STJ arquiva denúncia do Fantástico contra Reinaldo, mas tucano ainda é alvo de dois inquéritos

Plenário do STJ: Corte Especial foi unânime em arquivar investigação contra o governador de MS (Foto: Arquivo)

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça arquivou, por unanimidade, a investigação contra o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). O inquérito 1.198 apurava a denúncia feita pelo Fantástico, da TV Globo, de que o tucano era beneficiado por suposto esquema  criminoso de cobrança de propina de até R$ 500 mil em troca da manutenção de incentivos fiscais. Ler mais

STJ restringe a Reinaldo investigação sobre propina paga por curtume e frigoríficos

Com desmembramento, só governador responderá por suposta corrupção envolvendo incentivos fiscais a frigoríficos e curtume (Foto: Arquivo)

O Superior Tribunal de Justiça desmembrou a denúncia sobre o suposto pagamento de propina por curtume e frigoríficos a autoridades de Mato Grosso do Sul. A relatora do inquérito 1.198, ministra Maria Thereza de Assis Moura, decidiu manter no STJ apenas a investigação contra o governador Reinaldo Azambuja, e enviou o restante para a 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Ler mais

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑