Tag: joão roberto baird (page 1 of 3)

Governo prorroga contrato com empresa investigada por pagar propina a filho de Reinaldo

Secretário de Fazenda, Felipe Mattos, renovou contrato com empresa investigada por pagar propina desde 2013 e que também é investigada pela CGE (Foto: Arquivo)

O Governo do Estado prorrogou por mais um ano o contrato da Secretaria Estadual de Fazenda com a PSG Tecnologia Aplicada, investigada pela Polícia Federal por pagar propina ao advogado Rodrigo Souza e Silva, filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), e ao ex-secretário-adjunto de Fazenda, André Cance. Este contrato garantiu metade dos R$ 51,8 milhões pagos ao grupo no ano passado.

Ler mais

João Baird falta a depoimento na Coffee Break e poderá ser julgado como réu confesso

Richelieu de Carlo
Famoso como Bill Gates Pantaneiro não prestou depoimento e alegou isolamento por causa da covid-19 (Foto: Arquivo)

O poderosíssimo empresário João Roberto Baird, conhecido como Bill Gates Pantaneiro, faltou ao seu depoimento no histórico julgamento da Operação Coffee Break, que estava marcado para ocorrer às 14h da quinta-feira (20). Diante da ausência, o juiz David de Oliveira Gomes Filho, que comanda os interrogatórios, diz que vai avaliar a pena como réu confesso no momento da sentença. Com uma possível condenação, vai restar a Baird contar com o Tribunal de Justiça de MS para livrá-lo mais uma vez de punição.

Ler mais

TJ livra André, Baird, Lorenzetto e Cance de pagar R$ 25 milhões por contratos com a Mil Tec

André, Lorenzetto e Baird se livram de ação de improbidade pelos contratos de informática no TJMS (Foto: Arquivo)

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul acatou recursos da defesa e rejeitou a ação por improbidade administrativa em decorrência de indícios de superfaturamento, direcionamento e outras irregularidades no contrato com a Mil Tec Tecnologia, sucessora da Itel Informática. Com a decisão, os desembargadores livraram o ex-governador André Puccinelli (MDB), o poderosíssimo empresário João Roberto Baird, o Bill Gates Panteiro, o ex-secretário estadual de Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto, e o adjunto do fisco, André Luiz Cance.

Ler mais

TRF3 revoga HC e libera julgamento de Baird pelo envio de R$ 4,8 milhões ao Paraguai

Paulo Fontes suspendeu julgamento, mas votou pela retomada no julgamento do mérito do HC (Foto: Arquivo)

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região revogou o habeas corpus concedido pelo desembargador Paulo Fontes e liberou o julgamento de João Roberto Baird, o Bill Gates Pantaneiro, pelo envio de R$ 4,8 milhões ao Paraguai. Sortudo, o poderosíssimo empresário tem conseguido postergar ao máximo qualquer punição pelos desvios revelados na Operação Lama Asfáltica, deflagrada há mais de cinco anos.

Ler mais

Paulo Fontes salva Baird de cautelares e põe em sigilo habeas corpus do filho de Reinaldo

João Baird tem mais uma vitória no TRF3 ao se livrar de cautelares impostas para substituir a prisão preventiva (Foto: Arquivo)

O desembargador Paulo Fontes, relator da Operação Lama Asfáltica no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, livrou o empresário João Roberto Baird, acusado de causar prejuízo de R$ 3 milhões aos cofres públicos em cinco meses, de medidas cautelares que substituíram a prisão preventiva. Ele também decretou sigilo no habeas corpus impetrado pelo advogado Rodrigo Souza e Silva, filho do governador do Estado e acusado de integrar o esquema de desvio no Departamento Estadual de Trânsito.

Ler mais

Denunciado na Vostok e réu na Lama, Baird banca 16 candidatos, sendo 4 a vereador na Capital

Delegado Cléverson arrecadou R$ 171 mil, sendo R$ 150 mil do Bill Gates Pantaneiro (Foto: Divulgação)

Réu na Operação Lama Asfáltica e denunciado na Vostok, o empresário João Roberto Baird, o Bill Gates Pantaneiro, é um dos principais doadores na atual campanha eleitoral. Até o momento, conforme o Tribunal Superior Eleitoral, ele doou R$ 615 mil para 16 candidatos, sendo quatro a prefeito no interior e 12 a vereador, sendo quatro em Campo Grande.

Ler mais

PGR pede a perda do cargo de Reinaldo e devolução de R$ 277,5 milhões; veja os 24 denunciados

Tucano foi denunciado 60 vezes por lavagem de dinheiro, três por corrupção e por chefiar organização criminosa (Foto: Divulgação)

Na denúncia encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça, a subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pede a condenação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e do filho, o advogado Rodrigo Souza e Silva, à prisão pelos crimes de líder de organização criminosa, três vezes por corrupção passiva e 60 vezes por lavagem de dinheiro. Além da perda do cargo, o Ministério Público Federal pede a devolução de R$ 277,541 milhões aos cofres públicos, referente a R$ 67,791 milhões da suposta propina e do prejuízo de R$ 209,750 milhões pelo tributo não pago pela JBS.

Ler mais

Para evitar “dano irreparável”, desembargador suspende ação contra André e ex-chefe do fisco

Desembargador Marcos José Rodrigues, ao lado do ex-governador, beneficiado pela liminar (Foto: Arquivo)

Preocupado com o risco de “dano irreparável” à imagem do ex-governador André Puccinelli (MDB) e do ex-secretário estadual de Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto, o desembargador Marcos José de Brito Rodrigues, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, suspendeu a ação de improbidade administrativa. Com a decisão, o emedebista se livra, por ora, de responder pela denúncia de direcionamento, fraude em licitação e desvio de dinheiro público por meio do contrato firmado com Mil Tec Tecnologia Aplicada.

Ler mais

André e ex-chefe do Fisco viram réus por suspeitas em contrato milionário de informática

Quatro anos após denúncia, Puccinelli vira réu por improbidade em ação contra terceirização na área de informática (Foto: Arquivo)

O ex-governador André Puccinelli (MDB), o ex-secretário estadual de Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto, e o poderoso empresário João Roberto Baird, o Bill Gates Pantaneiro, viraram réus por improbidade administrativa pelo contrato milionário na área de informática. Eles foram acusados pelo Ministério Público Estadual por direcionamento em licitação, superfaturamento e outras irregularidades na contratação da Mil Tec Tecnologia da Informação, sucessora da Itel Informática, pela Secretaria Estadual de Fazenda.

Ler mais

Desembargador desbloqueia bens e contas de delator, 9º a se livrar em ação da propina da JBS

Desembargador Geraldo de Almeida Santiago já desbloqueou os bens de nove dos 20 atingidos por liminar em ação da propina da JBS (Foto: Arquivo)

O desembargador Geraldo de Almeida Santiago, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, concedeu liminar para suspender o sequestro dos bens e contas bancárias do empresário Ivanildo da Cunha Miranda, delator na Operação Lama Asfáltica. Ele é o 9º a ser beneficiado pelo magistrado e se livrar do bloqueio de R$ 190,3 milhões em ação de improbidade pelo suposto pagamento de propina pela JBS ao ex-governador André Puccinelli (MDB).

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑