Programa especial de Natal causou polêmica por apresentar Jesus gay (Foto: Divulgação)

A OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul) causou polêmica ao aderir ao movimento religiosa contra o filme “A Primeira Tentação de Cristo”, especial de Natal do Porta dos Fundos na Netflix. Considerada uma das principais instituições nacionais em defesa da Constituição e da liberdade religiosa, a entidade divulgou nota de repúdio contra a sátira, que vem causando a fúria de católicos e protestantes por apresentar Jesus gay.

Ler mais