Tag: jamil name filho (page 1 of 5)

Velório de Jamil Name reúne 150 pessoas, presidente da Câmara, vereadores e conselheiro do TCE

Empresário foi sepultado sob aplausos na tarde de hoje (Foto: Correio do Estado)

Cerca de 150 pessoas, entre familiares, amigos e autoridades, como o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), participaram do velório e sepultamento do empresário Jamil Name. Acusado na Operação Omertà de chefiar a maior e mais estruturada organização criminosa de Mato Grosso do Sul, ele contraiu covid-19 no Presídio Federal de Mossoró, onde estava preso desde outubro de 2019, e morreu aos 82 anos em decorrência de complicações da doença.

Ler mais

Pais, irmãos e avó pedem R$ 6,2 mi de indenização pela execução por engano de estudante

Matheus foi morto com sete tiros de fuzil AK47 no lugar do pai em abril de 2019 (Foto: Arquivo)

Os pais, os irmãos e a avó do estudante Matheus Coutinho Xavier, executado por engano com tiros de fuzil 762 (AK 47), ingressaram com pedido de indenização de R$ 6,2 milhões de Jamil Name, 82 anos, e Jamil Name Filho, 43. Conforme denúncia feita à Justiça, o jovem foi morto por pistoleiros contratados pelos empresários para vingar a pai, o capitão da reserva da Polícia Militar, Paulo Roberto Teixeira Xavier.

Ler mais

STJ também vê necessidade de “maioria absoluta” e nega HC para trancar ação contra Jamilson

Jamilson ainda tem três pedidos contra ação penal para serem julgados no TJMS (Foto: Arquivo)

O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça, também vê necessidade de “maioria absoluta” para sustar ação criminal contra parlamentar e negou habeas corpus a Jamilson Lopes Name (sem partido). Em despacho a ser publicado nesta segunda-feira (26), o magistrado mantém o processo contra o deputado estadual, réu na Operação Omertà por organização criminosa armada, lavagem de dinheiro e exploração do jogo do bicho.

Ler mais

Justiça sequestra casa que escondeu arsenal da Omertà e bastidores de extorsão

Localizado no Bairro São Bento, imóvel escondeu arsenal e crime de extorsão. (Foto: Arquivo)

A Justiça sequestrou a casa onde foi apreendido o arsenal da Operação Omertà. Localizado no Bairro São Bento, o imóvel também revelou os bastidores de extorsão, em que o ex-proprietário denunciou, aos prantos, que foi obrigado a transferir o imóvel para Jamil Name e, amedrontado, fugiu de Mato Grosso do Sul.

Ler mais

TJ manda Agesul pagar precatório aos irmãos Name, que auditoria aponta erro de R$ 7,2 milhões

Contar, atual presidente do TJMS, mandou pagar o precatório a Jamil Name Filho e Jamilson Name no dia 11 deste mês (Foto: Arquivo)

O desembargador Carlos Eduardo Contar, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, determinou o pagamento de precatório de R$ 13,397 milhões ao deputado estadual Jamilson Lopes Name (sem partido) e ao irmão, Jamil Name Filho, e outros. Só há uma polêmica na dívida, auditoria do próprio Poder Judiciário apontou “erro material” no cálculo, que elevou o valor em R$ 7,277 milhões.

Ler mais

MPE vê falta de provas e inocenta Jamil Name e conselheiro do TCE da morte de delegado

Impunidade: execução de delegado não terá mandante identificado pelo MPE (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual concluiu que faltaram provas para chegar aos mandantes do brutal assassinato do delegado Paulo Magalhães, ocorrido há sete anos. Contrariando a Força-Tarefa da Polícia Civil, os promotores Douglas Oldegardo Cavalho dos Santos e Moisés Casarotto “inocentaram” pelo crime o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Jerson Domingos, e os empresários Jamil Name e Jamil Name Filho.

Ler mais

Juíza mantém bloqueio de prédio da Pantanal Cap e de três empresas de Jamilson Name

Jamilson não conseguiu suspender interdição de prédio nem ter dinheiro de volta (Foto: Arquivo)

A Justiça manteve o bloqueio do prédio da Pantanal Cap e de mais três empresas do deputado estadual Jamilson Name (sem partido), lacrado no dia 2 deste mês na Operação Arca de Noé, denominação da 6ª fase da Omertà. O dinheiro apreendido na casa do parlamentar, R$ 112 mil, também não será devolvido. Duas mulheres, presas acusadas de serem gerentes do jogo do bicho, tiveram a prisão preventiva convertida em domiciliar.

Ler mais

Ação recolhe bancas do jogo do bicho e põe fim a tolerância com a contravenção por 40 anos

Operação da prefeitura, com apoio do Garras, recolhe banca do jogo do bicho e põe fim a quatro décadas de faz de conta (Foto: Reprodução)

Operação do Garras (Delegacia Especial de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros) e da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) começou a recolher, nesta quarta-feira (9), as bancas do jogo do bicho. A ofensiva sinaliza fim da tolerância velada com a contravenção penal, que rendeu uma fortuna à família Name e perdurou por mais de quatro décadas na Capital.

Ler mais

Juiz vê Jamil Name sem problema psiquiátrico e marca julgamentos por dois homicídios

Empresário e filho vão a julgamento em fevereiro e março pelas execuções do Playboy da Mansão e do chefe de segurança da Assembleia (Foto: Arquivo)

O juiz Aluizio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, concluiu que Jamil Name, 81 anos, não apresenta nenhum problema psiquiátrico e marcou os julgamentos pelas execuções ocorridas em 2018 em Campo Grande. Antes de decidir pelo júri popular, o magistrado ouvirá as testemunhas de acusação, de defesa e os réus em fevereiro e março deste ano.

Ler mais

Juiz aceita denúncia e Ademir Santana vira réu com mais cinco por extorsão majorada

Ademir Santana foi o 9º mais votado e obteve mais votos do que em 2016, apesar da operação do Gaeco (Foto: Divulgação)

O juiz Olivar Augusto Roberti Coneglian, da 2ª Vara Criminal de Campo Grande, aceitou, nesta quarta-feira (25), a denúncia por extorsão majorada contra o vereador Ademir Santana (PSDB). Ele virou réu junto com os empresários Jamil Name e Jamil Name Filho, acusados de chefiar grupo de extermínio, por extorquir uma fortuna do empresário José Carlos de Oliveira.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑