Tag: gaeco (page 1 of 4)

Sete meses após substituir “xerife”, promotor deflagra novo escândalo na gestão tucana

Gaeco e GECOC deram apoio à primeira operação do promotor Fábio Ianni Goldfinger contra a corrupção na gestão estadual (Foto: Divulgação)

Sete meses após substituir o “xerife” do Ministério Público Estadual, o promotor Fábio Ianni Goldfinger comandou a Operação Clean, revelando um novo escândalo de desvios de recursos públicos na gestão do PSDB. Desta vez, conforme nota à imprensa, os crimes de corrupção, peculato e associação criminosa envolvem o contrato de R$ 3,2 milhões firmado pela Secretaria Estadual de Educação em 2018.

Ler mais

Com nova prisão preventiva, Jamil Name vai dividir cela dos famosos com Giroto

Jamil Name está na cela 17 do Centro de Triagem. (Marcos Ermínio, Midiamax)

A situação do empresário Jamil Name ficou um tanto mais complicada nesta segunda-feira (30). O juiz David de Oliveira Gomes Filho decidiu não aliviar para o octagenário e converteu em prisão preventiva a detenção em flagrante por posse de munições e espingarda irregular durante a Operação Omertà, deflagrada na sexta (27).

Ler mais

Octogenário, Jamil Name fica preso e só advogado tem sorte no plantão do TJ


Jamil Name ao ser preso no condomínio de luxo onde mora. (Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado)

O movimentado sábado de plantão do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) teve a manutenção da prisão preventiva do empresário Jamil Name e apenas um sortudo, o advogado que conseguiu salvo-conduto para não ser preso. Os alvos da operação Omertà começaram a corrida ao Judiciário ainda na noite de sexta-feira, com uma enxurrada de pedidos de habeas corpus. As decisões ficaram a cargo do desembargador plantonista Sideni Soncini Pimentel, que colocou a caneta em ação a partir do fim da manhã.

Ler mais

Advogado chama prisão de Jamil Name de “piada” e vai virar noite preparando defesa


O advogado Renê Siufi vai passar as próximas analisando a decisão da Justiça. (Foto:
Valdenir Rezende/Correio do Estado)

O advogado Renê Siufi, que defende os empresários Jamil Name e Jamil Name Filho, disse considerar uma “piada” a prisão dos dois, na manhã desta sexta-feira (27), durante a operação Omertà, e que vai passar esta madrugada estudando a decisão, que tem mais de mil páginas, para definir quais serão os próximos passos da estratégia de defesa.

Ler mais

Ápice da apuração contra grupo de extermínio, Omertà recolhe armas e dinheiro vivo

Dinheiro apreendido em operação do Gaeco que prendeu Jamil Name e sacudiu a sexta-feira em Campo Grande. (Foto: Divulgação Gaeco)

A operação Omertà, que sacudiu a sexta-feira (dia 27) ao prender o empresário Jamil Name, é o ponto alto da investigação contra grupo de extermínio em Campo Grande. O balanço do dia é de apreensão de R$ 160 mil em dinheiro, armas, munição, computadores, documentos, cheques em nome de terceiros e celulares.

Ler mais

Jamil Name é alvo de operação que prendeu guardas, PF e policiais civis membros de milícia

Agentes do Gaeco amanheceram em
condomínio de luxo para cumprir mandado de prisão contra empresário. (Foto: Henrique Kawaminami/CG News)

A operação Ormetà deixou muita gente de cabelo em pé na manhã desta sexta-feira (27), mesmo que para alguns não tenha sido uma total surpresa, já que em conversas, na mais absoluta discrição, o assunto vinha sendo tratado como apenas uma questão de tempo. E este dia chegou. Os empresários Jamil Name e Jamil Name Filho foram presos na ação que cumpre 13 mandados de prisão preventiva, 10 de prisão temporária e 21 de busca e apreensão, todos em Campo Grande.

Ler mais

Secretária de Três Lagoas é presa acusada de chefiar tráfico de drogas. O que vamos tolerar mais?

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial na Repressão ao Crime Organizado) prendeu, nesta Quarta-Feira de Cinzas (6), a secretária municipal de Esportes, Juventude e Lazer de Três Lagoas, Marisa Andrade Rocha, 57 anos. Ela é acusada de chefiar organização criminosa ligada ao tráfico de drogas.

Ler mais

Presos há dois meses, prefeito e sete vereadores ficam sem salários e têm bens bloqueados

Depois de conquistar os eleitores com promessa de novo tempo, prefeito usou cargo em proveito próprio e trocou a prefeitura pelo Presidio de Trânsito (Foto: Arquivo)

A situação ficou ainda mais complicada para o prefeito e os sete vereadores de Ladário, afastados dos cargos e presos há mais de dois meses. A Justiça decretou o bloqueio dos bens e determinou a suspensão do pagamento dos salários em ação de enriquecimento ilícito proposta pelo Ministério Público Estadual. Ler mais

Errata: superintendente da Secretaria de Administração não foi preso em operação

Agentes do Gaeco cumpriram mandado de busca e apreensão na sexta-feira na Secretaria de Administração no Parque dos Poderes (Foto: Campo Grande News/Arquivo)

A Operação Reagente, deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação de Repressão Especial ao Crime Organizado) na sexta-feira (30), não prendeu o superintendente de Gestão de Compras e Materiais da Secretaria Estadual de Administração, Marcus Vinícius Rossettini de Andrade Costa.  A informação foi divulgada de forma equivocada pelo O Jacaré no final daquele dia e já foi corrigida. Ler mais

Gaeco prende três por desvio de R$ 3 milhões no HR, mais um escândalo de corrupção

Alvo de mandado de busca na Operação Reagente, Vavas está desde o início da gestão de Reinaldo e foi preso por ter espingarda sem registro em casa (Foto: Arquivo)

A Operação Reagente, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), prendeu três pelo desvio de R$ 3 milhões do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian. É mais um órgão envolvido em escândalo de corrupção na gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB).  Um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido na Secretaria Estadual de Administração. Ler mais

« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑