Deputado usou a cota parlamentar para pagar frete aéreo para empresa que teria lhe sido gentil e feito voos de graça na campanha (Foto: Arquivo)

O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) usou verba da Câmara dos Deputados para pagar 11 fretes de empresa área de amigo e citada na delação premiada da JBS. A revelação contra o futuro ministro da Saúde, confirmado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), consta de reportagem de Lúcio de Castro, da agência de jornalismo investigativo SportLight (clique aqui). Ler mais