Tag: dracco-ms (page 1 of 2)

Propina para “boteco” em prisão custou até R$ 10 mil e fuga chegou a R$ 100 mil, diz polícia

Agentes entravam com a bebida no presídio e cobravam de R$ 5 mil a R$ 10 mil dos presos (Foto: Divulgação)

Investigação do DRACCO (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) apontou que os policiais penais cobravam de R$ 5 mil a R$ 10 mil para fornecer bebida alcoólica e transformar em boteco as celas do presídio de Ponta Porã. Para fugir da unidade prisional, os presos pagaram em torno de R$ 100 mil, conforme uma fonte ouvida pelo O Jacaré.

Ler mais

Policiais penais são presos por vender regalias aos internos e transformar presídio em “boteco”

Cerveja, cachaça, vinho e uísque foram encontrados dentro de cela de presídio de Ponta Porã (Foto: Divulgação)

A Operação La Catedral, deflagrada nesta quinta-feira (6) pelo DRACCO (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), prendeu cinco policiais penais acusados de cometer 19 crimes, que vão de organização criminosa, corrupção passiva, concussão a venda de regalias no Presídio Ricardão Brandão, em Ponta Porã. Eles cobravam propina para garantir a diversão dos presos com carne in natura e bebidas alcoólicas.

Ler mais

Acusados de desvio milionário movimentaram R$ 4,4 mi na véspera das eleições em Maracaju

Dr. Maurílio em campanha para eleger Lenilso: suposto desvio da prefeitura foi maior durante as eleições (Foto; Arquivo)

Réus pelo desvio milionário na Prefeitura de Maracaju, o ex-prefeito Maurílio Ferreira Azambuja, o Dr. Maurílio, e o ex-secretário municipal de Fazenda, Lenilson Carvalho Antunes, ambos do MDB, movimentaram R$ 4,480 milhões na véspera das eleições municipais do ano passado. O valor foi dez vezes a média mensal movimentada na “conta fantasma”, que foi encerrada logo após a vitória do candidato da oposição, Marcos Calederan (PSDB).

Ler mais

Ex-prefeito e ex-secretário de Fazenda viram réus pelo desvio de R$ 23,4 milhões em Maracaju

Dr. Maurílio Azambuja, primo do governador Reinaldo Azambuja, virou réu por desvio de dinheiro da prefeitura (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Maracaju, Maurílio Ferreira Azambuja, o Dr. Maurílio (MDB), e o ex-secretário municipal de Fazenda, Lenilso Carvalho Antunes (MDB), viraram réus pelo desvio de R$ 23,479 milhões por meio de “conta fantasma” entre 2019 e 2020. A denúncia por peculato, que inclui mais sete pessoas, foi recebida pelo juiz Raul Ignatius Nogueira, da 2ª Vara Cível e Criminal de Maracaju.

Ler mais

Ex-prefeito e mais oito são indiciados por desvio de R$ 23 milhões em Maracaju

Maurilio Azambuja poderá virar réu após denúncia do Ministério Público à Justiça (Foto: Divulgação).

O ex-prefeito de Maracaju Maurílio Ferreira Azambuja, o Dr. Maurílio (MDB), foi indiciado pela Polícia Civil na investigação que apura suposto esquema criminoso que desviou R$ 23 milhões da prefeitura. O inquérito comandado pelo DRACCO (Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado) foi encerrado na terça-feira (5) e incrimina mais oito pessoas.

Ler mais

Polícia vai investigar se há elo entre fortuna apreendida em SP e corrupção em Maracaju

Fortuna apreendida em São Paulo em carreta com placas de Maracaju (Foto: Divulgação)

O DRACCO (Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado) vai apurar se há ligação entre os desvios investigados na Operação Dark Money e os R$ 11,5 milhões apreendidos nesta quinta-feira em uma carreta em São Paulo. Desde o dia 22 do mês passado, o ex-prefeito Maurílio Ferreira Azambuja, o Dr. Maurílio, e o ex-secretário municipal de Fazenda, Lenilso Carvalho Antunes, ambos do MDB, são investigados pelo desvio de R$ 23 milhões.

Ler mais

Desvio milionário beneficiou 15 empresas; uma construtora de servidor recebeu R$ 876 mil

Operação Dark Money cumpriu mandados de busca na quarta-feira: o maior escândalo de corrupção de Maracaju (Foto: Arquivo)

Investigação do DRACCO (Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado) identificou 15 empresas que foram beneficiadas pelo desvio de R$ 23,479 milhões dos cofres da Prefeitura Municipal de Maracaju. Apenas uma construtora, que pertence a um servidor, recebeu R$ 876,1 mil, conforme análise do Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro.

Ler mais

Juiz decreta preventiva de quatro e põe tornozeleira em dois por desvio de R$ 23 mi em Maracaju

Atrás das grades: Dr. Maurílio Azambuja levou 72 horas para deixar fazenda no Pantanal e chegar à delegacia de combate à corrupção na Capital (Foto: Arquivo)

A Justiça decretou a prisão preventiva de quatro dos oito envolvidos no suposto esquema criminoso que desvio R$ 23 milhões da Prefeitura Municipal de Maracaju. Preso temporariamente desde sexta-feira (24), o ex-prefeito Maurílio Ferreira Azambuja, o Dr. Maurílio (MDB), pode deixar a prisão amanhã. O 8º envolvido com a organização criminosa foi preso no domingo (26), com a deflagração da 2ª fase da Operação Dark Money.

Ler mais

Foragido acusado de desviar R$ 23 mi, ex-prefeito do MDB ficou rico e pobre na prefeitura

Policiais civis recolhem produtos apreendidos em Maracaju para trazer para perícia na Capital (Foto: Divulgação)

O médico e ex-prefeito de Maracaju, Maurílio Ferreira Azambuja (MDB), foi o único dos sete com a prisão temporária decretada pela Justiça que escapou da Operação Dark Money, deflagrada nesta quarta-feira (22) pelo DRACCO (Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado). Conforme declarações feitas à Justiça Eleitoral, ele ficou rico e pobre nos três mandatos como prefeito de Maracaju.

Ler mais

Ex-prefeito e ex-secretários têm prisão decretada por desviar R$ 23 mi da prefeitura de Maracaju

Operação Dark Money cumpriu mandado de busca e de prisão na casa de Dr. Maurílio, prefeito por três mandatos de Maracaju (Foto: Divulgação)

A Justiça decretou a prisão temporária do ex-prefeito de Maracaju, Maurílio Ferreira Azambuja, 73 anos, e do ex-secretário municipal de Fazenda, Lenilso Carvalho Antunes, ambos do MDB. Eles são acusados de criar uma conta bancária de fachada para desviar R$ 23 milhões nos últimos dois anos da Prefeitura Municipal de Maracaju. Mais cinco pessoas tiveram a prisão temporária decretada.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑