Tag: detran ms (page 1 of 3)

Sem a mesma sorte de Bolsonaro, 205 tiveram CNH suspensa por pilotar moto sem capacete

Pelo Código de Trânsito Brasileiro, único a não usar capacete na motociata, Bolsonaro deveria ter a habilitação apreendida, pagaria multa gravíssima e ainda teria a CNH suspensa por até oito meses (Foto: Divulgação)

Apenas neste ano, de janeiro a junho, 205 motociclistas tiveram a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa de dois a oito meses porque não usaram o capacete, considerado infração gravíssima e com multa de R$ 293,47. Eles não tiveram a mesma sorte do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), que participou de motociata na última quinta-feira (30) sem o capacete sem ser incomodado pelas autoridades de trânsito.

Ler mais

TJ livra ex-diretores de acusação pelo suposto desvio de R$ 7,4 milhões no Detran-MS

*Por Richelieu Pereira
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é operação-antivírus.jpg
Operação Antivírus levou agentes do Gaeco à sede do Detran-MS e resultou na queda de toda diretoria do órgão. (Foto: Arquivo)

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul decidiu, em sua maioria, extinguir a ação de improbidade administrativa pelo suposto desvio de R$ 7,4 milhões no Departamento Estadual de Trânsito contra o ex-diretor-adjunto do Detran, Donizete Aparecido da Silva, e o ex-diretor de Tecnologia do órgão, Gerson Tomi, na contratação emergencial da empresa Pirâmide Central Informática, em que teria havido “fraude” por ausência de licitação e serviço contratado que seria inútil, segundo investigações do Ministério Público Estadual na Operação Antivírus.

Ler mais

Nova taxa à vista: MPE vai à Justiça para Estado implantar a inspeção ambiental em veículos

Ação pede a inspeção veicular ambiental, que pode levar os motoristas a pagar mais uma taxa para obter o licenciamento em MS (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual decidiu entrar na briga para obrigar o Governo do Estado a retomar o Plano de Controle de Poluição Veicular. Em ação protocolada na Justiça, o promotor Luiz Antônio Freitas de Almeida, cobra a inspeção ambiental veicular anual em Mato Grosso do Sul, o que deve levar os proprietários de veículos a pagar mais uma taxa para obter o licenciamento dos carros.

Ler mais

Detran dispensa licitação e dá contrato de R$ 10,6 mi a empresa acusada de pagar propina

Detran ignorou investigação da PF, que mirou empresa em duas das sete fases da Lama Asfáltica, para contratá-la sem licitação e em regime de emergência (Foto: Arquivo)

O Departamento Estadual de Trânsito ignorou a investigação feita pela Polícia Federal na Operação Lama Asfáltica e dispensou licitação para firmar contrato de R$ 10,681 milhões por seis meses com a Ice Cartões Especiais. A empresa é investigada por pagar propina ao ex-secretário-adjunto estadual de Fazenda, André Cance, e ao advogado Rodrigo Souza e Silva, filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Ler mais

Para manter repasses milionários, Ice Cartões tenta parar processo sobre desvios no Detran

Em mandado de segurança, grupo não quer ser julgado com base na Lei Anticorrupção (Foto: Arquivo)

Investigada pela Polícia Federal na Operação Lama Asfáltica por comandar esquema milionário de pagamento de propina e desvios de recursos no Departamento Estadual de Trânsito, a Ice Cartões Especiais tenta na Justiça anular abertura de procedimento administrativo pelo Governo do Estado. O objetivo é manter o contrato com o órgão de trânsito, que lhe rendeu R$ 224,7 milhões nos últimos sete anos.

Ler mais

Na pandemia, UFERMS sobe 24% em um ano e taxas estaduais têm maior alta em 18 anos

Com a UFERMS, serviços oferecidos pelo Estado tiveram o maior aumento desde 2002 (Foto: Arquivo)

O valor da UFERMS (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul) acumula aumento de 24,24% nos últimos 12 meses, apesar da maior crise econômica na história de Mato Grosso do Sul, causada pela pandemia da covid-19. Esta é a maior alta em duas décadas. Isso significa que as taxas estaduais subiram cinco vezes acima da inflação oficial e ajudaram o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) a elevar a arrecadação.

Ler mais

Afastado por 180 dias, diretor do Detran teve promoção e aumento de 82% no salário em maio

Ariolodo foi afastado do cargo por determinação da Justiça: promoção duas vezes em sete meses e aumento de 82% no salário (Foto: Arquivo)

O assistente de atividades de trânsito Arioldo Centurião Júnior, afastado por 180 dias pela Justiça por suspeita de corrupção no Detran (Departamento Estadual de Trânsito), foi promovido pelo Governo do Estado em maio deste ano e teve aumento de 82,55% no salário. Esta foi a segunda promoção em sete meses, conforme as nomeações feitas no Diário Oficial do Estado.

Ler mais

Após três operações de combate à corrupção, sindicato pede CPI para investigar Detran de MS

Presidente do Sindetran, Octacílio Sakai Júnior, pediu a criação de CPI para investigar órgão de trânsito (Foto: Arquivo)

Após três operações de combate à corrupção, duas da Polícia Federal e uma do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), o sindicato dos servidores decidiu pedir a criação de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Ler mais

Esquema de propina: vistoria em MS é 581% mais cara e Detran cobra o 3º maior valor do País

Vistoria no Detran não é nem informatizada, apesar de ser a 3ª mais cara no Brasil (Foto: Arquivo)

O Departamento Estadual de Trânsito cobra R$ 171,15 pela vistoria – este é 3º maior valor entre as 24 das 27 unidades da federação. Em relação ao menor valor cobrado em Rondônia, de R$ 25,12, o sul-mato-grossense paga 581,32% mais caro, conforme levantamento exclusivo feito pelo O Jacaré.  De acordo com a Operação Motor de Lama, deflagrada pela Polícia Federal na última terça-feira (24), a Ice Cartões Especiais, responsável pelo serviço, pagava 3% de propina sobre o serviço.

Ler mais

Mudança na CNH beneficia 888 mil e desafoga agências do Detran; vejas a mudanças

Com menos motoristas para renovar CNH, Detran deve ter redução no número de atendimentos diários (Foto: Arquivo)

As mudanças na legislação de trânsito deverão beneficiar 888 mil motoristas com menos de 50 anos em Mato Grosso do Sul, que terão o tempo de validade da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ampliado de cinco para 10 anos. O aumento na pontuação para suspensão da carteira, de 20 para 40 pontos, deve causar redução expressiva nos processos de cassação.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑