Tag: desembargador paulo fontes (page 1 of 6)

TRF3 eleva de um para sete anos pena de Playboy da Mansão, morto a tiros em 2018

Marcel Hernandes Colombo, morto em outubro de 2018, teve a pena ampliada no mês passado pela 5ªT urma do TRF3 (Foto: Arquivo)

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região elevou a pena do empresário Marcel Costa Hernandes Colombo de um ano, um mês e 10 dias no regime aberto para sete anos no semiaberto pelos crimes de posse ilegal de arma, moeda falsa e descaminho. O julgamento, conduzido pelo desembargador Paulo Fontes, ocorreu no dia 28 de março deste ano, três anos e cinco meses após o brutal assassinato do Playboy da Mansão, como o empresário era mais conhecido.

Ler mais

Lama Asfáltica: TRF3 anula mais 4 ações por corrupção contra Giroto, André e João Amorim

Giroto e André Puccinelli conseguem mais uma vitória na Operação Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região ampliou a suspeição do juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, e anulou suas decisões em mais quatro ações criminais contra o ex-deputado federal Edson Giroto. A decisão também beneficia o ex-governador André Puccinelli (MDB), pré-candidato a governador nas eleições deste ano, e a família do poderosíssimo empresário, João Amorim.

Ler mais

Afastamento de juiz “não repara injustiça que eu e meu filho sofremos”, afirma Puccinelli

Ex-governador foi preso em julho de 2018 e acabou de fora das eleições: sempre acreditei na Justiça, afirmou na semana passada (Foto: Arquivo)

O ex-governador André Puccinelli (MDB) afirmou que o afastamento do juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, das ações da Operação Lama Asfáltica “não repara a injustiça” sofrida por ele e o filho. Por determinação do magistrado, o emedebista e o advogado André Puccinelli Júnior ficaram presos por cinco meses em 2018, entre 20 de julho e 20 de dezembro.

Ler mais

Para não atrasar ainda mais, juiz envia à substituta ação contra Giroto por propina de R$ 26 mi

Destino de Giroto, sobre pagamento de propina, vai ser decidido por juíza substituta da 3ª Vara Federal (Foto: Arquivo)

Para evitar mais atraso no julgamento da Operação Lama Asfáltica, o juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal, declinou para a substituta ação penal contra o ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto. O Ministério Público Estadual acusou que houve o pagamento de R$ 26 milhões em propinas nos contratos para manutenção de sete rodovias estaduais.

Ler mais

Juiz suspende ações contra André por organização criminosa e desvios na Lúdio Coelho

André tem motivo para ficar mais tranquilo com suspensão de processos (Foto: Arquivo)

O juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, suspendeu, nesta segunda-feira (17), mais três ações penais da Operação Lama Asfáltica contra o ex-governador André Puccinelli (MDB). Os processos envolvem as acusações de chefiar organização criminosa, desvios no PAC Lagoa, que inclui a pavimentação da Avenida Lúdio Coelho, e viagem na aeronave dos empresários João Baird e João Amorim.

Ler mais

André acusa juiz de perseguição política e diz que TRF3 apontou “flagrante parcialidade”

Em vídeo, ex-governador diz que juiz o prendeu para não participar das eleições de 2018 e que TRF3 considerou prisão ilegal (Foto: Arquivo)

O ex-governador André Puccinelli (MDB) publicou vídeo nas redes sociais com duríssimo ataque ao juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande. “Tribunal Regional Federal suspende processos e afasta juiz que perseguiu e mandou prender André Puccinelli”, começa o comunicado, fazendo referência à decisão da 5ª Turma do TRF3, que considerou o magistrado suspeito e anulou as decisões tomadas em quatro processos do ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto.

Ler mais

Para salvar Lama Asfáltica, MPF aponta falhas do TRF3 e recorre para anular suspeição de juiz

Escândalo: MPF diz que juiz foi imparcial e agiu corretamente ao conduzir os julgamentos da Operação Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

Para evitar a anulação de todas as ações da Operação Lama Asfáltica, o Ministério Público Federal recorreu, nesta terça-feira (11), para anular a suspeição do juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande. Além de ver “censura” ao trabalho do magistrado, o procurador regional da República, José Roberto Pimenta Oliveira encontrou falhas no julgamento da 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Ler mais

TRF3 sinaliza anular decisões contra Amorim e filhas em ação por ocultar R$ 33,8 milhões

Elza Cristina e João Amorim devem anular decisões de juiz Bruno Cezar e retomar do zero ação em que poderiam ser condenados por ocultar uma fortuna na compra de fazendas (Foto: Arquivo)

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região deve anular as decisões do juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal, contra o empresário João Amorim e as três filhas na ação penal por terem ocultado R$ 33,8 milhões supostamente desviado dos cofres públicos na compra de fazendas. O desembargador Paulo Fontes, relator da Operação Lama Asfáltica na 5ª Turma, vê semelhança com as quatro ações anuladas contra Edson Giroto e determinou, pela 8ª vez, a suspensão do processo contra o poderosíssimo empresário.

Ler mais

Odilon afirma que juiz não cometeu crime para ser afastado das ações da Lama Asfáltica

Juiz Odilon diz que a legislação não proíbe magistrado de fazer perguntas durante as audiências (Foto: Arquivo)

Decano da 3ª Vara Federal de Campo Grande e famoso internacionalmente por condenar os barões do tráfico de drogas, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira saiu em defesa do sucessor, Bruno Cezar da Cunha Teixeira. Na sua opinião, o magistrado não cometeu nenhum crime para ser afastado das ações envolvendo o ex-deputado federal Edson Giroto da Operação Lama Asfáltica.

Ler mais

Giroto usou exceção para afastar juiz que tomou decisões desagradáveis, diz procurador

Giroto foi condenado duas vezes por juiz e recorreu a exceção de suspeição para evitar novas condenações (Foto: Arquivo)

O procurador regional da República, José Roberto Pimenta Oliveira, afirmou que o ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, usou a exceção de suspeição para afastar o juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, porque o magistrado tomou decisões que lhe desagradaram. A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região acatou o pedido do ex-deputado e afastou o juiz da ação, anulando os atos e dando um passo para enterrar a Operação Lama Asfáltica.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑