Tag: desembargador jonas hass silva júnior

TJ nega HC para anular buscas em operação que apura desvio de R$ 2 mi na compra de cestas básicas

Empresários tentaram anular buscas para impedir análise de provas em investigação do desvio milionário na compra de cestas básicas (Foto: Arquivo)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou habeas corpus para anular os mandados de busca e apreensão na Operação Penúria, que apura desvios de R$ 2 milhões na compra de cestas básicas com recursos da covid-19. Com a decisão, o Ministério Público Estadual vai continuar analisando os telefones celulares e computadores apreendidos no dia 21 de agosto deste ano.

Ler mais

Ex-presidente do TJ suprimiu instância para conceder HC a chefão do tráfico, diz desembargador

Condenado a 126 anos, Palermo conseguiu fugir após obter habeas corpus “ilegal” (Foto: Arquivo)

O ex-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Divoncir Schreiner Maran, suprimiu instância para conceder habeas corpus ao narcotraficante Gerson Palermo, 62 anos. Condenado a 126 anos de prisão, ele fugiu oito horas após colocar tornozeleira. O erro do magistrado foi apontado pelo Ministério Público Estadual e pelo relator, desembargador Jonas Hass Silva Júnior.

Ler mais

Condenado a 126 anos, chefão do tráfico quebra tornozeleira e foge após obter HC no feriado

Gerson Palermo quebrou tornozeleira e fugiu após obter habeas corpus junto a ex-presidente do TJ no feriado (Foto: Arquivo)

Beneficiado com habeas corpus concedido no feriado de Tiradentes pelo ex-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Divoncir Schreiner Maran, o narcotraficante Gerson Palermo, 62 anos, usou tornozeleira por apenas oito horas. Condenado a 126 anos, seis meses e um dia de prisão, ele quebrou o monitoramento eletrônico e fugiu.

Ler mais

Tribunal de Justiça reduz pena de um e anula júri de outro pela morte de Paulo Magalhães

Assassinato de ativista Paulo Magalhães, que usava o site Brasil Verdade para fazer denúncias, causou comoção e segue sem ninguém preso (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul reduziu a pena do guarda municipal aposentado José Moreira Freires, o Zezinho, 46 anos, condenado pelo assassinato do delegado aposentado e professor universitário Paulo Magalhães. A corte também acatou pedido do Ministério Público Estadual e anulou o júri que absolveu Antônio Benites Cristaldo.

Ler mais

TJ contraria Reinaldo e diz que há “provas suficientes” contra filho em roubo de propina

Acórdão contraria discurso tucano de que faltam provas do envolvimento do filho do governador com o roubo da propina de R$ 300 mil (Foto: Arquivo)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul considera que há “provas suficientes” do envolvimento do advogado Rodrigo Souza e Silva, 30 anos, com o roubo da propina de R$ 300 mil do corretor de gado José Guitti Guímaro, o Polaco. Acórdão da 2ª Câmara Criminal, publicado nesta quarta-feira (25) contraria totalmente discurso do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), de que faltam indícios contra o filho no escândalo.

Ler mais

TJ aceita denúncia e filho de governador vira réu por mandar roubar propina de Polaco

Rodrigo Souza e Silva, ao lado do pai, vira réu na Justiça acusado de ser o mandante do roubo de propina de R$ 270 mil em 2017 (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul aceitou, por unanimidade, o recurso do Ministério Público Estadual contra o advogado Rodrigo Souza e Silva. Com a decisão, tomada na tarde de hoje (17), o filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vira réu no processo em que é acusado de ser o mandante do roubo da propina destinada ao corretor de gado José Ricargo Guitti Guímaro, o Polaco.

Ler mais

Dois aceitam denúncia contra filho de Reinaldo por roubo de propina, mas TJ adia desfecho

Rodrigo Souza e Silva, que teve o voto de dois desembargadores para virar réu por assalto a mão armada, ao lado do pai, o governador Reinaldo Azambuja (Foto: Arquivo)

Dois desembargadores votaram a favor do recurso do Ministério Público Estadual e aceitaram a denúncia contra o advogado Rodrigo Souza e Silva, filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Ele pode virar réu por ser o mandante do roubo da propina de R$ 270 mil, que seria destinada em novembro de 2017 ao corretor de gado José Ricardo Guitti Guímaro, o Polaco.

Ler mais

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑