Tag: desembargador joão maria lós (page 1 of 3)

Corregedora de Justiça cobra agilidade de TJ nas sindicâncias contra juiz por venda de sentença

Ministra determinou que Lós envie procedimento contra juiz Aldo Ferreira, que começou há três anos, e explique demora no encaminhamento (Foto: Arquivo/Deivid Correia/TopaMídiaNews)

A corregedora nacional de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura, “puxou a orelha” de dois desembargadores pela demora na conclusão de dois procedimentos administrativos por venda de sentença contra o juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior. Além de determinar mais agilidade no julgamento do magistrado, acusado de transformar a 5ª Vara de Família e Sucessões de Campo Grande em “balcão de negócios”, ela cobrou explicações da demora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Ler mais

Desembargador inocentou conselheiro do TCE por falta de “prova cabal” de desvio R$ 1 mi

Para relator, MPE deveria provar improbidade, mas teria se limitado a se basear em depoimentos de duas testemunhas (Foto: Arquivo)

O desembargador João Maria Lós, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, apontou que faltou “prova cabal” para manter a condenação do ex-secretário municipal de Governo, Osmar Domingues Jeronymo. Por unanimidade, a 1ª Câmara Cível do TJMS inocentou o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado os outros três réus condenados em primeira instância pelo desvio de R$ 1,068 milhão da Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Ler mais

Tribunal tenta julgar pela 7ª vez denúncia de corrupção contra juiz e oito advogados

Emmanuelle e o marido, juiz afastado Aldo Ferreira, podem virar réus pela 3ª vez, mas TJMS já adiou decisão por seis vezes (Foto: Arquivo)

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul pautou, pela 7ª vez neste ano, a ação penal por corrupção e associação criminosa contra o juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior. A denúncia contra o magistrado afastado da 5ª Vara da Família e Sucessões de Campo Grande inclui oito advogados e teve a análise pelos 15 desembargadores adiada por seis vezes.

Ler mais

MPE vai ao STJ para retomar bloqueio de R$ 101,5 mi de Nelsinho por propina no lixo

Procurador pede que STJ restabeleça decisão de juiz de primeiro grau que mandou bloquear R$ 50,788 milhões para garantir o ressarcimento e mais o mesmo valor para multa civil (Foto: Arquivo)

O Ministério Público Estadual recorreu ao Superior Tribunal de Justiça para retomar o bloqueio de R$ 101,576 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD), da Financial Construtora e do ex-secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Marcos Antônio Cristaldo. O objetivo é retomar o sequestro da fortuna em ação de improbidade que os acusa pelos crimes de fraude em licitações e pagamento de R$ 50,788 milhões em propinas na licitação bilionária da coleta do lixo.

Ler mais

Com relatório de Lós, TJ livra André Patrola de ação por pagar propina a “vereador sem voto”

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul livrou o poderoso empresário André Luiz dos Santos, o André Patrola, de ação por improbidade administrativa por supostamente ter pago propina ao ex-secretário municipal de Finanças, André Luiz Scaff. O “vereador sem voto”, como é conhecido pela influência no legislativo municipal, chegou a ter R$ 107,4 milhões bloqueados nesta ação.

Ler mais

Lós vê “prova imprestável” e quer livrar juiz e oito advogados de denúncia por corrupção

Juiz e esposa são acusados de receber R$ 5,4 milhões em vantagens indevidas em ação criminal que desembargador João Maria Lós quer anular (Foto: Arquivo)

O desembargador João Maria Lós, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, quer anular o inquérito policial que deu base a uma das três ações penais contra o juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior, afastado da 5ª Vara da Família e Sucessões de Campo Grande. Ele concluiu que a prova “é imprestável” para os procedimentos penais e administrativos e votará pela anulação da denúncia, que é a maior e a mais robusta contra o magistrado e oito advogados.

Ler mais

Com voto de ex-presidente, TJ cancela bloqueio de R$ 101 mi de senador por corrupção no lixo

Desembargador Divoncir Schreiner Maran votou pela liberação total dos bens e contas bancárias de Nelsinho, mas manteve o sequestro da fazenda de R$ 29,2 milhões (Foto: Arquivo)

Pelo placar de 2 a 1, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu, nesta terça-feira (15), o bloqueio de R$ 101,576 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD). O voto decisivo para pôr fim ao sequestro decretado há dois anos foi do ex-presidente da corte, desembargador Divoncir Schreiner Maran. Com base em investigação da Polícia Federal, o Ministério Público Estadual acusa o ex-prefeito da Capital de ter recebido R$ 50,788 milhões em propinas da Solurb.

Ler mais

Em meio a escândalos do lixo, TJ pode suspender bloqueio de Nelsinho e ex-secretário

1ª Câmara Cível do TJMS conclui amanhã julgamento de recurso e pode liberar totalmente bens de senador em ação de improbidade na coleta do lixo (Foto: Arquivo)

Em meio aos escândalos de corrupção envolvendo o contrato bilionário da coleta do lixo, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul deve suspender, nesta terça-feira, o bloqueio de R$ 101,5 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD), do ex-secretário municipal de Meio Ambiente, Marcos Antônio de Moura Cristaldo, e da Financial Construtora, detentora de 50% da Solurb. Os acusados estão com bens e contas bancárias sequestradas há quase dois anos, desde 26 de junho de 2019.

Ler mais

TJ decide na quarta futuro da CPI da Energisa, parada por João Maria Lós desde março de 2020

Órgão Especial do TJ pode sepultar de vez ou autorizar retomada de investigação de fraudes contra a Energisa (Foto: Arquivo)

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul vai decidir, na quarta-feira (2), o futuro da CPI da Energisa, criada pela Assembleia Legislativa para investigar suspeita de fraude na conta de energia. Os trabalhos da comissão estão parados por liminar concedida pelo desembargador João Maria Lós, relator, há um ano e três meses, desde 19 de março de 2020.

Ler mais

Pasmo com enxurrada de ações contra senador, Lós quer liberar R$ 101 mi e bloquear só fazenda

Desembargador João Maria Lós em vídeo divulgado em 2020, quando presidia o Tribunal Regional Eleitoral.

A 1ª Câmara Cível do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) deu mais um passo hoje para desbloquear R$ 101,5 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD), da Financial Construtora e do ex-secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Marcos Cristaldo. No mês de março, o relator Geraldo de Almeida Santiago havia proferido voto para que o bloqueio fosse reduzido, excluindo multa civil de R$ 50,7 milhões.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑