Tag: DEPUTADOS FEDERAIS DE MS (page 1 of 2)

Mandetta se junta ao PT e detona projeto que permite compra de vacina contra covid por empresa

Ex-ministro diz que não há nexo ético, nem do ponto de vista de saúde pública em projeto (Foto: Arquivo)

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), condenou o projeto de lei aprovado pela Câmara dos Deputados que permite a compra de vacinas contra covid-19 por empresas. “Não tem nenhum nexo, nem ético, nem do ponto de vista de saúde pública, nem do ponto de vista econômico”, reagiu em postagem nas redes sociais.

Ler mais

Reforma de Bolsonaro desmonta e piora serviço público, alertam sindicalistas

Bolsonaro diz que PEC combate privilégios, mas excluiu militares, juízes e promotores, que recebem supersalários, duas férias e penducarilhos (Foto: Arquivo)

A Reforma Administrativa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai promover desmonte e piora no serviço público, sem combater os privilégios da administração pública. O alerta é dos principais sindicatos, que lançaram o Fórum de Defesa dos Serviços Públicos, das Empresas Públicas e das Estais em Mato Grosso do Sul. O primeiro passo para elevar a pressão sobre a bancada federal acontece nesta segunda-feira (5), com o Seminário “Impactos da Reforma Administrativa sobre os Serviços Públicos”.

Ler mais

Grupo pede para candidato à presidência da Câmara pautar impeachment de Bolsonaro

Frente Fora Bolsonaro entrega pedido para Baleia Rossi, caso venca disputa na Câmara, pautar pedido de impeachment (Foto: Giovani Coletti)

Um grupo formado por advogados, artistas, representantes de movimentos sociais e de cinco partidos de esquerda entregou carta ao deputado federal Baleia Rossi (MDB), candidato a presidente da Câmara dos Deputados. Eles pediram para pautar o pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por causa suposta falta de ações para combater a pandemia da covid-19.

Ler mais

Dagoberto e Beto são campeões em gastos na pandemia; Fábio Trad reduz cota em 83%

Campeão no gasto com cota: Dagoberto mais gasto com locação de veículos e consultoria (Foto: Divulgação)

Os deputados federais Dagoberto Pereira (PDT) e Beto Pereira (PSDB) foram os campeões em gastos com a cota parlamentar no primeiro ano da pandemia da covid-19 na Câmara dos Deputados. Por outro lado, Fábio Trad (PSD) reduziu a utilização da verba pública em 83% no ano passado, conforme o Portal da Transparência do legislativo federal.

Ler mais

Sem nova política e apesar da crise brasileira, deputados de MS gastam R$ 14,198 milhões

Os maiores gastos totais em 2019 foram Vander (R$ 1,996 milhão), Beto (R$ 1,961 milhão), Dagoberto (R$ 1,944 milhão) e Fábio Trad (R$ 1,889 milhão) – (Foto: Arquivo/Midiamax)

Eleitos com o discurso de construir uma nova política e mesmo diante de uma das maiores crises financeiras da história brasileira, os gastos com os parlamentares não queda no ano passado. A Câmara gastou R$ 14,198 milhões com os oito deputados federais de Mato Grosso do Sul, somando-se os gastos com salários, verba para pagar funcionários, cota parlamentar, auxílio moradia e diárias em viagens.

Ler mais

Deputados custam R$ 2,7 milhões em dois meses; Vander gasta mais e Trutis, menos

Polêmico, Trutis foi o deputado federal que menos gastou até o momento, conforme portal da Câmara (Foto: Arquivo)

Os oito deputados federais de Mato Grosso do Sul custaram R$ 2,7 milhões em dois meses aos cofres públicos, conforme dados divulgados pelo Portal da Transparência da Câmara. Réu na Operação Lava Jato, Vander Loubet (PT) é o campeão do bimestre, com R$ 356 mil, mais que o dobro do que menos gastou, o estreante Loester Trutis (PSL).

Ler mais

Deputado reeleito e até quem virou ministro ganha auxílio mudança de R$ 33 mil. E o povo?

Rodrigo Maia garantiu a festa de fim de ano ao antecipar o pagamento de auxílio moradia para o dia 28 de dezembro. Mandetta e Tereza receberam a ajuda, apesar de terem virados ministros e continuarem morando em Brasília (Foto: Arquivo)

A farra com o dinheiro público não tem limites em Brasília. O auxílio mudança, no valor de R$ 33.763, foi pago até para os deputados federais reeleitos e para dois que viraram ministros, que vão continuar morando em Brasília. Só em dezembro, no total, os oito deputados federais por Mato Grosso do Sul custaram R$ 1,7 milhão ao contribuinte. Ler mais

Deputados repetem estratégia que salvou Temer para evitar desgaste com reforma da Previdência

Marun é o único voto oficialmente a favor da reforma da Previdência e deve assumir ministério na próxima semana (Foto: Arquivo)

Os deputados federais de Mato Grosso do Sul repetem a estratégia, que livrou o presidente Michel Temer (PMDB) de ser julgado por obstrução da Justiça e chefiar organização criminosa, na votação da reforma da Previdência. Polêmica ao extremo, por ser dura demais com os trabalhadores e proposta por um Governo aprovado por apenas 3% dos brasileiros, a Proposta de Emenda Constitucional só em um voto favorável, o do deputado federal Carlos Marun (PMDB),cotado para assumir a Secretaria de Governo. Ler mais

Quantos deputados de MS vão votar a favor da corrupção e deixar a conta com o eleitor?

O Brasil mergulha no escuro com presidente impopular, contas públicas no vermelho e sem serviços essenciais. E ainda acusado de corrupção. Qual canalha deve salvá-lo na quarta?

Nesta quarta-feira, 2 de agosto, os sul-mato-grossenses vão descobrir quantos dos oito deputados federais vão defender a corrupção e ser coniventes com os males causados por esta praga. Não adianta votar naquele parlamentar que salvar Michel Temer (PMDB), o primeiro presidente da República na história brasileira formalmente acusado por corrupção, e reclamar do aumento no preço da gasolina, da falta de remédios nos postos, da falta de médicos e hospitais, da falta de dinheiro na educação, da falta de segurança, da impunidade… ou seja, da roubalheira e não der o troco. Ler mais

Além de salários e assessores, deputados torram R$ 9 milhões com cota parlamentar em 28 meses

Enrolado em escândalos, petista é o líder no ranking da bancada de MS no gasto da cota parlamentar

Além dos salários e dos assessores, a Câmara gastou R$ 9 milhões somente com a cota parlamentar dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul. Em média, de fevereiro de 2015, quando foram empossados, até este mês, cada um custou R$ 1,1 milhão aos cofres públicos. Ler mais

« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑